Harry Potter e a Ordem da Fênix – J.K. Rowling – #Resenha

Home/Harry Potter e a Ordem da Fênix, J.K. Rowling, Livros, O Blog da Mari, Resenhas, Rocco Jovens Leitores/Harry Potter e a Ordem da Fênix – J.K. Rowling – #Resenha

Sinopse: Neste quinto livro da saga, o protagonista, numa crise típica da adolescência, tem ataques de mau humor com a perseguição da imprensa, que o segue por todos os lugares e chega a inventar declarações que nunca deu. Harry vai enfrentar as investidas de Voldemort sem a proteção de Dumbledore, já que o diretor de Hogwarts é afastado da escola. E vai ser sem a ajuda de seu protetor que o jovem herói enfrentará descobertas sobre a personalidade controversa de seu pai, Tiago Potter, e a já anunciada morte de alguém muito próximo. O desaparecimento de um dos personagens centrais da trama é um dos trunfos de A Ordem da Fênix que, com isto, transforma-se no livro mais dramático da série até agora. Não foi por acaso que J. K. Rowling chegou às lágrimas escrevendo.

Ficha Técnica

Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Harry Potter e a Ordem da Fênix – Skoob

Titulo Original: Harry Potter and the Order of the Phoenix – Goodreads

Autora: J.K. Rowling

Tradução: Lia Wyler

Editora: Rocco

Ano: 2001

ISBN: 978-85-325-2309-9

Série: Harry Potter

Volume: 05

Número de páginas: 702

Sobre os Autores

Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

J. K. Rowling  é escritora britânica. Nasceu no dia 31 de julho de 1965 em Yate na Inglaterra. Passou a maior parte de sua infância na cidade de Chepstow que tem algumas referências em seus livros. Desde de pequena queria ser escritora, quando tinha seis anos de idade escreveu seu primeiro livro de ficção chamado ‘A história de um Coelho chamado Coelho’. Em seu tempo na faculdade estudou Língua e Literatura Francesa, passou um ano na França fazendo um curso de especialização. Quando retornou paa Inglaterra trabalhou como secretária e investigadora, após um tempo decidiu deixar o cargo e se mudou para Portugal onde ficou  por cinco anos, nesse tempo passou a dar aulas de inglês e retomava sua trajetória como escritora. Em uma viagem de Manchester para Londes surgiu a ideia de escrever a série Harry Potter. Do momento que o primeiro livro foi publicado em 1997 a série de tornou um fenômeno. Foi casada com Jorge Arantes e tiveram uma filha.

Book Trailer

Opinião da Nathy

A cada novo livro dessa série eu compreendo ainda mais a revolta dos fãs dos livros com relação aos livros, pois até cenas que decidiram deixar nos filmes foram modificadas de uma forma que não fazia o menor sentido e até mesmo personagens que fazem total diferença no desenrolar da trama foram esquecidos nas adaptações. Esse é o maior dos livros e o meu terceiro favorito, porque a forma como a autora conseguiu desenrolar toda a trama e até mesmo modificando meus sentimentos por alguns personagens foi perfeito. Ainda que tenha sentido muita da adaptação quando estava lendo continuo gostando de ambos, a única coisa ruim é que fico imaginando como seria determinada cena se tivesse sido colocada no filme.

Mais um ano se passa e novamente Harry se encontra diante de ameaças muito mais poderosas do que já enfrentou antes, dessa vez tem que impedir que Lord Voldemort consiga algo que não colocou as mãos na última vez além de ter que lidar com o fato de muitas coisas estarem acontecendo ao seu redor sem que tenha a menor ideia do que se trata. Uma coisa da qual gosto nos livros é que seus tios nunca são esquecidos, por mais que não amem o menino tem um papel muito importante em sua criação e proteção contra as forças do mal, são três personagens totalmente irritantes que muitas vezes me fez desejar que Harry quebrasse as regras e acabasse fazendo algo contra eles, mas logo suas cenas acabavam e podia respirar fundo.

Então… então… eles… hum… eles… hum… eles realmente existem, esses… hum… esses tais de dementis ou lá o que sejam? | Tio Válter

Aliás, o que não faltou nesse livro foram personagens realmente irritantes. Primeiro com Harry e seu comportamento de estar sempre irritado com as pessoas ao seu redor sem motivo aparente, depois na crença de que tem que resolver todos os seus problemas sozinho, ainda que não quisesse colocar em risco a vida de seus amigos os mesmos estavam dispostos a tudo para estar ao seu lado. A Hermione que era minha segunda personagem favorita está saindo um pouco do controle, uma personagem que a cada novo livro mostra como é tensa e não aproveita os momentos, entendo que sempre temos que ter alguém do nosso lado com juízo para nos colocar na terra, mas ela vai além dos limites e quis bater demais nela. Por incrível que pareça Rony foi o único que não me estressou dos três e teve momentos realmente engraçados.

