Boneco de Neve – Jo Nesbø – #Resenha

/, Jo Nesbø, Livros, O Blog da Mari, Resenhas/Boneco de Neve – Jo Nesbø – #Resenha

Sinopse: Considerado seu livro mais ambicioso pelo jornal inglês The Guardian e comparado a Silêncio dos Inocentes, de Thomas Harris, pelo The Times, Boneco de neve é o seu livro mais arrepiante. No dia da primeira neve do ano, na fria cidade de Oslo, o inspetor Harry Hole se depara com um psicopata cruel, que cria suas próprias regras; O terror se espalha pela cidade, pois um boneco de neve no jardim pode ser um aviso de que haverá uma próxima vítima. No caso mais desafiador da sua carreira, Hole se envolve em uma trama complexa e mortal, com final surpreendente.

Ficha Técnica

Boneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Boneco de Neve – Skoob

Titulo Original: Snømannen- Goodreads

Autor(es): Jo Nesbø

Tradução: Grete Skevik

Editora: Record

Ano: 2013

ISBN: 978- 85-01-09480-3

Série: Harry Hole

Volume: 07

Número de páginas: 420

Sobre o Autor

Boneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Jo Nesbo vive em Oslo. É músico, compositor e economista, além de ser um dos escritores mais bem-sucedidos e aclamados na Europa atualmente. Seu primeiro romance policial estrelado pelo detetive Harry Hole tornou-se sucesso instantâneo na Noruega, conquistando o prêmio Glass Key por melhor romance nórdico de 1998.  Em 2004, Garganta vermelha, primeiro livro do autor publicado pela Editora Record, foi eleito o melhor romance policial de todos os tempos, pelos Clube do Livro Noruegues. Aclamado pela crítica internacional, o escritor norueguês Jo Nesbo conquistou seu lugar entre os principais nomes da literatura policial escandinava. Suas tramas complexas e inteligentes protagonizadas pelo detetive Harry Hole sempre chegam ao topo da lista de mais vendidos dos países escandinavos.

Booktrailer

Opinião da Nathy

Esse foi um dos melhores livros se não for o melhor livro que tive o prazer de ter feito a leitura, por isso espero conseguir passar para vocês exatamente como me senti ao finalizar o livro. Quando vi que seria um dos lançamentos da editora record e que foi considerado tão arrepiante como silêncio dos inocentes fiquei enlouquecida desejado o livro e não me arrependi nenhum um pouco. Todo o enredo é tão bem elaborado que passava da metade do livro e não sabia com certeza quem estava por trás desses assassinatos, mas bolei uma teoria muito boa que depois de um tempo a pessoa que jurava ser a criminosa na verdade era completamente inocente. Esse é o tipo de livro que te faz pensar e imaginar várias possibilidades sem realmente conseguir chegar perto da realidade. Nem preciso dizer que já virou favorito e que pretendo ler outros livros desse autor.

Com a narrativa em terceira pessoa o leitor entra em um mundo bastante complexo de como funciona a mente de um assassino e do melhor detetive Harry Hole que com as pistas mais inesperadas conseguiu enxergar além das possibilidades. O melhor de tudo é que as cenas não ficam focadas somente em Harry e sua sede de investigar quem está por trás dos assassinatos das mulheres e dos bonecos de neves deixado em suas casas, o leitor também passa a se identificar com a vida pessoal de Harry, Katrine e alguns fatos do passado. Quando um capítulo finaliza o leitor é levado para o passado e assim tentar juntar as peças do que pode estar acontecendo nesse enredo, mas como disse acima nada é exatamente o que parece.

O boneco de neve… Nós vamos morrer.

O detetive Harry Hole é um personagem que facilmente se poderia encontrar nas delegacias do mundo inteiro, um homem completamente viciado em seu trabalho e na luta constante de solucionar casos mais complexos, porém em sua vida pessoal as coisas são piores não consegue dedicar o tempo necessário para sua namorada – por isso terminaram a um bom tempo – e ainda tenta lidar com o fato de ser alcoólatra, tudo isso juntando com o caso do boneco de neve que parece estar o desafiando deixa o personagem a beira de um colapso. Fiquei fascinada com ele e seu modo de enfrentar todos os problemas, ainda que em alguns momentos eu achei que pisou na bola foi totalmente compreensível.

