Sinopse: Então você se arrumou toda para uma noite de amigas, daquelas onde só as mulheres participam, mas suas amigas mudaram de planos sem avisar e, agora, você está sozinha em um bar superbacana, arrumada e perfumada, e sem saber bem para onde ir… O que você faz? Aproveita que já está por ali, pede uma tequila e dá uma boa olhada no yuppie que está na mesa ao lado? Ou pede uma cerveja e vai pra perto do palco arrebatar o baterista? Pode ser que você prefira uma paquera com o rapaz de botas de bico fino e músculos trabalhados que está encostado à parede. Ou, quem sabe, tomar um café com o bombeiro que está cuidando da segurança dos clientes e que, neste instante, está verificando o funcionamento do extintor… E isso tudo só pra começar! A escolha é sua — e você tem um mundo de possibilidades nesta noite que parecia começar mal! Só não espere que esta experiência seja como outra qualquer, porque esta noite ficará definitivamente marcada em sua memória de erotismo e paixão. Divirta-se com esta definitiva experiência sensual onde você, e só você, terá o controle de seu próprio prazer! Primeiro Capitulo

Ficha Técnica

Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Quando uma Garota entra em um Bar – Skoob

Titulo Original: A girl walks into a bar  – Goodreads

Autora: Helena S. Paige

Tradução: Robson Falchetti Peixoto

Editora: Novo Conceito (Grupo Editorial Novo Conceito)

Ano: 2013

ISBN: 978-85-8163-287-2

Número de páginas: 238

Sobre a Autora

Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Helena S. Paige é o pseudônimo de três amigas. Paige Nick é uma premiada redatora publicitária e romancista. Mantém uma coluna no “The Sunday Times” da África do Sul, na qual debate namoro, sexo e todas as loucuras de que somos capazes. Helen Moffett é o tipo “faz-tudo”: escritora freelancer, poeta, editora e professora que já lecionou em lugares tão distantes quanto Trinidad e o Alasca. Sarah Lotz é romancista e roteirista com uma queda por pseudônimos. Escreve ficção para jovens adultos e histórias de terror. Juntas elas são Helena S. Paige, a autora deste emocionante, divertido e sensual livro do tipo “escolha seu destino”, em que você, certamente, terá seu final feliz.

Booktrailer

Opinião da Mari

Quando uma garota entra no Bar não é exatamente um livro bom, mas eu gosto de recomendá-lo, pois o acho divertido de ler. Exatamente como aqueles testes da capricho sabe? Você sabe que não é verdade, você sabe que suas escolhas seriam diferentes, você sabe mais ou menos o resultado final por conta das suas escolhas, mas ainda assim você faz com suas amigas e acha graça do resultado final. Tudo bem, que faz anos que eu não faço um teste da capricho – nem sei se eles ainda existem – mas acho que esse livro funciona muito bem, da mesma maneira. Então junte as amigas para uma noite do pijama e veja como a noite de cada uma pode acabar, ainda que seja apenas na ficção.

  • Se for para a exposição de arte, vá para a página 50.
  • Se for dividir um táxi com o sósia de George Clooney, vá para a página 99.
  • Se for pegar uma carona para casa com o guarda-costas no carro esportivo, vá para a página 153.

A premissa do livro é transportar o leitor para a história de forma que ele seja o personagem principal. Dessa forma análises sobre a protagonista são praticamente impossíveis. Ela é divertida? Ela se arrisca a novos mundos? É corajosa? É tímida ou espontânea? Ela tem um passado obscuro? E sua infância foi sofrida? Bom isso você é quem pode me dizer, já que você é a protagonista, conte-me mais sobre sua vida, pois no livro a única coisa que sabemos é que você está pronta para ir a um bar.

Já os coadjuvantes da história são limitados às possibilidades dos seus encontros e nesse caso você vai encontrar de tudo, pois apesar do jeito adolescente no qual o livro se desenvolve, o conteúdo do mesmo é adulto e não recomendado para menores de dezoito anos. Então se prepare, pois um roqueiro famoso pode ter desejos um tanto quanto peculiares, o charmoso empresário pode te deixar lembranças além da sua semelhança a George Clooney e um coelhinho de pelúcia jamais será visto por você da mesma maneira. E essas são apenas algumas de suas opções, o poder de escolha está em suas mãos …

– Acho que posso estar lidando com uma vigarista – ele diz, provocando-a para quebrar a tensão sexual que se eleva como fumaça entre vocês – É bom estarmos jogando apenas por roupas… Se fosse dinheiro, você estaria me depenando.

… Mas será que está mesmo?! Ainda que seja possível fazer escolhas durante a leitura, as autoras acabam sempre levando a protagonista para um ponto em comum e isso pode ser visto já nas primeiras páginas quando você deve escolher a calcinha que deseja usar. São várias as opções, mas apenas uma delas será ideal para você e as autoras te levam a ela, o que até entendo, imaginem quantas possibilidades seriam necessárias se não houvesse “cenas” em comum na história. Pois é, mas ainda assim me senti um pouco enganada/manipulada o que não me agrada.

Enfim, não há cenas românticas e a história não tem nenhum tipo de embasamento mais profundo. É realmente um livro de uma noite só. Não vai te fazer refletir ou ficará marcado em você para sempre, mas vai te proporcionar algumas horas divertidas onde você pode ser uma pessoa totalmente diferente da sua realidade (ou não). Então sim, apesar dos pesares eu gostei do livro, me julguem, e o recomendo.

Quote Favorito

Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Posso dizer que o livro me ganhou na capa?! Sim posso, pois foi exatamente ali que o livro me ganhou. Amei, tipo amei mesmo, a silhueta da garota, ela parece sexy, feliz e destemida como todas as mulheres deveriam pelo menos uma dia/noite se sentir. A marca da boca é tão simples e inocente, ainda assim representou muito bem a parte erótica do livro sem ser vulgar ou seguir o padrão do gênero. A fonte despojada ficou perfeita e as cores complementaram muito bem a arte.

A diagramação do livro também me agradou bastante, os capítulos não tem número, já que não seguem uma ordem, apenas tem títulos em letras grandes e uma fonte diferente a cada história. A numeração está centralizada no meio das páginas, o que ajuda na movimentação visto que no final de cada capitulo somos instruídos ir para a página de número xxx de acordo com a nossas escolhas entre as opções demarcadas com marcadores em forma de boca. Além desses detalhes o livro segue o padrão da editora, páginas amarelas e letras em tamanho agradável.

Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Mari

Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quando uma Garota entra em um Bar ... - Helena S. Paige - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Novo Conceito. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”