Enquanto eu te esquecia – Jennie Shortridge – #Resenha

Home/Enquanto eu te esquecia, Jennie Shortridge, Livros, O Blog da Mari, Resenhas/Enquanto eu te esquecia – Jennie Shortridge – #Resenha

Sinopse: Lucie Walker não se lembra de quem é ou como foi parar nas águas geladas da Baía de São Francisco. Encaminhada para uma clínica psiquiátrica, ela aguarda até que um homem chega afirmando ser seu noivo. Entretanto, com seu retorno para casa, essa mulher sem memória vai tomando conhecimento de sua personalidade antes do acidente, da pessoa controladora, fria e sem vida que era, e dos segredos da infância e da família, assim como da situação do noivado e dos mistérios que podem ter provocado o acidente. Será que ela quer isso de volta? Será que essa nova Lucie conseguirá manter o amor por Grady, ou a oportunidade de recomeçar será sua salvação? Intenso, franco e incrivelmente emocionante, Enquanto eu te esquecia é um livro delicado, que nos questiona sobre a maneira que vivemos e nos lembra que sempre temos uma nova chance de ser feliz.

Ficha Técnica

Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Enquanto eu te esquecia – Skoob

Titulo Original: Love Water Memory – Goodreads

Autora: Jennie Shortridge

Tradução: Elisa Nazarian

Editora: Única

Ano: 2014

ISBN: 978-85-67028-12-5

Número de páginas: 384

Sobre a Autora

Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Jennie Shortridge é autora de cinco títulos, incluindo Enquanto eu te esquecia, seu best-seller. Quando ela não está escrevendo, lecionando escrita criativa em workshops ou trabalhando como voluntária com crianças carentes, Jennie desenvolve um projeto como voluntária no coletivo Seattle7Writers.org, em que autores se dedicam a angariar fundos para projetos literários na comunidade. A autora também já trabalhou como executiva, cozinheira e musicista.

Opinião da Nathy

Quando vi a primeira vez essa capa eu fiquei muito curiosa para saber do que se tratava, parecia ser mais um daqueles livros que a mulher é abusada de alguma forma. Estava com as expectativas altas com relação ao drama e também ao romance, porém não foi exatamente como estava esperando. O livro é bom, mas achei um desenvolvimento de um tema ótimo bem simples. A leitura flui bem, tanto que menos esperava já estava terminando o livro. Talvez por conta disso tenha achado que ficou faltando algo mais. Faltou aquele negócio que me fizesse ficar de boca aberta e surtando com cada revelação.

A história gira em torno de Lucie. Uma mulher que foi encontrada na beira do mar sem se lembrar de como chegou ao local ou quem é ela. Ao que tudo indica fugiu de sua casa, após um evento ter desencadeado uma memória muito tempo esquecida. E esse mesmo evento parece ser a causa de ela não se lembrar de absolutamente nada de sua vida. Esse foi um dos pontos que merecia ser melhor explorado e tivesse um motivo muito maior para ela esquecer todas as coisas. Não digo que seja algo fraco o que passou, mas estava esperando por algo realmente forte e inesperado.

A narrativa é em terceira pessoa e apesar de gostar demais desse estilo tive uma dificuldade porque depois do primeiro paragrafo parecia que estava em primeira pessoa. Esse foi outro ponto que me incomodou durante a leitura e o outro ponto foi que no meio do capítulo aparecia algum flashback dos momentos deles individuais e não eram sinalizados. Eu fiquei um pouco perdida porque teve partes que achava que estava acontecendo naquele momento até me tocar de que na verdade já havia acontecido e o personagem que estava em foco que estava se lembrando.

Ela se deu conta da agitação às suas costas, mas mesmo assim pareceu mais importante continuar examinando, procurando alguma coisa acima da água, na direção das montanhas, um barco de nuvens. Uma ponte à distância, familiar.

Mesmo tendo uma grande dificuldade em me conectar com os personagens tive alguns sentimentos não definidos pela Lucie. Imagina perder todas as suas memórias e ter que de alguma forma tentar juntá-las apenas com aquilo que as pessoas querem lhe dizer, deve ser bem complicado. Então ela teve força o suficiente para ser exatamente quem desejava e ainda assim aguentar todas as histórias de pessoas diferentes. Cada uma tinha uma visão diferente dela e pelo que era contado nem a própria Lucie conseguia se sentir vontade com a sua outra personalidade.

Em alguns momentos mostrou a sua fragilidade e isso me agradou demais, porque ninguém consegue ser forte o tempo inteiro passando por uma situação dessas. Praticamente ignorou o que a sua outra personalidade faria e agiu da forma que era antes da tragédia se abater em sua vida. Bem mais descontraída, conseguia se divertir nas coisas mais simples e lidando com cada nova informação. Ela é bem melhor que a anterior porque teve a coragem de enfrentar seu passado e seguir em frente sem desmoronar.