Já o autor dos bonecos de neve teve uma participação muito forte no livro inclusive estava o tempo todo na minha frente, mas nem foquei nessa pessoa achava que era somente mais um personagem para preencher espaço, porém a mente sagaz dele e o modo de conseguir matar essas mulheres sem deixar pistas que possam deixá-lo na linha de suspeitos foram maravilhosos, todas as mortes e suas ligações foram muito bem elaboradas e como disse me deixou fascinada, assim como a explicação do porque estava cometendo esses assassinatos, geralmente nesse ponto os autores se perdem e inventam qualquer história que me deixa muito frustrada, mas Jo conseguiu se superar e me deixar muito satisfeita com esse desfecho. Gosto exatamente desse jeito quando o assassino está diante dos nossos olhos, mas nem imaginamos que poderia ser essa a pessoa.

Em breve virá a primeira neve. E então ele aparecerá outra vez. O boneco de neve. E, quando a neve suir, ele terá levado alguém consigo. O que você deve se perguntar é: ‘Quem fez o boneco de neve? Quem faz bonecos de neve? Quem deu à luz The Murri?’ Porque o boneco de neve não sabe.

Nessa investigação o leitor conhece a nova parceira de Harry, a jovem e atraente Katrine Bratt. Uma detetive realmente muito boa, porém um tanto obcecada com esses assassinatos em alguns momentos cheguei a questionar esse empenho dela, pois sabia que o assassino na verdade queria lutar contra o melhor e a forma mais interessante de se fazer isso é ficando ao lado dessa pessoa. Não gostei tanto assim da personagem e achei muitas vezes irritante demais com um ar de superioridade em cima dos outros detetives que me fazia ficar com mais raiva, pois ninguém é melhor do que ninguém.

Os mesmos sentimentos tive em relação à Rakel, ex-namorada do Harry, em todos os momentos ficava jogando na cara do homem que estava feliz em sua nova relação e que nada mudaria entre os dois, porém de repente já estava nos braços do Harry e questionando as relações que estava tendo. Disso tudo somente conseguia ver como essa relação era tóxica para o Harry que tentava se libertar e seguir em frente, mas ela parecia não deixar por gostar do controle que tinha sobre o homem, a única coisa boa disso era seu filho Oleg que amava o Harry e tinha esse amor correspondido.

Um ano e meio. Planejamos nos casar no verão.

Obviamente recomendo esse livro, mas para todos aqueles que amam um bom romance policial cheio de intrigas e pistas que deixam o leitor enloquecido, não vá esperando um romance bonitinho sem mortes e com o mocinho tomando redeas da situação e salvando a mocinha em perigo esse é um enredo bem mais intenso.

Quote Favorito

Boneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Boneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEu amei essa capa com um boneco de neve na frente, afinal de contas é tudo sobre isso e amei ainda mais o fato da editora não ter diferenciado da original e feito algo bem estranho. A diagramação é simples, com cada capítulo iniciando em uma nova página, porém com uma marcação para o leitor se identificar onde se encontra na parte da história, somente em alguns momentos dentro do capítulo e tinha mudança de cena que tinha algo para marcar que estava partindo para outra parte. As páginas são amarelas e não encontrei nenhum problema na tradução.

Nota da Nathy

Boneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMBoneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMBoneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMBoneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMBoneco de Neve - Jo Nesbø - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • Flaggermusmannen – Harry Hole, #1 – Sem previsão de lançamento no Brasil
  • Kackerlackorna – Harry Hole, #2 – Sem previsão de lançamento no Brasil
  • Garganta Vermelha – Harry Hole, #3 – Lançado em 2006
  • A Casa da Dor – Harry Hole, #4 – Lançado em 2008
  • A Estrela do Diabo – Harry Hole, #5 – Lançado em 2005
  • O Redentor – Harry Hole, #6 – Lançado em 2009
  • Boneco de Neve – Harry Hole, #7 – Lançando em 2013
  • O Leopardo – Harry Hole, #8 – Lançado em 2014
  • Phantom – Harry Hole, #9 – Sem previsão de lançamento no Brasil
  • Police – Harry Hole Novel – Sem previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

