Colin Fischer – Ashley Edward Miller e Zack Stentz – #Resenha

Home/Ashley Edward Miller, Colin Fischer, Livros, O Blog da Mari, Resenhas, Zack Stentz/Colin Fischer – Ashley Edward Miller e Zack Stentz – #Resenha

Sinopse: Resolvendo o crime. Uma expressão facial por vez. O ano letivo de Colin Fischer acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Colin Fischer – Skoob

Titulo Original: Colin Fischer – Goodreads

Autores: Ashley Edward Miller e Zack Stentz

Tradução: Henrique Amat Rêgo Monteiro

Editora: Novo Conceito

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8163-416-6

Número de páginas: 176

Sobre os Autores

Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMAshley Edward Miller e Zack Stentz se conheceram na internet, em consequência de uma paixão em comum por qualquer coisa que tenha a ver com Jornada nas Estrelas. Juntos, eles escreveram e/ou produziram mais de cem horas de televisão, trabalhando nas séries Fringe e Terminator: The Sarah Connor Chronicles. Mais recentemente, eles colaboraram no roteiro dos filmes X-Men: Primeira Classe e Thor. Ambos moram em Los Angeles.

Opinião da Nathy

Quando peguei o livro em mãos pela a sua capa não fiquei muito empolgada para fazer a leitura, mas após ler a sinopse e ver que envolvia um mistério e que a resolução do mesmo dependia de Colin, um menino com síndrome de Asperger já fiquei muito interessada. Gosto muito quando os autores abordam esse estilo de temática sem medo de mostrar como as pessoas têm preconceitos com os portadores dessa síndrome. O melhor de tudo ainda foi o fato de que deixava claro que tinha Síndrome de Asperger toda vez que alguém chamava o principal de retardado ou de autista, ainda que esteja alocado na categoria de autista tem suas peculiaridades. É importante diferenciar ambos porque para muitas pessoas é tudo a mesma coisa.

O livro conta a história de Colin Fischer um rapaz que está iniciando no ensino médio e está aprendendo a lidar com as novas variáveis de seu ambiente ainda que não entenda muito o propósito delas, perseguido por aqueles que não conseguem o compreender e acreditar ser a presa mais fácil. Um dia no refeitório da escola durante a comemoração do aniversário de Melissa uma briga é iniciada seguida por um alto estrondo do disparo de uma arma, o suspeito mais provável é Wayne um dos que mais fazem mal a Colin, mas o rapaz sabe que as investigações estão erradas porque Wayne come de forma ordenada e a arma estava completamente suja de glacê. Com poucas pistas ele começa a investigar quem poderia ter feito isso e quais os motivos da pessoa de ter feito, o leitor é tragado para esse mundo onde é impossível largar o livro até que se chegue ao culpado. A narrativa é feita em terceira pessoa com o foco completo em Colin, mas no começo de cada capítulo tem sempre alguma divagação de Colin que tem tudo a ver com sua investigação.

Então saiu correndo para a aula enquanto os corredores se esvaziavam, deixando Colin sozinho e segurando seu caderno aberto na página com o número de telefone de Melissa.

O Colin é realmente um personagem único, mas muito encantador. Ele não gosta de ser tocado sem um aviso prévio e quando a pessoa faz isso o mundo dele entra em colapso podendo agir de forma que nem mesmo possa estar compreendendo. Não aguenta barulhos altos e tende a se expressar de uma maneira mais reservada quando ocorre de estar em locais com estes barulhos. Fala tudo o que pensa e não entende como pode estar magoando as pessoas por isso. Com seu caderno consegue identificar as expressões das pessoas e por isso seus sentimentos e por conseguir organizar assim seus pensamentos foi possível chegar à conclusão de tudo o que ocorreu na escola no dia da arma. Tem uma inteligência muito elevada e consegue perceber os detalhes que ninguém mais conseguiria, gostei do fato dele conseguir encontrar uma nova zona de conforto dentro do esporte mesmo que por alguns minutos. Ele me lembrou demais o personagem Max da série Parenthood que passa por situações semelhantes e muito piores em diversas cenas dele sinto a vontade de chorar.

