Dexter – 8X06: A Little Reflection, 8X07: Dress Code, 8X08: Are We There Yet?, 8X09: Make Your Own Kind of Music – #Review

Home/Dexter, O Blog da Mari, Séries/Dexter – 8X06: A Little Reflection, 8X07: Dress Code, 8X08: Are We There Yet?, 8X09: Make Your Own Kind of Music – #Review

A temporada de Dexter estava bem legal em seu inicio, mas esses últimos episódios não foram nem um pouco interessantes para mim. A série introduziu muitos personagens, diversas histórias foram desenvolvidas ao mesmo tempo e do meu ponto de vista a série se perdeu um pouco, o que me preocupa, visto que estamos cada vez mais perto do seu fim.

Continue lendo e saiba mais sobre 8X06: A Little Reflection, 8X07: Dress Code, 8X08: Are We There Yet?, 8X09: Make Your Own Kind of Music. O post tem spoilers para quem não viu os episódios ainda.

Recapitulando um pouco os fatos, a história principal, até a minha review passada, envolvia a Dra. Vogel e ainda que ela seja um tanto quanto irritante, estava gostando de ver o desenvolvimento da relação de Debra e Dexter e a forma que a doutora os estava influenciando. Contudo nos últimos episódios, como disse anteriormente, outros personagens foram inseridos na trama, entre eles o garoto Zach e a já conhecida Hannah.

Dexter - 8X06: A Little Reflection, 8X07: Dress Code, 8X08: Are We There Yet?, 8X09: Make Your Own Kind of Music - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Com os dois novos personagens na história, senti que o foco mudou totalmente e a relação dos irmãos foi esquecida assim como a obsessão de Vogel por Dexter. Já disse que não sei bem o que pensar sobre ela, mas inicialmente tive a sensação de que sua intenção era transformar o Dexter em algum tipo de super soldado.

Alguém sem sentimentos, que fosse capaz de matar, mas seguindo um código de ética. Contudo a demonstração de sentimentos de Dexter por Debra acabou frustrando Vogel, que mudou seus planos e foi atrás de um novo pupilo, Zach.

Over the time I've spent with you, I've come to realize that you're not the perfect psychopath I thought you were. You have a depth of emotion I never thought possible. Dr.Vogel

Zach não era um personagem tão carismático, mas até me interessei um pouco por sua história. A ideia de ter um mini Dexter me pareceu possível, ainda que o garoto muitas vezes demonstrasse uma ingenuidade muito grande, para ser um serial killer. De qualquer maneira a história do garoto não durou mais do que quatro episódios, visto que em “Are We There Yet” ele já foi encontrado morto. E eu me pergunto por que inserir uma história tão pequena, que não acrescenta em nada no desfecho da série? Definitivamente esperava mais dessa história.

Dexter - 8X06: A Little Reflection, 8X07: Dress Code, 8X08: Are We There Yet?, 8X09: Make Your Own Kind of Music - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Paralelamente ainda temos a volta de Hannah. E sei que muita gente gosta da atriz, mas eu não consigo gostar da personagem. Minha antipatia começou na temporada passada, quando ela matou Sal Price e aumentou no decorrer da temporada quando ela tentou matar Debra.

Agora de volta a Miami ela está fazendo o papel de mulher apaixonada para Dexter, mas eu não consigo acreditar na garota. Ela traiu todos os seus ex-maridos/namorados e nada me tira da cabeça, que em algum momento ela fará o mesmo com Dexter.

Infelizmente Dexter está mais cego do que nunca. Não consegue ver o que está bem a sua frente – ou só eu acho que é obvio a manipulação de Vogel? – e assim como aconteceu no passado acho que ele vai acabar deixando passar alguma coisa, que dessa vez vai acabar o levando a sua morte ou a sua prisão. Ótimo Mari, ele é um serial killer! Sim, eu sei, mas não sei se fico feliz com isso. Sei que ele não é a melhor pessoa, mas também não quero ver Hannah ou Vogel se dando bem. No fim das contas acho que Debra é a única que merece ser salva, até porque alguém tem que cuida do Harrison.

I can have a life somewhere else far away from here in Argentina. Hannah
Maybe we all can. You and Harrison could meet me there. We can start over. Dexter

Dexter - 8X06: A Little Reflection, 8X07: Dress Code, 8X08: Are We There Yet?, 8X09: Make Your Own Kind of Music - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Enfim, se isso tudo já não fosse o suficiente, no último episódio “Make Your Own Kind of Music” ainda descobrimos que Vogel tem um filho serial killer. De verdade não sei onde isso vai parar, mas espero que no final o desfecho seja satisfatório e que não demore muito para Dexter perceber que ele está muito mais ferrado do que imagina. E vocês o que esperam?

Comentários Rápidos

  • A história de Masuka com a filha continua a mesma coisa dos últimos episódios. Totalmente dispensável.
  • Debra ficou mais apagada nesses episódios, mas espero que o amor dela por Dexter não a influencie mais uma vez negativamente. Morro de pena dela.
  • E o Quinn que beijou a Debra do nada? Não sei se shippo os dois. Não sou muito fã do Quinn, mas ultimamente Deb não tem tido muitas opções e querendo ou não ele gosta dela, então né?
  • Promo do próximo episódio Goodbye Miami
  • Confira gifs da série no nosso Tumblr.

Onde Comprar

About the Author:

Mariana Garcia - A Mari! Tem 28 anos e é formada em Engenharia da Computação. Seu maior vício são as séries. Sua watchlist está lotada, mas nunca demais para adicionar um novo reality show. Nos livros assim como nos filmes seu gênero predileto são os romances e as comédia românticas (chick-lits).

2 Comments

  1. Lilica 31 de agosto de 2013 at 00:42 - Reply

    A sua opinião é compartilhada por muitos fãs de Dexter. Tenho lido algumas reviews e comentários internet a fora e todos estão com a mesma preocupação: a série está acabando e essa temporada está longe de ser memorável.
    Não gosto da Hannah desde a temporada passada e não é implicância feminina, acho que a trama dela enfraqueceu o personagem do Dexter, que realmente parece perdido e creio que isso vai acabar o levando a ruína. Só acho que se o Dexter tiver que ser pego, teria que ser de uma forma mais digna e não por conta de uma paixão juvenil. Dexter enfrentou adversários bem mais imponentes, como na season 4 e 6 e houve personagens bem mais fortes que poderiam desmascará-lo, como o Doakes e a LaGuerta. Vai ser uma pena se ele for descoberto por alguém fraco como o Quinn, isso se for descoberto. Não queria que ele fosse pego, mas ao mesmo tempo não gosto da ideia de vê-lo fugir com a Hannah para a Argentina, seria um final muito novela da Globo.
    O problema desta temporada é que está faltando uma liga narrativa, as tramas estão espalhadas, não tem unidade/profundidade. Apenas agora nos foi apresentado o “vilão” – filho da Vogel, não tivemos tempo de criar um vínculo com ele.

    • Mariana Garcia 26 de setembro de 2013 at 10:28 - Reply

      @disqus_nv9oUnaQ1Q:disqus Exatamente! Em praticamente todas as temporadas o vilão nos é apresentado nos primeiros episódios da série e assim vai sendo desenvolvida toda uma trama, que faz com que ele seja tão odiado a ponto de desejarmos sua morte. Nessa temporada o foco foi tão grande na dr.Vogel, que estava certa que ela seria a vilã o que acabou não acontecendo. Saxon chegou do nada, só matou pessoas sem importancia e está longe de ser um vilão digno de uma temporada final.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)