Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha

Home/Livros, Mar de Rosas, Nora Roberts, O Blog da Mari, Resenhas/Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha

Sinopse: Emma Grant é a decoradora da Votos, empresa de organização de casamentos que fundou com suas três melhores amigas de infância – Mac, Parker e Laurel. Ela passa os dias cercada de flores, imersa em seu aroma, criando e montando arranjos e buquês. Criada em uma família tradicional e muito unida, Emma cresceu ouvindo a história de amor dos pais. Não é de espantar que tenha se tornado uma romântica inveterada, cultivando um sonho desde menina: dançar no jardim, sob a luz do luar, com seu verdadeiro amor. Os pais de Jack se separaram quando ele era garoto, e isso lhe causou um trauma muito profundo. Ele se tornou um homem bonito e popular entre as mulheres, porém incapaz de assumir um compromisso. Quando Emma e suas três amigas fundaram a Votos, foi Jack, o melhor amigo do irmão de Parker, quem cuidou de toda a reforma para transformar a propriedade no melhor espaço para casamentos do estado. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Mar de Rosas – Skoob

Titulo Original: Bed of Roses – Goodreads

Autora: Nora Roberts

Tradução: Janaína Senna

Editora: Arqueiro

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8041-273-4

Série: Quarteto de Noivas

Volume: 02

Número de páginas: 287

Sobre a Autora

Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

J.D ROBB é o pseudónimo que a autora Nora Roberts usa para escrever a Série Mortal, ela é uma das autoras mais queridas e respeitadas no mundo. Ela tem mais 200 milhões de cópias vendidas em todo o mundo e cerca de 90 bestsellers na lista do New York Times. Nora sempre teve a vontade de escrever romances policiais, mas durante muito tempo seguindo as instruções de sua agente ela somente ficava concentrada em romances contemporâneos. Os editores da Editora Putnam, para a qual trabalhava, sugeriu que ela adotasse um pseudônimo para esse tipo de livro e eles os publicariam um por ano. As inicias J.D. vieram se seus filhos Jason e Dan, enquanto o Robb é uma abreviatura de seu próprio nome.

Opinião da Nathy

Não entendo como a Nora consegue escrever tantos livros assim, já li muitos delas e acredito que nem cheguei à metade, quase pensando em montar um desafio literário somente com os livros dela, claro que teria que durar o ano inteiro, quem sabe não faça isso quando terminar o desafio das estantes. Eu gosto muito mais dos livros que são de séries/trilogias porque os personagens são melhores desenvolvidos e não ficam presos em um único momento, sem contar que sempre se pode matar as saudades dos personagens dos livros anteriores. Eu adorei esse livro muito mais que o primeiro livro, mas já me fez ficar ansiosa pelo último livro da série que será com a Parker, desde o primeiro gosto demais da personagem e espero que tenha um ótimo livro.

No segundo volume a história contada é da Emma e do Jack, os dois são amigos de longa data e sempre sentiram uma atração muito forte um pelo outro, porém não fizeram nada a respeito por acreditar que era indiferente ao outro e também por terem o mesmo círculo de amigos tem medo de que se fizerem algum movimento poderá prejudicar a todos. Parece ser uma história bem clichê com esses elementos, mas a autora consegue desenvolver muito bem o romance dos dois sem deixar seus receios de lado ou tornar os personagens muito chatos, também não permite que o livro fique focado somente nos dois, mas seus trabalhos e frustrações ganham grande espaço. A narrativa é feita em terceira pessoa focando em alguns momentos na Emma e outros no Jack, assim como os outros personagens ganham um espaço maior.

Para Emmaline o romance torna as mulheres especiais. 

A protagonista representa a maioria das mulheres, pois deseja em sua vida um homem que a ame com total entrega. Ela é muito doce e sempre tenta ver o melhor nas pessoas, isso me deixou um pouco irritada porque nem tudo tem uma explicação e em certos momentos deve colocar todos os seus sentimentos para fora. Por ter visto o grande amor entre seus pais ela não aceita nada menos daquilo que pode ter e isso me agradou demais, porque apesar de ser toda meiga mostra uma força incrível ao lidar com as noivas e seus fortes sentimentos pelo Jack. Teve um determinado ponto que vibrei com a personagem e tornaria tudo ainda melhor se tivesse tacado alguma coisa em cima da pessoa porque estava merecendo demais, em outros eu senti um ciúme do Jack e ela agia de uma forma bem mais tranquila, talvez para que não se machucasse.

Agora o Jack é um fofo e nada parecido com o Carter, apesar desse ainda ocupar um grande espaço no meu coração. Ele simplesmente vai atrás da mulher que deseja e faz o que for preciso para mantê-la do seu lado, as formas que encontrou para convencer a Emma de que pertencia um ao outro foram simplesmente maravilhosas e me deixaram com borboletas no estômago, coisa que há muito tempo um livro não fazia comigo. Mas, nem tudo são flores com ele porque tive uma imensa vontade de socá-lo quando tomou uma decisão precipitada, tudo bem que não durou muito tempo. Bem típico dos mocinhos da Nora e conseguem nos fascinar e ao mesmo tempo sentir aquela vontade de bater neles.