8 Comments

  1. […] Boneco de Neve – Harry Hole, #7 – Lançando em 2013 – Resenha […]

  2. […] Boneco de Neve! Um dos melhores suspenses que já li, sem dúvida o meu favorito. […]

  3. Marina 3 de julho de 2014 at 10:48 - Reply

    Correção de lançamentos e datas:

    1 -Flaggermusmannen – Harry Hole / The Bat (traduzido e lançado em inglês em 2012. Editora VINTAGE BOOKS) Sem previsão de tradução para português

    2- Kackerlackorna – Harry Hole / The Cockroaches (traduzido e lançado em inglês em 2013. Editora VINTAGE BOOKS) Sem previsão de tradução para português

    3- The Redbreast – Harry Hole / Garganta vermelha (traduzido e lançado em português em 2006. Editora Record – Coleção Negra)

    4- Nemesis – Harry Hole / A casa da Dor (traduzido e lançado em português em 2008. Editora Record – Coleção Negra)

    5- The Devil’s Star – Harry Hole / A Estrela do Diabo (traduzido e lançado em português em 2005. Editora Record)

    6- Frelseren – Harry Hole / The redeemer (traduzido e lançado em inglês. Editora RANDOM HOUSE-UK) / O Redentor (traduzido e lançado em português em 2009)

    7- Boneco de Neve – Harry Hole / The Snowman (traduzido e lançado em inglês em 2010. Editora RANDOM HOUSE) / O Boneco de Neve (traduzido e lançado em português em 2013)

    8- The Leopard – Harry Hole (traduzido e lançado em ingês em 2011. Editora RANDOM HOUSE) Sem previsão de tradução para português

    9- Phantom – Harry Hole (traduzido e lançado em ingês em 2012. Editora RANDOM HOUSE) Sem previsão de tradução para português

    10- Police – Harry Hole ( traduzido e lançado em inglês em 2013. Editora RANDOM HOUSE) Sem previsão de tradução para português

    OBS: Todos os livros que só tem tradução em inglês já encontram-se disponíveis para venda no Brasil. Uma das livrarias de fácil acesso para a compra de livros importados é a Livraria Cultura e estão a um preço bem acessível.

    • Nathalia Garcia 7 de julho de 2014 at 17:54 - Reply

      Ola Marina!!!

      Obrigada pela informações, irei arrumar na resenha, não coloquei que já foi publicado em inglês porque somente avisamos quando lançados em português =)
      Beijos

  4. Fernando 7 de maio de 2014 at 17:39 - Reply

    Estou lendo o livro. Só achei que tem muito spoiler indireto na resenha, como dizer que o assassino estava o tempo todo na sua frente durante a leitura. =((

  5. […] é ruim e acredito que tive essa visão um tanto negativa por ter iniciado sua leitura logo após Boneco de Neve que foi a melhor leitura que fiz esse ano, portanto teria esse mesmo problema com qualquer outro […]

  6. Mari 3 de dezembro de 2013 at 20:34 - Reply

    Este livro é continuação de algum outro?

    • Marina 3 de julho de 2014 at 11:03 - Reply

      O antecessor de “O Boneco de Neve” é o “O Redentor”. As histórias, os crimes em si não estão interligados por isso não dá para dizer bem que é uma continuação. Cada livro tem um enredo diferente, porém em cada livro há uma clara conexão e continuidade entre os estados emocionais e acontecimentos na vida pessoal do inspetor que impactam diretamente nas suas atitudes e decisões durante as investigações e esse estado emocional e essas situações (como seu relacionamento caótico com o amor de sua vida Rakel) parecem que vão se intensificando cada vez mais conforme cada caso que ele resolve e isso parece que aumenta gradativamente o nível de ação em cada leitura, a cada livro você espera alguma loucura a mais do detetive criando uma ansiedade e necessidade no leitor (pelo menos em mim xD) de acompanhar as histórias subsequentes como que esperando a “bomba explodir”. Adoro esse suspense, essa adrenalina e a sensação que uma coisa maior está para acontecer, fora a própria genialidade do autor em organizar os eventos e as ideias de modo tão misterioso e com soluções tão brilhantes que é impossível largar o livro até o fim, por isso eu ADORO jo nesbo. xD

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)