O que me fez ficar muito irritada com o filme foi à falta de presença de Sirius Black quando estavam acontecendo todas essas coisas na vida do Harry, porém no livro minha visão mudou completamente. Além de achá-lo um personagem muito forte e com carisma que falta em alguns, senti uma pena muito grande em diversos momentos justamente por ver que ele mal conseguia controlar os próprios sentimentos. Fiquei muito mais emocionada com seu destino no final do livro e olha que já no filme tinha sofrido demais. Fico imaginando que tudo pela qual passou não deve ter sido nada fácil e as pessoas ao seu redor pareciam não ter um pingo de sensibilidade, sei que isso era com que estavam menos preocupados, mas ainda assim acho que poderiam ter sido mais carinhosos.

Me diga, como anda Lúcio Malfoy ultimamente? Imagino que encantado com o fato do seu cachorrinho de estimação estar trabalhando em Hogwarts, não? | Sirius Black

Com algumas mudanças acontecendo dentro de Hogwarts uma personagem que ultrapassou meus desejos de que alguma coisa lhe acontecesse foi a Umbrigde, tudo o que queria era que aquela risadinha irônica acabasse e ela ficasse com a cara no chão. Uma bruxa sem o menor escrúpulo que fez coisas realmente horríveis durante o livro e apesar de tudo não teve um destino muito ruim, estava louca para que tivesse ganhado um beijo do dementador.

O romance também ficou em uma maior evidência gostei de ver a evolução dos sentimentos do Harry pela Cho, não torço pelos dois, mas acho que ele precisava ter algum envolvimento com ela para poder ver que nem sempre aquilo que desejamos é o que estamos esperando. A Cho passa boa parte do livro sofrendo pela morte do Cedrico e consigo entender perfeitamente porque estava se sentindo desse jeito, não seria nada fácil perder a pessoa que ama de uma forma bem trágica e somente conseguia ver que ela estava usando o Harry para poder saber mais sobre essa morte. Enquanto, Gina que é uma personagem que somente cresceu desde o primeiro momento que apareceu, amei ver como conseguiu de certa forma superar seus sentimentos pelo Harry e mostrar que não iria esperar eternamente para que ele percebesse de quem realmente gostava.

Pois foi burrice sua uma vez que não conhece ninguém que tenha sido possuído por Você-Sabe-Quem além de mim, e eu posso lhe dizer como essa pessoa se sente | Gina

Dumbledore como sempre é misterioso e evita revelar todos os seus segredos ao Harry por ter seus motivos, agora uma coisa que me incomoda demais é a sua fé cega em Snape, sei que tem motivos para isso e tudo mais, porém acho que poderia ao menos questionar alguns momentos. Muitas pessoas gostam do Snape pelas suas atitudes no último livro/filme, mas em minha visão nada justifica o seu comportamento. Agora quem me deixou em um conflito muito grande foi a Belatriz, morri de ódio do que fez, porém é uma personagem muito bem construída e maravilhosa.

Se você já começou essa série de livros ou não tem coragem de pegar no primeiro recomendo que deem uma chance, pois vão se encantar com essa trama.

Quote Favorito

Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMAs capas continuam mantendo um padrão maravilhoso, eu acho que é a minha favorita justamente porque amo a cor azul e combinou demais com o momento. Somente acho que o nome do livro e da autora poderia ter tido um destaque muito maior, pois ficou bem apagada. A diagramação está ótima, com uma tradução muito boa não encontrei problemas quando estava lendo. Cada capítulo continua iniciando em uma nova página com o nome do capítulo logo embaixo. Na minha versão as páginas são brancas, não tenho nenhum problema com isso, mas tem leitores que preferem as páginas amarelas.

Nota da Nathy

Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Harry Potter e a Ordem da Fênix - J.K. Rowling - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • Harry Potter e a Pedra Filosofal – Lançado em 2000
  • Harry Potter e a Câmara Secreta – Lançado em 2000
  • Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban – Lançado em 2000 – Resenha
  • Harry Potter e o Cálice de Fogo – Lançado em 2001 – Resenha
  • Harry Potter e a Ordem da Fénix – Lançado em 2003
  • Harry Potter e o Enigma do Príncipe – Lançado em 2005
  • Harry Potter e as Relíquias da Morte – Lançado em 2007

Onde Comprar

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

8 Comments

  1. Maisa Schvind Sydor 24 de fevereiro de 2014 at 13:44 - Reply

    pra mim esse é o melhor livro da série, tb acho q o filme deixou muito a desejar, acho q a única forma dele parecer mais com o livro era se tivesse dividido em dois filmes.
    achei um absurdo terem cortado as partes importantes do Sirius no filme,
    mais pra mim o personagem mais prejudicado foi a Gina, ela é muito mais legal nos livros e em todos os filmes a participação dela é no mínimo sem importância, já nos livros ela participa de tudo, até no romance dela com o Harry q vai sendo construido as longo dos livros, no filme tem aquela cena “estranha” do Harry fechando o vestido dela e tb aquele beijo mais estranho ainda!
    bjks

