Sinopse: Flint is tall, gorgeous and dangerous. He’s a cyborg-the absolute ultimate alpha male. He takes what he wants and holds what is his. Mira is his now. He takes her aboard his ship and has her branded with his mark. He captured her, owns her, and she will serve his every need.

Mira is instantly drawn to Flint, fascinated by his seductive appeal. The sex between them is smoking hot. Until she finds out he is a breeder, contracted to a dozen cyborg women, and she is no more than a possession. Mira won’t share her cyborg and she belongs to no one-not even to a man who has captured her heart. She doesn’t know if cyborgs feel… anything. Can Flint love her? Mira is determined to find out, no matter how much trouble she makes for the big guy.

Flint é alto, lindo e perigoso. Ele é um cyborg – o absoluto último macho alfa. Ele toma o que quer e segura o que é seu. Mira é sua agora. Ele a leva a bordo de seu navio e a marca como sua. Ele a capturou é seu dono e ela irá servir todas as suas necessidades.

Mira é instantaneamente atraída por Flint, fascinada pelo seu apelo sedutor. O sexo entre eles é muito quente. Até que ela descobre que ele é um reprodutor, contratado por dúzia de cyborgs mulheres e ela nada mais é que uma propriedade. Mira não compartilhará seu cyborg e não pertence a ninguém, nem mesmo ao homem que conquistou seu coração. Ela não sabe se cyborgs sentem… Qualquer coisa. Pode Flint amar? Mira está determinada a descobrir não importa quanto problemas traga ao grandalhão.

Ps. Se utilizar a sinopse, mantenha os créditos.

Ficha Técnica

Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: N/A

Titulo Original: Burning up Flint – Goodreads | Skoob

Autora: Laurann Dohner

Tradução: N/A

Editora: Ellora’s Cave

Ano: 2010

ISBN: 978-14-19-92674-7

Série: Cyborg Seduction

Volume: 01

Número de páginas: 196

Sobre a Autora

Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Laurann Dohnner é em tempo integral supervisora da casa (acha que essa palavra é melhor do que simples dona de casa). Conheceu o homem dos seus sonhos há vinte anos, tem um casamento feliz e quatro filhos. Vive atualmente no sul da Califórnia e não funciona sem café gelado. É uma grande fã de livros, acredita em romance e sempre foi sonhadora. Escreveu poesia na sua adolescência e logo começou com histórias curtas. Seu primeiro livro foi escrito quando leu um livro que a irritou demais com personagens horríveis e a trama foi se desgastando, então pensou ‘Eu poderia fazer melhor’. Escreveu seu primeiro romance Sci-Fi em 2009 e conseguiu publicar pela Elloras.

Opinião da Nathy

Hoje queria apresentar para vocês uma nova autora que tem várias séries de livros muito legais, a conheci através dos Novas Espécies – um dia pretendo escrever sobre eles – e desde então não parei mais, indo de uma série para a outra até chegar ao ponto de estar na ansiedade para que os novos livros sejam lançados o mais rápidos possível lá fora. Por publicar seus livros pelo selo Elloras Cave muitas pessoas tem preconceito por pensar que tudo se trata somente pelo sexo, mas nem sempre é assim, várias autoras assim como a Laurann conseguem transmitir mais além do que uma satisfação passageira e faz com que suas leitoras ficam desejando ter pelo menos um desses em sua vida.

Burning up Flint é o primeiro volume de uma série de atualmente com oitos na qual os mocinhos são cyborgs. Confesso que apesar de gostar da escrita da autora estava com muito receio de começar essa leitura, afinal de contas era a primeira vez que tinha contato com esse gênero, qual não foi a minha surpresa ao me encantar por Flint e desejar os próximos volumes, consegui fazer a leitura desse livro em um dia e em menos de uma semana já ter terminado os setes livros. A narrativa é em terceira pessoa e flui de maneira maravilhosa, principalmente quando Flint resolve que tem que proteger Mira de todas as situações de risco e dos outros cyborgs que ficam loucos querendo estar junto dela.

Mira eyed the cyborg standing next to her, still gripping her hand. His name was Flint. The government had announced that they’d destroyed every last cyborg model made but they had obviously lied since she was staring at four of them.

