Esconderijo Perfeito – Meg Cabot – Resenha

Home/Desaparecidos, Esconderijo Perfeito, Livros, Meg Cabot, O Blog da Mari, Resenhas/Esconderijo Perfeito – Meg Cabot – Resenha

Sinopse: Quando Amber Mcakey desapareceu Jess estava de férias. Só que agora todo mundo na Ernest Pyle High School culpa a Garota Relâmpago pela morte brutal da líder de torcida. No entanto, ela se sente totalmente isenta de qualquer responsabilidade. Afinal, como poderia ter impedido que a garota aparecesse morta se nem mesmo sabia sobre seu desaparecimento? Além disso, tinha que manter o segredinho sobre seus poderes a salvo. Mas quando outra líder de torcida também some do mapa, Jess tem a chance de se redimir. E, de quebra, de ainda se tornar popular clicando aqui.

Ficha Técnica

Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Esconderijo Perfeito – Skoob

Titulo Original: Safe House – Goodreads

Autora: Meg Cabot

Tradução: Ana Death Duarte

Editora: Galera Record

Ano: 2013

ISBN: 978-85-01-08819-2

Número de páginas: 287

Série: Desaparecidos

Volume: 3

Sobre a Autora

Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Meg Cabot já morou em Indiana, na Califórnia e na França. Trabalhou como ilustradora e é autora das séries O Diário da Princesa, A Mediadora e de Cabeça de Vento, entre outros, todos publicados pela Galera Record. Atualmente divide seu tempo entre Key West, na Flórida, e Nova Tork, com o marido e vários gatos, inclusive a de um olho só que se chama Henrietta.

Opinião da Mari

Esconderijo Perfeito é o terceiro livro da série Desaparecidos, portanto esta resenha pode ter spoilers de Quando Cai o Raio (#1) e Codinome Cassandra (#2).

Definitivamente esse é o meu livro predileto da série Desaparecidos, Meg Cabot soube dosar o humor, o romance, a ação e o mistério da história de forma perfeita. Nos outros livros da série, gostei das leituras que fiz, mas demorei um pouco para engrenar cada uma das histórias. Já com Esconderijo Perfeito desde o inicio me vi envolvida com os novos e antigos personagens, além de curiosa para ver o rumo que a história tomaria. Meg Cabot me surpreendeu de forma positiva e eu fiquei muito satisfeita com o livro, o terminei e fiquei com aquele gostinho de quero mais.

No primeiro livro após ser atingida por um raio Jess – a protagonista da história – ganhou poderes especiais. Ela pode encontrar pessoas desaparecidas. Contudo esse novo dom acabou lhe trazendo mais problemas do que alegrias e ela foi obrigada a dizer a todos que de uma hora para a outra havia perdido sua habilidade. Durante o segundo o livro ela continua com seu fingimento, mas acaba usando seus poderes para encontrar um garotinho, por quem era responsável. No terceiro livro da série, ela continua negando seu dom, mas isso não parece ser suficiente, pois quando a líder de torcida Amber Mackey é encontrada morta, todos a culpam por não estar disponível para usar seus poderes e encontrar a garota.

Heather
Então, como é? – Quero dizer, saber que alguém morreu por sua causa.

Jess
Amber não morreu por causa de nada que eu fiz, Heather. Amber morreu porque alguém a matou. Um alguém que não fui eu.

Tisha
É – Mas, segundo o legista, ela foi mantida em cativeiro antes de ser morta. Havia marcas de adaturas nela.

Ruth
Ataduras.

Tisha
Isso aí – O que quer dizer que, se você estivesse por aqui, poderia tê-la encontrado.

Jess
Bem, eu não estava por aqui – Ok? Desculpe aí por ter tirado férias.

Heather
É mesmo, Tish – Ela precisa tirar férias em algum momento. Quero dizer, ela provavelmente precisa disso, já que mora com aquele retardado e tal.

