Rosa Negra – Nora Roberts – #Resenha

Home/Bertrand Brasil, Livros, Nora Roberts, O Blog da Mari, Resenhas, Rosa Negra/Rosa Negra – Nora Roberts – #Resenha

Sinopse: Aos 47 anos, Rosalind Harper (Roz) é uma mulher capaz de passar pelas maiores provações sem esmorecer. Com três filhos, ela sobreviveu a dois casamentos e construiu um viveiro, de onde tira seu sustento. Ao longo dos anos, o viveiro deixou de ser apenas um ganha-pão e se tornou muito mais que isso: um símbolo da esperança e da independência dela, que divide o negócio com mais duas mulheres, Hayley e Stella, suas companheiras para todas as horas. As três são o futuro do viveiro. Contudo, esse futuro corre perigo, e Rosalind sabe que elas não podem lutar sozinhas contra o fantasma da Noiva Harper. Contratado para descobrir os ancestrais da família Harper, o Dr. Mitchell Carnegie se vê intrigado com a própria protagonista. E, conforme o mistério por trás da identidade da Noiva Harper começa a se desfazer, ela percebe com espanto que se vê atraída pelo genealogista.

Três mulheres se encontram em momentos fundamentais em suas vidas — todas em busca de novas formas de crescer — e descobrem umas nas outras a coragem de arriscar e encarar o futuro.

Ficha Técnica

Rosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Rosa Negra – Skoob 

Titulo Original: Black Rose – GoodReads

Autor(es): Nora Roberts

Tradução: Luís Santos

Editora: Bertrand Brasil (Grupo Editorial Record)

Ano: 2013

ISBN: 978-85-286-1617-0

Coleção: Trilogia das Flores

Volume: 01

Número de páginas: 347

Sobre a Autora

Rosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

J.D ROBB é o pseudónimo que a autora Nora Roberts usa para escrever a Série Mortal, ela é uma das autoras mais queridas e respeitadas no mundo. Ela tem mais 200 milhões de cópias vendidas em todo o mundo e cerca de 90 bestsellers na lista do New York Times. Nora sempre teve a vontade de escrever romances policiais, mas durante muito tempo seguindo as instruções de sua agente ela somente ficava concentrada em romances contemporâneos. Os editores da Editora Putnam, para a qual trabalhava, sugeriu que ela adotasse um pseudônimo para esse tipo de livro e eles os publicariam um por ano. As inicias J.D. vieram se seus filhos Jason e Dan, enquanto o Robb é uma abreviatura de seu próprio nome.

Opinião da Nathy

Demorei um pouco, mas finalmente está saindo à resenha do segundo livro da Trilogia das Flores. Infelizmente acho que esse é um dos livros da qual menos gosto da autora, por mais que tivesse bastante ação, uma mocinha muito determinada em não se deixar dominar e um mocinho disposto a tudo pela mulher que ama, não consegui me conectar com os personagens e parecia que o livro não chegava ao seu final. Em alguns momentos parecia que esse livro era somente para preencher um espaço para que o último livro chegasse e encerasse a série de uma forma perfeita. Tanto que já reli os outros volumes, mas esse eu não sinto vontade de reler.

Dessa vez o foco está em Roz, uma mulher que já passou por poucas e boas nas mãos dos homens e continua sofrendo com as ameaças infligidas por seu ex-marido. Ainda tem que lidar com o fato de Amélia não largar do seu pé e para descobrir uma forma de acabar de uma vez com todo esse sofrimento contrata Mitchell um genealogista capaz de descobrir tudo o que aconteceu com Amélia e a causa de sua morte. A narrativa continua sendo em terceira pessoa com alguns momentos focados em Roz, outros em Mitchell e também nos personagens secundários inclusive Harper e Hayley protagonistas do último livro.

Homens. Balançou a cabeça e bebeu mais um gole  de vinho. Por que estava pensando em homens?

