Switched at Birth – 2X16: The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living – #Review

Home/O Blog da Mari, Reviews, Séries, Switched at Birth/Switched at Birth – 2X16: The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living – #Review

Diria que esse episódio não manteve o nível dos anteriores, mas foi excelente, consegui surtar em algumas cenas, ficar com raiva em outras e ter vontade de bater em outros personagens, dessa vez os novos, espero somente que a temporada não tenha trinta e dois episódios porque pode perder assim toda essa ótima dinâmica. Continue lendo e saiba mais a minha opinião lembrando que CONTÉM SPOILERS para quem ainda não viu.

Como já era esperado pela minha pessoa o Jon iria agir como se nada estivesse acontecendo em sua vida, que não acabou de ter um ataque e está fazendo de tudo para não dar importância nisso, enquanto Daphne fica ao seu redor protetora e agindo como se fosse sua mãe, concordo que deve colocar um pouco de consciência na mente dele, mas não precisa fazer todo aquele drama de falar que se ele quiser morrer sem se importar com ninguém tudo bem e mais um monte de coisas, acho a personagem um pouco exagerada em suas atitudes.

Switched at Birth - 2X16: The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Bay e Ty estão retomando o relacionamento dos dois de onde tinham parado, vi comentários de pessoas dizendo que não podíamos gostar de dois casais na série que tínhamos que escolher um lado o outro, ninguém pode obrigar uma pessoa a gostar somente de um casal, gostava demais do Emmett, mas depois que traiu a Bay deixei de gostar um pouco, agora Ty de volta e está agindo como um verdadeiro apaixonado, espero realmente que o relacionamento dos dois vá para frente, afinal Bay não perdeu a sua virgindade com o Emmett e sim com o Ty. Não gostei daquela menina do exercito cheia de si mesma, querendo se impor em cima da Bay.

Switched at Birth - 2X16: The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Daphne estava ficando muito legal e de repente fica toda dando foras nele somente por causa do Jon, o menino disse a verdade eles tem sua própria vida, normal se preocupar com seus pais, mas também tem que se cuidar, ainda bem que seguiu seu conselho e no final foi toda fofa com ele, acho que finalmente conseguiu encontrar um menino que a entende e que está disposto a enfrentar o que for para ficar ao seu lado.

Switched at Birth - 2X16: The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Agora um casal que está me deixando nas nuvens é Regina e Ângelo finalmente estão chegando há algum lugar com Regina lutando para ficar ao seu lado, afinal de contas ela é sua esposa e querendo ou não já mostrou ser apaixonada pelo Angelo, ficou claro seu ciumes por causa da sua patroa, agora não sei como vai ficar a relação dos dois após o encontro da sua filha, espero realmente que Regina fica ao seu lado nessa nova luta.

Switched at Birth - 2X16: The Physical Impossibility of Death in the Mind of Someone Living - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Comentários Rápidos

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

2 Comments

  1. Claudia 26 de julho de 2013 at 20:23 - Reply

    Oi Nathy!!

    Estou cada dia + apaixonada pelo Ty!!! Acho que a Bay vai ficar mto melhor com ele.
    E até estou suportando a Daphne, mas quando ela tem os ataques de dona da ração tenho vontade de dar uns tapas nela.. rs
    Outro que me irrita profundamente é o Travis, ele está sempre mal humorado credo!!!

    Esperamos para ver o que acontece!

    Bjos

    Clau

    • Nathalia Garcia 4 de agosto de 2013 at 15:07 - Reply

      @disqus_iuIhMThDeF:disqus Oieee Clau… Tudo bem flor??
      Aeww mais uma para surtar comigo pelo Ty, também ahco que combina muito mais com ele, Ty é muito mais homem.
      Daphne sempre se acha dona da razão e isso me irrita demais, acho que tem que aprender a ser mais humilde.
      O Travis sempre acha que a vida é injusta com ele e bla bla bla, não faz a menor falta nos episódios.
      Beijosss

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)