Sinopse: Um grupo de amigos… Uma tábua ouija… Um presságio de morte. Mara Dyer não estava interessada em mensagens do além. Mas para não estragar a diversão da melhor amiga justo em seu aniversário ela decide embarcar na brincadeira. Apenas para receber um recado de sangue. Parecia uma simples piada de mau gosto… até que todos os presentes com exceção de Mara morrem no desabamento de um velho sanatório abandonado. O que o grupo estaria fazendo em um prédio condenado? A resposta parece estar perdida na mente pertubada de Mara. Mas depois de sobreviver à traumática experiência é natural que a menina se proteja com uma amnésia seletiva. Afinal, ela perdeu a melhor amiga, o namorado e a irmã do rapaz. Para ajudá-la a superar o trauma a família decide mudar para uma nova cidade, um novo começo. Todos estão empenhados em esquecer. E Mara só quer lembrar. Ainda mais com as alucinações – ou seriam premonições? – Os corpois e o véu entre realidade, pesadelo e sanidade se esgarçando dia a dia. Ela precisa entender o que houve para ter uma chance de impedir a loucura de tomá-la. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: A Desconstrução de Mara Dyer – Skoob

Titulo Original: The Unbecoming of Mara Dyer – Goodreads

Autor(es): Michelle Hodkin

Tradução: Mariana Kohnert

Editora: Galera Record

Ano: 2013

ISBN: 978-85-01-09858-0

Trilogia: Mara Dyer

Volume: 01

Número de páginas: 378

Sobre a Autora

A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Michelle Hodkin cresceu na Florida, cursou a faculdade em Nova York e estudou Direito em Michigan. Quando não esta escrevendo, costuma ser encontrada arrancando objetos dos mais variados dos focinhos de seus três animais de estimação. Este é seu primeiro romance.

Opinião da Nathy

A Descontrução de Mara Dyer que quando teve seu lançamento ao mesmo tempo em que queria ler fiquei com os dois pés atrás porque quando você lê tantas pessoas falando tão bem assim do livro fica com receio de que não irá gostar nenhum um pouco, porém como acontece na maioria das vezes resolvi que iria dar uma chance ao livro já que a história em um primeiro momento tinha me cativado. Gostei muito desse livro, acho que a autora soube desenvolver muito bem todos os elementos, desde o mistério até o romance. Confesso que teve alguns momentos em que achei que estava sendo uma enrolação muito grande, mas isso logo passava e uma nova descoberta era mostrada que me fazia ficar de boca aberta.

Ninguém saberia que em algum lugar por aí há uma aluna mediana com uma trilha de cadáveres nas costas. Mara Dyer

Nossa protagonista é Mara Dyer uma menina que após sofrer um acidente com sua melhor amiga Rachel, Jude seu namorado e a irmã dele Claire, na qual os três morrem implora aos pais para que mudem de cidade e comecem uma nova vida, mas ela não é uma adolescente como todas as outras que somente querem se formar e ir para a faculdade, coisas estranhas acontecem com ela como em determinados momentos ter alucionações com os três mortos ou ter alucinações de que o prédio está caindo em sua cabeça, sem contar que as pessoas a qual deseja que esteja morta de alguma forma minutos depois aparece exatamente do jeito que ela imaginou. Foi uma personagem muito bem construída com toda a sua falta de confiança e medos, no lugra dela acredito que agiria do mesmo jeito por não saber o que fazer com todos esses acontecimentos, somente acho que poderia confiar mais no seu irmão Daniel e no Noah que se provou muito digno.

Amo quando as autoras colocam meninos mistériosos nos livros que acabam por se interessar na menina que veio de outro lugar, não sei o que acontece mas fico encantada pelo jeito que são descritos ainda mais quando eles têm atitudes para protegerem a principal. Noah assim como Mara guarda segredos que não está disposto a contar para nenhuma pessoa, teve um passado bem sofrido que me fez querer passar os braços ao redor dele e apertar bem forte, uma emoção nessa parte tomou conta e me controlei demais para continuar a história e ignorar a crescente angústia que começava a sentir. Ao longo do livro ele demonstra que é muito mais do que um rostinho bonito e que pode fazer muitas que as outras pessoas nem imaginam, por isso acho que seja perfeito para a Mara e ela será muito boba se não perceber isso.

Hoje. Esta noite. Amanhã. Para sempre. – Os olhos dele encontram os meus. O olhar de Noah era infinito – Eu fui feito para você, Mara. Noah Shaw

Como disse acima Mara deveria confiar em seu irmão Daniel, de todos da sua família que querem ajudá-la a superar o trauma da morte de seus amigos, acho que ele é o que mais a compreende e que está ao seu lado para o que der e vier, gostei do jeito que a autora colocou a relação dos dois porque geralmente nesses livros sempre que a mocinha tem algum problema e se sente excluída e tudo mais, seus irmãos nunca são próximos e nem são preocupados com que pode acontecer com ela, na verdade são sempre muito egoistas, por isso amei o Daniel e sua personalidade toda fofa. Obviamente eles tem discussões como todos os irmãos, mas é muito perceptivel ao leitor que ele somente quer a felicidade da irmã e dá certos empurrões para isso aconteça, dei tanta risada com seus momentos de cupido.

E como em todo bom ambiente de escola temos aqueles que querem ser amigos da menina nova e estranha e temos aqueles que estão contra ela de todas as formas. A dupla Aiden e Anna é o tipico casal americano que vemos nos filmes de adolescentes, que se sentem o máximo, mas que não vão chegar a lugar nenhum com essa postura toda, afinal fica claro para todos os leitores que a Anna é somente uma menina mimada e que fica perseguindo Mara porque foi rejeitada por Noah muito antes da aparição da nova menina e o Aiden é o menino idiota apaixonado que faz tudo que a abelha rainha manda porque não quer ficar sem uma namorada. Até um determinado momento não estava me importando nenhum um pouco com eles, mas depois que fazem uma coisa contra Jamie o único amigo que Mara tem nessa nova escola de ricos realmente peguei raiva deles, porque o Jamie não é nada além de um fofo que nos faz rir em diversos momentos e fazem nossas emoções se confundirem quando começa a falar sobre Noah.

Você chegou perto de Shaw, não foi? – E então ele sorriu para si mesmo – Meu Deus, ele é algo de incrível. Jamie Roth

Recomendo demais esse livro para as pessoas que gostam de livros com temáticas sobrenaturais, pois irá ler rapidamente de tão bem que a narrativa flui e já nem tenho do que reclamar de narrações na primeira pessoa até que gostando. O final do livro é ainda mais surpreendente e me fez ficar louca para saber o que irá acontecer nos próximos.

Quote Favorito

A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMFico tão feliz quando as editoras mantém as capas originais quando elas são lindas e fazem total sentido com o livro, já andei dando uma olhada nas capas dos próximos e continuam lindas somente espero que seja mantida o padrão e que não inventem de mudar como já aconteceu em outras editoras. Amo a forma como tem um rapaz segurando a menina forte como se quisessem protegê-la de tudo. A diagramação é simples somente tendo uma marcação para mostrar quando é um flashback da Mara e quando estamos de volta ao presente.

Nota da Nathy

A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Desconstrução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • A Desconstrução de Mara Dyer – Lançado em 2013 no Brasil
  • The Evolution of Mara Dyer – Lançando em 2012 nos Estados Unidos
  • The Retribution of Mara Dyer – Lançamento previsto para 2014 nos Estados Unidos

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Galera Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”