Esse episódio teve uma temática que já estamos mais do que cansados de assistir, porém nunca deixo de assistir quando se trata de bullying porque por mais que as pessoas fiquem irritadas falando que na sua época não tinha essas coisas que eram somente brincadeiras, para a pessoa que sofreu isso nunca foi somente uma brincadeira uma marca fica para o resto da vida que as outras pessoas não imaginam e nem compreendem, por isso gostei demais do episódio. Continue lendo e saiba mais a minha opinião lembrando que CONTÉM SPOILERS para quem ainda não assistiu.

Começo dizendo que nada, absolutamente nada, justifica uma pessoa tirar a vida de outra, porém tem aqueles momentos de humilhações que passamos e que de alguma forma gostaríamos que as pessoas que fizeram isso sentissem na pele. Foi o que ocorreu nesse episódio com o assassino querendo na verdade vingar a morte de seu único amigo que teve que desfilar pela escola vestindo uma calcinha e o pior que a direção não fazia nada apenas um aperto de mãos e depois o menino que sofreu isso foi encontrado morto, após cometer suicídio. Todos deveriam se voltar não apenas para aqueles que fazem bullying, mas também para as ‘autoridades’ que ficam de braços cruzados sem fazer nada.

Criminal Minds - 9X11: Bully - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Também foi mostrado um pouco mais do passado de Blake e até que simpatizei com ela e fiquei morrendo de pena, não deve ser fácil voltar para o local onde tem tantas lembranças ruins e um irmão que não consegue entender seus sentimentos. Não sentia como se ele estivesse sofrendo por causa da distância entre os dois e sim porque o pai nunca reconhecia seus esforços como detetive e ficava focado em Blake que era uma agente do FBI, fiquei feliz com o desfecho entre eles.

Irmãos e irmãs são tão próximos quanto mãos e pés. Blake

Comentários Rápidos

  • A série retorna dia 15 de janeiro
  • Próximo episódio – The Road Home