Se existe uma personagem forte nos livros de Nora definitivamente é Roz, ela conseguiu passar por todos os problemas com ex-marido, criar seus filhos, ter seu próprio negócio e apesar de todo o seu sofrimento conseguiu abrir um espaço para um novo amor em seu coração. Fiquei encantada com a forma que enfrentou Amélia e mostrou qual é o seu lugar naquela casa e que se não viveu sua vida baseada nas regras que as outras pessoas tentavam impor com certeza não iria se submeter às vontades da Amélia. O modo como ela demonstra seus sentimentos por Harper é muito lindo porque você sente mesmo aquele amor incondicional de mãe, muito diferente da forma como trata Mitchell e de seus desejos, gostei de como a autora mostrou que o amor e desejo existem em qualquer idade.

Agora Mitchell não foi um mocinho que me conquistou, sei que teve todas as atitudes que geralmente tem nos mocinhos da diva, mas não me deixou loucamente apaixonada ou surtando com suas frases fossem elas românticas ou com uma pitada de malicia. Um homem que também já sofreu demais, mas também influiu muita dor em sua família no passado e que hoje aprender a lidar com todos os seus erros. Tem uma relação um pouco mais firme do que esperava com seu filho e não deixa de mostrar em cada gesto como o ama. Assim como pela Roz, ele simplesmente tenta ser seu cavaleiro no cavalo branco mesmo que ela tenha força o suficiente para se proteger.

Oh, querida, eu não estava apaixonada, graças a Deus. Gostava da atenção, da adulação e, pelo menos no início, do romance e do sexo.

As outras duas mulheres continuam aparecendo bastante no livro deixando bem clara sua opinião sobre tudo o que anda acontecendo na casa. Stella é mais passiva nesse livro não senti aquela personalidade forte no decorrer, mesmo porque o foco não estava nela. Enquanto Hayley faz de tudo para que as mulheres notem seus homens, quando conhece o Mitchell eu dei muita risada principalmente com seu jeito de cupido fazendo Roz soltar a mulher que existia nela.

Agora Amélia está levando a sua irritação para um novo nível, continua invadindo os sonhos das mulheres ainda mais quando tem homens envolvidos, mas tudo o que ela fez a Roz passar inclusive lutar para salvar a própria vida foi demais. Ela está ficando cada vez mais perturbada e o fato dessas mulheres conseguirem o amor de suas vidas e terem os filhos ao lado apoiando somente prejudica mais a sua sanidade, em alguns momentos sinto pena dela justamente quando está mostrando o que sofreu quando estava viva, porém quando apronta com os vivos nossa minha raiva aumenta.

Com Hayley. Hayley está com elas lá embaixo. Quando ouvimos… meu Deus, Roz, parecia uma guerra.

Recomendo esse livro para todos que gostam de romance e uma pitada de mistério envolvendo casa sendo assombrada por um fantasma que decidi o destino de todos. Mas, faça a leitura na ordem senão pode ter spoilers dos outros livros.

Quote Favorito

Rosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Rosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMNenhuma das capas internacionais me fez gostar delas porque achei que ficou faltando algum detalhe, como podem ver na foto ao lado, o nome da autora está cobrindo todo o desenho e acabou ficando poluído demais. Enquanto, a nacional conseguiu deixar de uma forma mais delicada em lindos tons, a Rosa Negra tendo um destaque maior sem ofuscar o nome do livro ou da autora. Assim como nos outros volumes o nome da autora tem um destaque e textura diferentes. Quanto a diagramação continua a mesma, com as flores acima em cada capítulo e um desenho abaixo do número do mesmo e cada um começa em uma nova página sem demarcações quando a cena muda dentro do mesmo. As páginas são brancas.

Nota da Nathy

Rosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMRosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMRosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Rosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMRosa Negra - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Dália Azul – Lançado em 2012 – Resenha
  • Rosa Negra – Lançado em 2013
  • Lírio Vermelho – Lançado em 2013 – Resenha

Onde Comprar

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)