A personalidade de Jess sempre foi um dos pontos altos da leitura e dessa vez não foi diferente. Ela voltou de suas férias com uma nova atitude, mas como era de se esperar seu autocontrole não durou muito tempo e tenho que dizer que fico muito feliz por isso. Claro que as coisas não devem ser resolvidas na base da violência, mas confesso que sinto certo orgulho de Jess toda vez que ela enfrenta alguém, seja essa pessoa quem for, para defender seu irmão esquizofrênico, Douglas. O amor que ela sente por ele é tão grande, que é impossível não gostar da atitude dela. Em Esconderijo Perfeito, também vi um lado frágil de Jess, que ainda não havia sido mostrado. Outro ponto muito positivo, pois apesar de sua fragilidade, ela não se mostrou uma pessoa fraca, muito pelo contrário, enfrentou seus medos e não se deixou abater. Adoro!

A narrativa do livro continua sendo feita em primeira pessoa – com Jess narrando a história – mas por algum motivo a achei mais dinâmica nesse livro. Geralmente os capítulos iniciais até o acontecimento principal – descrito na sinopse do livro – são lentos e pouco interessantes, mas dessa vez – talvez por ter um novo garoto na trama – fiquei curiosa depois de ler poucas páginas. Fiquei na expectativa de um possível triângulo amoroso, mas na torcida por Rob, que apesar dos seus altos e baixos, acaba sendo a combinação perfeita para ela. A dinâmica dos dois continua ótima e o relacionamento está cada dia melhor, em Esconderijo Perfeito, me vi em diversas vezes sorrindo para o livro, enquanto lia alguma cena do casal.

Rob revirou os olhos e disse – Ah, dane-se – pôs uma das mãos na minha nunca, me puxou para a frente e deu um beijo meio breve no top da minha cabeça.

Os agentes do FBI Allan e Jill estiveram mais presentes na trama e o desfecho dos dois acabou sendo surpreendente. Meg conseguiu fazer com que a história em torno de Jess trabalhando para o governo tomasse um novo rumo, o que me fez desejar ainda mais ler o próximo livro. Já Ruth infelizmente apareceu pouco na história, diferente do seu irmão Skip, que pelo menos para mim é irrelevante. Karen Sue continua uma chata. Enfim, apesar desses pequenos detalhes, gostei muito da leitura e recomendo o livro/a série.

Quote Favorito

Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação do livro segue o mesmo padrão dos livros da série e da editora. Possui páginas amarelas, inicia seus capítulos sempre em uma nova página, mas não há maiores detalhes.

A capa continua seguindo o padrão da série, com bastantes detalhes em rosa, sempre com alguma referencia a história principal. Gosto mais que a capa americana, que da um ar mais infantil/juvenil a série, assim como gosto do fato da editora manter o padrão utilizado nos outros livros.

Nota da Mari

Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM Esconderijo Perfeito - Meg Cabot - Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Livro 1 – Quando Cai o Raio – Lançado em 2011
  • Livro 2 – Codinome Cassandra – Lançado em 2012
  • Livro 3  – Esconderijo Perfeito – Lançado em 2013
  • Livro 4 – Sanctuary – Lançado em 2002 nos EUA – Sem previsão de lançamento no Brasil
  • Livro 5 – Missing You – Lançado em 2006 nos EUA – Sem previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Galera Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”
By | 2017-01-06T14:49:34+00:00 21/10/2013|Categories: Desaparecidos, Esconderijo Perfeito, Livros, Meg Cabot, O Blog da Mari, Resenhas|Tags: |0 Comments

About the Author:

Mariana Garcia - A Mari! Tem 28 anos e é formada em Engenharia da Computação. Seu maior vício são as séries. Sua watchlist está lotada, mas nunca demais para adicionar um novo reality show. Nos livros assim como nos filmes seu gênero predileto são os romances e as comédia românticas (chick-lits).

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)