A Aprendiz – Trudi Canavan – #Resenha

Home/A Aprendiz, Clã dos Magos, Livros, O Blog da Mari, Resenhas, Trudi Canavan/A Aprendiz – Trudi Canavan – #Resenha

Sinopse: Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando… até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios. Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: A Aprendiz – Skoob

Titulo Original: The Novice  – Goodreads

Autora: Trudi Canavan

Tradução: Frank de Oliveira e Júlio Monteiro de Oliveira

Editora: Novo Conceito (Grupo Editorial Novo Conceito)

Ano: 2012

ISBN: 978-85-8163-025-0

Trilogia: Mago Negro

Volume: 02

Número de páginas: 543

Sobre a Autora

A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Trudi Canavan publicou sua primeira história em 1999 e recebeu um Aurealis Award na categoria de melhor conto fantástico. Sua série de estreia, A Trilogia do Mago Negro, a tornou sucesso internacional, e todos os três volumes da trilogia Age of Five foram best-sellers do Sunday Times. Trudi Canavan vive com seu companheiro em Melbourne, Austrália, e passa o tempo tricotando, pintando e escrevendo romances campeões de vendas.

Booktrailer

Opinião da Nathy

Nesse segundo livro da Trilogia do Mago Negro Sonea está estudando para se tornar uma maga com total controle de seus poderes, mas nem tudo são flores para a menina que passa por várias situações bem complicadas, o primeiro livro (confira a resenha aqui) tinha muitas coisas na história que se arrastaram e nesse não foi diferente, metade da história teria tirado e então o livro teria sido perfeito, acredito que a autora já tinha o desfecho na sua mente e arrastou o livro até que tivesse páginas suficientes, nesse ponto prefiro o primeiro livro ainda que esse tenha tido muitas revelações e me fez ficar muito ansiosa pelo último volume. A narrativa é em terceira pessoa em que alguns momentos está focada na Sonea, outras no Akkarin e outras no Dannly.

Sonea evoluiu muito do primeiro livro para esse o que de fato me agradou bastante, pelo menos no começo, porque após alguns acontecimentos que comentarei mais abaixo ela passou a me irritar demais, essa coisa de querer ser independente e se resolver sozinha não era o que estava esperando dela, porque dentro do Clã tem muitas pessoas que gostam dela e querem seu bem. Consigo entender que ela foi criada de uma forma diferente, que seus tios apesar de a amarem muito não davam a devida atenção como uma filha e, portanto, aprendeu a se virar sozinha, mas nesse momento de sua vida ela já deveria saber que pode confiar no Rothen e que não deixaria nenhum mal lhe acontecer, somente por isso que me irritou. Porém, ela continua sendo a melhor entre eles, a extensão do poder dela é enorme que nem mesmo a própria Sonea imagina o que me faz gostar demais da personagem.

–Depois desse confronto você se sentiu cansada? Exausta?
Sonea balançou negativamente a cabeça
-Não, meu lorde.

Como disse acima a Sonea passa por algumas situações que quer lidar sozinha, entre elas se trata de Regin um aprendiz muito malvado que faz de tudo para transformar a vida de Sonea em um inferno, no começo pensei que poderia torcer por eles, mas peguei raiva do personagem e de forma alguma desejo que fiquem juntos. Também ao longo do livro fui identificando a relação de ambos quase idêntica com a de Hermione e o Draco, porque o Draco perseguia a Hermione por ser uma sangue ruim e a mesma coisa acontece entre esses dois, por Sonea ter sido criada em uma favela o Regin a persegue das formas mais cruéis. Mas, amei a posição final que Sonea toma e coloca todos em seu devido lugar.

O Lorde Supremo ganha um destaque muito grande nesse segundo livro que com certeza foi uma forma de conseguir uma introdução para o terceiro e último que leva o seu nome. Enfim, no primeiro livro após algumas revelações passei a acreditar que ele praticasse magia negra e fosse uma pessoa muito ruim, mas depois desse livro não sei o que pensar sobre o personagem, ele me deixou muito confusa há ponto de não saber se ele é do bem ou realmente é malvado, somente posso dizer que estou muito ansiosa pela sua história que com toda a certeza irá esclarecer todas as coisas e, por fim, poderei dizer se amo ou odeio o personagem.

-Sim – respondeu Akkarin, voltando-se para encará-los – Ela será a garantia do seu silêncio. Você jamais contará a ninguém que pratico magia negra enquanto ela for minha – Os olhos dele fitaram os de Sonea. – E o bem-estar de Rothen será a minha garantia de que você vai cooperar.

Quem também ganha destaque nesse livro é Dannyl com suas milhares de investigações e muitas coisas sobre o próprio personagem acabam por vir a tona, gostei da forma como a autora abordou a temática no livro assim como a visão que o personagem tinha de si próprio, somente gostaria que ele não ficasse tão isolado, longe das pessoas que se preocupam com ele de verdade, torcendo que para no último livro ele apareça com as outras pessoas em uma interação muito maior. Esse personagem me cativou desde o primeiro livro e nesse somente me apaixonei ainda mais.

