Sinopse: Alice cresceu apaixonada por Nova York. Mas sempre que tentava ir à Big Apple acontecia algo para atrapalhar seus planos. Quando um vídeo na internet fez com que ela virasse a piada de sua cidade e também do país, largou tudo e finalmente foi para Manhattan passar um tempo e tentar ser “esquecida por todos”. Estudando numa universidade americana, com novos amigos, um lindo namorado e um apartamento de cair o queixo, Alice pensou que tinha deixado o passado um tanto comprometedor para trás. Só que não foi bem assim que aconteceu. Ela não era mais anônima nem mesmo na nova cidade. Clique aqui para ler o primeiro capítulo.

Ficha Técnica

I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: I Love New York – Skoob

Titulo Original: I Love New York – Goodreads

Autora: Teca Machado

Tradução: Livro Nacional

Editora: Novo Século

Ano: 2013

ISBN: 978-85-428-0097-5

Número de páginas: 260

Sobre os Autores

I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Teca Machado é uma devoradora de filmes e livros desde 1988 (na verdade, desde 1994, quando aprendeu a ler) e de vez em quando é jornalista em Cuiabá, Mato Grosso, cidade onde nasceu. Alguém que compra livros porque gostou da capa, que chora até com propaganda de margarina, que é apaixonada por trailers, que tem gostos mais adolescentes do que meninas de 14 anos, que sonha com dinossauros e com o Bon Jovi, que dança enquanto dirige e que pretende ser uma autora de um chick lit best-seller.

Opinião da Mari

I Love New York foi o último livro que li por completo em 2013 e posso dizer que não poderia ter fechado o ano de forma melhor. Quando Teca me apresentou a ele, li a sinopse, o primeiro capítulo e fiquei com aquela sensação de quero mais. Terminei a leitura satisfeita, apaixonada por Matheus, com mais um livro na lista de favoritos e Teca na minha lista de escritoras nacionais prediletas. Nossa Mari, mas o que o livro tem de tão especial? Hum, sabe aquela coisa de que menos é mais?! Pois é. Teca não fica inventando moda, ela nos mostra o amor de Alice por Nova York, a forma que a garota lida com seus problemas e um romance lindo e divertido (ponto) e isso é mais do que suficiente para mim.

Este é o primeiro romance/chick-lit da autora, mas do meu ponto de vista ela acertou em cheio ao não fugir muito do que acredito ser sua realidade. A veracidade dos sentimentos de Alice, em diversos momentos, me fez parar para refletir se estava lendo a história dela ou de Teca. Claro que há a parte fictícia da história – pelo menos eu espero que autora não tenha sofrido como Alice -, mas não me surpreenderia se muito do que foi escrito tenha sido realmente vivenciado por ela. Alice tem seus momentos de princesa – muitos vão desejar ter uma tia Wanda na vida – porém é uma personagem real, com desejos e dramas como qualquer outro jovem adulto.

♫ Sou bonitinha, atrevida, mas meu homem me traiu ♪ Com a Amanda, minha amiga, onde é que já se viu? ♫ Oxigenada e baranga, o meu homem ela roubou ♪ Mas, muito antes disso, ele me trocou. ♫

Quando li o trecho acima na contracapa do livro pensei “puts não acredito que estou lendo este spoiler”, mas posso afirmar que este é o menor dos problemas de Alice, nas primeiras páginas já sabemos todos os detalhes do ocorrido, que a levam a tão sonhada Nova York. E falando na cidade que nunca dorme, preciso dizer que foi maravilhoso fazer essa viagem com Alice, principalmente depois de ter minha viagem planejada e cancelada para cidade (o que também em determinado momento aconteceu com ela). Espero ter a mesma sorte e quem sabe encontrar um Mateus (ou um Juan) dando sopa na Times Square quando eu estiver por lá.

Quanto ao Mateus acho difícil alguém não se apaixonar por ele. O garoto é lindo, cheiroso (fato este mencionado diversas vezes no livro – me pergunto qual perfume Mateus usava), autoconfiante, divertido, carinhoso, beijava bem e ainda queria ter um relacionamento sério. Sim ele é do tipo perfeito, ainda que como todo mundo tenha seus próprios problemas. Já Juan é do tipo cafajeste irresistível. Um milionário espanhol, aproveitando o anonimato de Nova York para curtir sua vida de solteiro. Não da para torcer pelo garoto neste momento – na verdade em alguns momentos tive vontade de bater nele – mas eu amaria ler um livro, mostrando o momento em que o rapaz “aquietaria o facho” ao encontrar sua alma-gêmea (sim sou dessas que sempre se apaixona pelo cara errado, mas acredita que o amor é capaz de mudar tudo). #fikadicateca

– Que gracinha seu avental! – comentei rindo e apontando para o avental cor-de-rosa com bolinhas marrons e babados que ele usava.
– Foi o único que encontrei. Além disso, fiquei tão sexy com ele! I’m sexy and I know it… – cantarolou a música do LMFAO.

Além de Matheus e Juan, o livro ainda tem duas personagens coadjuvantes bem estereotipadas, Mimi e Clara. As duas são gêmeas, aprontam demais e são bem alegres em todo o momento imaginei as duas japonesas vistas na série Touch – ainda que no livro as duas fossem chilenas. A família de Alice também é parte importante na história, não sei se ela teria conseguido lidar com tudo o que passou se não os tivesse ao seu lado.

Enfim, a narrativa é realizada em primeira pessoa e fluiu muito bem, mas alguns pontos me incomodaram. O livro possui diversas referências a filmes, séries e personagens famosos, o que inicialmente gostei muito, mas depois achei excessivo. Também não me agradou muito a quantidade de comentários entre parênteses. Entendo que algumas atitudes de Alice podem ser consideradas infantis para algumas pessoas e por isso a autora criou uma forma de justificá-las, mas não acho que era necessário. Até porque há muitas mulheres-meninas e meninas-mulheres nesse mundo, certo?!

Quote Favorito

I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMConfesso que não gostei muito da capa do livro e gostaria muito de ver o que a Adriana Brazil faria para representar a história, que vai muito além de New York, ainda que esse seja o cenário principal da história. Não estou desprezando o trabalho da capista do livro, os detalhes em relevo mostrando um pedacinho de NY são legais, apenas não achei que ela é tão atrativa quanto a história. E claro citei a Adriana, pois admiro muito seu trabalho.

I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Em compensação a diagramação do livro está ótima. Há detalhes nas páginas iniciais e finais do livro, os capítulos começam em uma nova página e possuem uma fonte diferenciada. As páginas são amarelas e a letra possui um tamanho bom para leitura, visto que o livro tem o formato 21 x 14 cm.

Nota da Mari

I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM I Love New York - Teca Machado - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Teca Machado. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da autora do livro.”