Você precisa parar com isso. O vinho e as suas mãos mágicas vão acabar me fazendo dormir aqui mesma na escada.

Como disse antes a Parker tem sido a minha personagem favorita e estou muito ansiosa pelo seu livro. Ela fala aquilo que tem vontade e sabe colocar a pessoa em seu devido lugar, consegue se manter a frente da empresa delas e lida muito bem com situações de crise. Queria ver um lado mais descontraído da personagem, mas acho que isso somente será possível quando o Malcolm foi para cima dela, também acho que ela tem essas características devido à morte de seus pais e teve que se manter forte desde então. Apesar de toda a força que existe nela e a forma que trata as pessoas, vejo na personagem uma fragilidade muito grande, como se não aguentasse todo o peso do mundo em suas costas. Enquanto o Malcolm é o mecânico que passa o maior sermão nela pelo modo que Emma trata seu carro, mas deu logo para perceber que ele vai saber lidar certinho com a Parker e fazê-la desejá-lo demais, o típico macho Alpha que não aceita nenhuma recusa.

Enquanto Del, irmão da Parker, começa a viver seu conflito após ver as pernas de Laurel em um vestido, certeza que esses dois serão o par romântico no próximo livro e Jack vai poder soltar os cachorros em cima dele. Não aparece tanto nos dois livros e espero que como mocinho tenha uma participação muito maior no próximo livro. Gostei de suas atitudes inclusive para proteger as meninas quando a situação parecia se complicar, mas também fiquei irritada porque teve momentos que não precisava disso tudo. Já a Laurel não aparece tanto sozinha, tudo gira em torno da empresa e seus problemas para lidar com as noivaszillas, por isso não sei muito que esperar da personagem e do seu livro, a não ser por ela já mostrar sinais de sentir uma atração por Del.

Não estou tentando salvar você. Só estou sentado aqui.

Quem ganha mais espaço no livro e que nem teve tanto assim no seu foi o Carter, ele conseguiu se enturmar com o Del, Jack e seus amigos de pôquer. Se já gostava dele no seu livro nesse então fiquei ainda mais apaixonada, ele consegue ser fofo, estabanado, inteligente e mostrar todo seu amor pela Mac. Eles já começaram a planejar seu casamento e indo a loucura com tantas coisas sendo planejadas, mesmo que a Votos esteja sendo a responsável por tudo e a Parker escolhendo até mesmo os vestidos. Mac continua lidando com os problemas de sua mãe que deveria realmente se mandar da vida da mulher e se tocar que ninguém gosta dela.

Agora os pais de Emma são puro amor, nossa amei a história de amor dos dois tanto contada pela Emma como a sua mãe explicando que nem tudo são flores. Para um casamento funcionar deve ter respeito e muito amor, pelo menos isso que é mostrado no livro. Adoro o fato de que a casa dela é sempre cheia de pessoas e a família se complete, ela sabe exatamente o que sua filha está precisando e deixa sabios conselhos, assim como seu pai que mesmo não estando muito feliz que sua pequena filha esteja apaixonada aconselha da melhor forma possivel.

Acho que preciso ir dar um baita beijo no Carter. 

Obviamente recomendo os livros dessa série assim como os livros da autora, mesmo aqueles que são de banca porque vale a pena conferir em seu trabalho. Mas, não aconselho a ler os livros das séries/trilogias fora de ordem porque pode ter spoilers dos livros anteriores.

Quote Favorito

Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COMOs livros da autora geralmente sempre têm mais de uma edição, mas das capas americanas a que mais gostei foi da que se encontra ao lado. Os detalhes em roxo em contraste com o vestido ficou muito perfeito, assim como o buquê sendo de vários tipos de flores uma vez que a Emma é a pessoa responsável por isso na empresa. A forma como a mulher está posicionada na foto também ficou muito boa. Mas, apesar de ter gostado muito da capa americana prefiro a nacional com a mulher em um vestido de noiva segurando seu buquê que está bem vivo na foto, ficou simples e doce, exatamente como a personalidade da Emma. O homem da autora em vermelho vivo ficou muito bom, mas  gostaria que o nome do livro tivesse um destaque um pouco maior. Também gosto do fato do nome da série e seu volume estar na capa porque assim ajuda os leitores a se encontrarem nas séries. A diagramação mantém o padrão do primeiro livro com as páginas amarelas e cada capítulo iniciando na mesma página. Quando tem mudança de cena no mesmo capítulo tem uma marcação que ajuda o leitor a não se perder na história.

Nota da Nathy

Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Mar de Rosas – Nora Roberts – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

“O livro é uma cortesia da Editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)