-Tenha cuidado, Dannyl – disse ele – Tenha muito cuidado.
Dannyl retornou o olhar.
-Terei – ele assegurou ao amigo

O último livro da série foi lançado pela a editora Novo Conceito dia 28 de janeiro de 2013, ainda não se tem informações sobre os três livros que são após essa trilogia, mas assim que tivermos notícias serão postadas em nossas redes sociais.

Quote Favorito

A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

O que mais gostei na capa, que por sinal é muito mais bonita que uma das versões da capa americana, é a frase que colocam ‘Ela lutou contra seu poder, mas para sobreviver teve que se tornar um deles’ e ainda mais que cada uma delas está sendo de uma cor, para quem não se lembra o primeiro livro tinha uma capa meio bege, enquanto nesse a capa é esverdeada.

A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Sua diagramação continua bem simples, com palavras em itálico quando são pensamentos ou conversas na mente, cada capítulo começa em uma nova página e com uma frase em cima. Não vi nenhum erro de português ou de digitalização. As páginas continuam seguindo o padrão da editora com suas páginas amarelas. Também tem a divisão por Parte Um e Parte Dois que facilita a leitura.

Nota da Nathy

A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Aprendiz - Trudi Canavan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Clã dos Magos – Lançado em 2012 – Resenha
  • A Aprendiz – Lançado em 2012
  • Lorde Supremo – Lançado em 2012 – Resenha

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Novo Conceito. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

11 Comments

  1. Karolyne Kazakeviche 31 de julho de 2014 at 12:50 - Reply

    Como falei, essa série está me conquistando a muito tempo e espero ler em breve.
    É bom saber que os personagens evoluem e a história também, é muito chato quando lemos uma série e os personagens continuam os mesmos sem nenhum avanço. Isso mais esse conteúdo incrível, só faz da série ainda mais desejada.

  2. Maycon Douglas 26 de julho de 2014 at 21:02 - Reply

    Esta coleção esta na minha lista, por que desde que vi a primeira resenha do livro amei a trilogia, mas será que o terceiro livro continua assim??!!

  3. Lissandro Lima 18 de julho de 2014 at 14:58 - Reply

    me surpreende a quantidade de páginas dos três livros ‘-‘

    • Nathalia Garcia 20 de julho de 2014 at 12:57 - Reply

      Sim o número de páginas é grande mesmo. Beijos

  4. Larissa Portela 14 de julho de 2014 at 22:36 - Reply

    Este foi um livro bom, mas eu gostei mais dos outros dois livros,
    .
    A história é cativante, neste ponto da história eu n sabia mais se o lorde supremo era realmente ruim.
    Mas me fez ansiar muito pelo ultimo livro.
    Beijos.

    • Nathalia Garcia 20 de julho de 2014 at 12:56 - Reply

      Ola Larissa!!

      Os outros dois volumes gostei muito mais, principalmente do último. Esse também foi meu ponto fiquei querendo saber sobre o Lorde Supremo, se ele seria bom ou ruim e quais seus motivos.
      Beijos

  5. mylanedamasceno 11 de julho de 2014 at 15:48 - Reply

    Olá!
    Que pena que este livro caiu na classificação, porque ele é mais bonito que o primeiro, e realmente a frase na capa foi uma boa ideia. A sua descrição da protagonista me lembrou a Clary, de Os Instrumentos Mortais, sempre teimosinha e querendo resolver tudo sozinha, sem nem saber aonde está indo. Ambas evoluem com o passar dos livros, mas este conceito de independência inexiste as estragam, sem dúvidas.
    Beijos.

    • Nathalia Garcia 20 de julho de 2014 at 12:54 - Reply

      Ola Mylane!!

      Dos Instrumentos Mortais somente li o primeiro e já tinha achado a Clary essa personagem que se acha forte e capaz de resolver tudo sozinha, mas que precisa da ajuda dos outros. Esse livro pensei que seria melhro, mas boa parte parecia muita enrolação por isso não gostei tanto. Mas, foi uma ótima leitur.
      Beijos

  6. […] A Aprendiz – Lançado em 2012 – Resenha […]

  7. Pah 1 de fevereiro de 2013 at 14:52 - Reply

    Eu ADORO essa série, concordo que algumas partes poderiam ter sido cortadas, mas mesmo assim o livro/série é mto bom, infelizmente fui pesquisar a trilogia q vem depois dessa e peguei um spoiler daqueles que entregou o fim do livro 3, o que nao tirou nadinha da minha vontade de ler o último dessa trilogia. Só espero que que a NC publique a proxima trilogia e o livro que vem antes, da última vez que perguntei ainda nao sabiam se seria publicado 🙁 Vcs tem alguma noticia?
    bjos

    • Nathalia Garcia 4 de fevereiro de 2013 at 16:24 - Reply

      @twitter-474397968:disqus Ahhh eu estou mega ansiosa para receber o terceiro e último da série, procurei para ver se tinha mais livros, mas não peguei nenhum spoiler rs A NC ainda não se pronunciou referente a isso, mas qualquer novidade postamos nas nossas redes sociais.

      Beijos

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)