O personagem Wayne também tem um papel fundamental no livro, desde o começo sempre fez maldades com Colin somente porque podia, mas no decorrer do livro vamos percebendo que por mais que não seja uma boa pessoa sabe apreciar a ajuda daqueles que deveriam estar odiando-o. Está envolvido em alguma atividade que não foi explicada, mas estou na torcida para que tenha um próximo livro envolvendo esses dois e tudo seja esclarecido, afinal até Rudy o achava um adversário a altura. Rudy é um menino que gosta de incomodar demais o Colin ainda que não seja aberto em suas ações, mas tudo é muito premeditado. O caso da arma somente fez aumentar uma rivalidade já existente da parte de Rudy e inclusive gangues perigosas foram colocadas no meio. Fiquei muito contente com o desfecho do Wayne que passou a tentar entender mais as ações do Colin ainda que parecessem incompreensíveis.

CRUEL, Colin concluiu enquanto sua cabeça ia para dentro do vaso sanitário, debatendo-se, mas impotente. O sorriso era definitivamente CRUEL.

Os pais do Colin também me lembraram muito da Kristin e o Adam no começo quando descobriram o porque de seu filho agir dessa forma e procuraram a melhor forma de tratá-lo, tudo o que faziam visava o que era melhor para seu filho ainda que suas ações o deixassem cada dia mais preocupado. Gostei da forma como se levantavam e o protegiam inclusive de seu irmão mais novo que deveria ser bem mais receptivo. Mesmo que o próprio Colin não se importasse com o que o irmão sentia por ele os pais dele sabiam exatamente o que deveriam fazer para acalmar tudo. O Danny, irmão de Colin, somente agia devido ao ciúme e queria em todos momentos que o outro se desse mal, nem preciso dizer o quanto senti raiva dele, em uma determinada cena quase chorei pelo Colin porque eram muitas coisas para se lidar.

As pessoas portadoras dessa síndrome devem ser incluídas na sociedade e não menosprezadas por isso cheguei a gostar do comportamento da Dra. Doran e do Sr. Turrentine. Com a Dra. Doran acho que agiu da melhor maneira que podia em vista de diversas circunstâncias, mostrando ao Colin que por mais que tenha Asperger não poderia se livrar de ser punido como aconteceria com qualquer outro aluno e até mesmo soube como explicar isso para o mesmo. Enquanto o Sr. Turrentine mesmo que tivesse as melhores das intenções e até conseguisse tirar um proveito do rapaz no esporte não tinha controle e acabava sendo um tanto rude em se expressar com o rapaz e chegou a me incomodar mesmo que não fizesse diferença para Colin o modo como o professor estava falando.

Eu sei ler. Se deixasse todo mundo com dois pés esquerdos escapar da minha aula, acabaria me tornando um cara muito solitário. Você não ia querer que me sentisse solitário, não é, Fischer?

Um livro que não foca tanto assim no mistério e sim no comportamento de uma pessoa que tem Síndrome de Asperger que tem a necessidade de chegar até o final, não por querer provar a inocência da outra pessoa, mas sim por querer chegar até o fundo. Com ele as pessoas que não tem muito contato com essas pessoas podem ter uma noção básica de como eles pensam.

Quote Favorito

Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA capa original não diferente em nada da nacional, talvez somente o fato de ter um pedaço em que a afirma uma introdução de Lev Grossman. Como disse não é uma capa que me chama muita atenção, mas condiz perfeitamente com o livro, o problema das expressões que Colin tem, os óculos que o rapaz usa. A cor em azul também condiz com tudo pelo fato do rapaz detestar essa cor e conseguiu dar um destaque legal. Quanto a diagramação está muito boa, cada capítulo e partes iniciam em uma nova página sempre com uma expressão diferente acima. Quando Colin está escrevendo em seu caderno tem uma fonte diferente e está em negrito, assim como no inicio de cada capítulo suas explicações estão em itálico, logo abaixo uma marcação para definir a mudança de cena.

Nota da Nathy

Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Colin Fischer - Ashley Edward Miller e Zack Stentz - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Novo Conceito. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

2 Comments

  1. Raquel Moritz 27 de abril de 2014 at 17:16 - Reply

    To bem interessada nesse livro *____*
    Vou comprar essa semana!

    • Nathalia Garcia 28 de abril de 2014 at 09:58 - Reply

      Oiee Raquel!!!

      Esse é um livro que vale a pena para aqueles que gostam de personagens bem fora do clichê, eu amei o Colin rs. Depois me conta o que achou =)

      Beijos

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)