Como uma humana muito determinada Mira não cansa de expor suas opiniões e enfrentar quem for necessário por sua liberdade ou para ser feliz ao lado do cyborg que conquistou seu coração. Ela não abaixa a cabeça para ninguém, muito menos ao Flint e ainda que tome decisões precipitadas sem pensar nas consequências fiquei do seu lado porque nenhuma mulher quer ser tratada como uma simples propriedade. Mesmo quando percebe que já não tem mais jeito e que seu destino foi selado luta para se adaptar na nova vida e ainda faz com que o Flint se adapte a ela e aos seus costumes, afirmando que não será a única que abrirá mão de sua antiga vida.

Por um momento Flint me fez pensar que realmente não sentia nada pela a Mira e que tudo não passava de um meio para passar o tempo até encontrar a parceira ideal. Mas, ao decorrer da leitura dava para perceber que ele estava tentando aprender com o seu outro lado, aprendendo a não desligar os seus sentimentos e expô-los para Mira, não existe nada que não faria por sua felicidade e isso foi comprovado em um momento muito angustiante para os dois. Um cyborg que a marca como sua para protegê-la e ninguém mais encostar um dedo sequer nela, muito possessivo e ao mesmo tempo carinhoso, era impressionante ver que podia estar irritado com todos ao seu redor, mas somente de olhar para Mira já mostrava outros tipos de sentimentos. Teve um momento logo no começo que fiquei muito irritada com ele e tive vontade de chutá-lo ou encontrar um modo de desligá-lo pela forma fria que tratou a situação.

You belong to me now that I took you off the shuttle. On Earth cyborgs were properties of humans and you aren’t on Earth anymore, Mirasia Carver. You are now mine.

Os cyborgs para os próximos livros já são apresentados e vamos ficando na expectativa de qual será o próximo e quem será sua companheira. Nesse conhecemos vários, mas quem me marcou mais foi o Ice que parecia ter um lado muito mais sensível e que enfrenta outros tipos de problemas desde que conseguiram escapar da Terra, fiquei apaixonada demais somente por ter se apresentado. O Steel foi outro que me deixou curiosa para saber como iria agir em seu livro, porque nesse foi um completo idiota querendo usar as humanas para aprender mais sobre seu corpo para quando fosse para a cama com a mulher que escolheu manter ao seu lado, isso me deixou enfurecida pelo modo descartável que estava tratando a Mira.

Outro fato apresentado nesse livro que foi a primeira vez que ouvi falar sobre e que me tirou do sério, foi o pacto de procriação. As mulheres cyborgs tomam mais de um marido para si mesmas e caso nenhum desses seja capaz de lhe dar filhos, pode chamar um dos doze que fazem parte desse pacto para poder lhe dar um filho. Um ponto importante é que os cyborgs somente fizeram uma doação nunca podem ter contato com seus filhos, já é uma coisa péssima ser usado dessa forma e ter que manter distância deve ser mais doloroso ainda. Eles são possessivos com suas mulheres e nada mais justo do que as humanas que aparecem nos livros serem possessivas com seus homens.

I am never going to let you go. You belong to me and I belongto you.

Como disse também estava com receio de dar uma chance para essa série pensando que não poderia funcionar, mas Laurann fez de uma forma muito cativante. Se você gosta de romance com os mocinhos fortes e decididos a fazer o que estiver ao seu alcance pela felicidade de sua amada então esse livro irá te fazer suspirar.

Quote Favorito

Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

 Capas dos livros são o que mais chama atenção não adianta que se não transmitir algo logo de inicio não fará com que as pessoas se interessem e comprem. Gostei dos tons metálicos dessa capa e as tatuagens marcadas no corpo do homem, porque é algo muito importante da história. Somente acho que o nome da autora ficou muito grande assim como o nome do livro, tenho a ideia de que uma ou a outra coisa deve chamar a atenção. Esse livro eu acabei por lendo em e-book por isso não tenho muito que dizer sobre a diagramação, não tem nenhum detalhe especial que o diferencie, pelo que no que li.

Nota da Nathy

Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Burning up Flint - Laurann Dohner - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Burning up Flint – Lançado nos EUA em 2010
  • Kissing Steel – Lançado nos EUA em 2010
  • Melting Iron – Lançado nos EUA em 2010
  • Touching Ice – Lançado nos EUA em 2010
  • Stealing Coal – Lançado nos EUA em 2011
  • Redeeming Zorus – Lançado nos EUA em 2011
  • Taunting Krell – Lançado nos EUA em 2011
  • Haunting Blackie – Lançado nos EUA em 2014