    • Nathalia Garcia 25 de fevereiro de 2014 at 13:41 - Reply

      Realmente e não teria nenhum problema dividir em duas partes, com o último foi desse jeito e já estavam ganhando muito dinheiro por isso dava muito bem para fazer uma adaptação melhor.
      Nos filmes acaba que a morte dele fica meio sem importância como se não tivesse participado de nada e por isso merecia morrer e tals, mas nos livros ele tem cenas de muita importância e explica um pouco dos seus sentimentos.
      Nesse livro principalmente ela tem uma participação maravilhosa sempre mostrando ao Harry que não está sozinha que entende o que está passando e que poderia muito lhe ajudar mais. Também acho legal o fato de mostrarem como ela se envolve com outros personagens mesmo amando o Harry, para deixar claro que se ele não quer tem quem queira rs.
      Beijos

  2. Pah 27 de dezembro de 2013 at 19:39 - Reply

    Um dos meus favoritos, ainda prefiro o prisioneiro, quanto a capa o ruim é que a tinta do titulo sai com o tempo (e nem é tanto tempo assim, qndo terminamos de ler aqui em casa, metade já tinha saido).
    A familia dele tem uma grande importancia sim, e mais ainda será revelado, o mais surpreendente para mim foi a atitude do primo no último.
    Eu gosto das adaptaçoes, exceto da terceira, ficou legal, mas foi o que mais mudaram, nesse há diferenças e senti a falta do Dobby, mas fazer o q?!
    bjos
    Pah – http://dicalivros.blogspot.com

    • Nathalia Garcia 5 de janeiro de 2014 at 13:13 - Reply

      @disqus_D16GVQOwzE:disqus Também prefiro o prisioneiro nada vai tirar ele do posto de mellhor livro haiuhaiuhauiauiah Gosto como eles são mostrados ainda que façam tanto mal para o Harry.
      O dobby é lindo demais e deixam de lado, acho que vc tem que mostrar as coisas como são nos livros ainda que não coloquem tudo.
      Beijoss

  3. Luiza Elias Barbosa 27 de dezembro de 2013 at 11:03 - Reply
  4. sorayaestrela 26 de dezembro de 2013 at 23:18 - Reply

    Meu livro favorito da saga. Lembro que qdo terminei CdF do meu amigo, ele não pode me emprestar esse pois já estava emprestado e pela 1a vez li no computador. E nem era um laptop era desktop. Mas era impossível largar esse livro.

    Eu não odeio a adaptação como odeio a do Príncipe Mestiço (na próxima review explico pq me recuso a usar o título em Pt) mas sinto falta de muitas cenas, principalmente do Quadribol. Como queria gritar “O Weasley é nosso Rei”.

    Esse é o livro que Harry começa a se aproximar da Ginny e gosto mto como ela começa a mostrar sua verdadeira personalidade.

    Outra coisa que qdo li pela 1a vez era que torcia tanto pro Ron e Hermione começassem um namoro. Amo o beijo que ela dá no bochecha dele antes do jogo e ele fica passando a mão no rosto. <3

    É mto triste a morte do Sirius, ele merecia um final mais feliz. Bellatriz é uma personagem que amo odiar e foi perfeitamente interpretada pela Helena Bonham Carte.

    Só não gosto qdo Harry fica furioso com Bellatrix e usa uma maldição imperdoável nela. Lembro de gritar "Não Harry!"

    Se era pra ele usar a Maldição Cruciatus em alguém que fosse na Umbrigde. Como eu odeio essa personagem. Ela é a que mais odeio na saga inteira, até mais que Voldemort. Eu desejei toda coisa ruim pra ela durante todo livro.

    Sobre o Snape só tenho algo a dizer, no finado orkut eu fazia parte de um comunidade chamada "Eu confio no Snape." E a razão pra eu confiar nele é, o Dumbledore confia nele. Isso pra mim já é suficiente.

    E graças a essas reviews estou relendo os livros, Já cheguei nesse. Espero ansiosa pelo próximo. =)

    • Nathalia Garcia 5 de janeiro de 2014 at 13:12 - Reply

      @sorayaestrela:disqus Consigo entender a sua raiva com o filme e como mostraram, acho que minha maior frustração é em relação a Ginny e o Harry porque os dois começam a ter essa relação mais apronfudada e no filme não mostra nada disso fica focado em outro lado que nem tem nos livros.
      Sirius morrendo partiu meu coração de novo, acho que foi muito mal compreendido e merecia um final muito melhor, apesar de que parecia que tudo o que fazia era porque queria mesmo morrer pela causa.
      Hermione e o Rony mereciam ter ficado juntos desde esse livro ou no próximo colocando seus sentimentos em jogo, até que gostei deles juntos no livro.
      Agora o Snape me deixa um pouco irritada durante os livros e não consegui gostar dele da forma como todos fazem.
      Beijos

      • sorayaestrela 7 de janeiro de 2014 at 13:57 - Reply

        O que acho interessante da minha relação com Snape, mesmo antes de saber o final, é não gostava dele. Ele é mega injusto com Harry e tds da Grifinória, mtas vezes ficava com raiva dele (até pq somos influenciados pelos sentimentos do Harry). Mas mesmo assim sempre confiei nele.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)