Ela abriu a boca para responder, mas não sabia o que dizer. Ele chegou mais perto devagarinho, com cuidado, como se fosse alguém se aproximando de um cachorro ferido ou de uma pessoa louca.

Já Grady me deixou em um conflito muito grande com seus diversos comportamentos. Ele é o noivo que ficou desesperado com o sumiço de sua mulher e já não sabia mais o que fazer de sua vida. No começo pareceu ser bem fraco como se necessitasse da antiga Lucie para colocar sua vida nos eixos. Também teve alguns problemas na sua infância e não conseguiu superar até os dois de hoje, por isso todos na sua família o tratam como uma criança frágil. Tive pena dele porque não deveria estar sendo fácil ter a mulher que ama ao seu lado, mas ao mesmo tempo não era ela. Senti falta também de que tivesse um pouco mais de romance entre os dois, já que alguns fatos estavam sendo resolvidos porque não arrumar isso também? Nessa parte fiquei bem frustrada.

As famílias deles também aparecem, mas a dela tem um papel muito maior. Helen é a tia de Lucie que em muitos anos não tinha contado com a sobrinha devido a um evento do passado. Cheguei até mesmo a pensar que o marido dela pudesse ter abusado sexualmente de Lucie e por isso elas não se davam bem. Mas, os motivos eram outros e não sei se concordo com o comportamento de ambas. A família dele teve um espaço, mas nada importante, talvez para mostrar como gostassem dela e estavam ao seu lado para o que precisassem. Não gostei de uma irmã dele que parecia estar morrendo de ciúmes e por isso não dava o valor na mulher.

O homem de cabelos escuros estava alheio à comoção, a tudo, menos a Lucie. Seu rosto contorceu-se de emoção, suas mãos se estenderam quando ele chegou à frente dela.

Um ótimo livro para ser feita a leitura em uma tarde e quando a lista de leituras não estiver muito grande.

Quote Favorito

Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A capa nacional com a menina correndo ficou legal e combinando com o conteúdo do livro. Afinal a Lucie estava realmente fugindo de algo de seu passado e essa a impressão que se passa na capa. As cores também ficaram lindas mostrando algo como se fosse do passado. O nome do livro está em destaque, enquanto o da autora está mais abaixo e em uma fonte menor. Também gostei da capa em que a menina está com metade do corpo dentro da água como se estivesse se afogando ou coisa do gênero.

Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Já a diagramação é simples, com cada capítulo iniciando em uma nova página. O nome do capítulo é colocado no canto e em uma fonte pequena, enquanto o nome do personagem fica em destaque. Isso na verdade auxilia o leitor na hora de saber em que está o foco do capítulo. Tem uma marcação no inicio de cada capítulo como se fosse um vento.

Nota da Nathy

Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Enquanto eu te esquecia - Jennie Shortridge - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

10 Comments

  1. Denise Ribeiro 23 de janeiro de 2015 at 18:04 - Reply

    Neste livro ficam muitas dúvidas em aberto e a gente acaba querendo muito mais do livro, que além de não ter um final é um pouco água com açúcar…

  2. tvdlovebrasil 4 de agosto de 2014 at 17:11 - Reply

    Love water memory para Enquanto eu te esquecia. Não sei nem como eu ainda me surpreendo com estas traduções.

  3. Sofia S. 3 de agosto de 2014 at 12:11 - Reply

    Não conhecia esse livro. Fiquei curiosa para lê-lo, mas tenho outras preferências.
    Beijos

  4. Karolyne Kazakeviche 31 de julho de 2014 at 13:38 - Reply

    Eu gostei da proposta em si e parece até uma história bem emocionante.
    Mas irei ter que deixar para depois, pois tenho tantas leituras para fazer =/ Mas fiquei interessada sim, e quando tiver um tempinho, lerei.

  5. mylanedamasceno 27 de julho de 2014 at 14:27 - Reply

    Olá!
    Essa capa não ajuda a revelar o enredo, acho que poderia ter sido melhor, não é mesmo? Uma pena ele ter ganhado somente três na avaliação, isso diminuiu ainda mais minha impressão do livro.
    Beijos.

    • Nathalia Garcia 29 de julho de 2014 at 16:21 - Reply

      Acho que minhas expectativas estavam muito altas com ele esse foi o problema. Mas, você pode ter uma experiência completamente diferente =)

  6. Maycon Douglas 26 de julho de 2014 at 22:15 - Reply

    Livro é bastante interessante, mas eu por agora tenho outros livros para ler, e minha lista está enorme,,kkkk

    • Nathalia Garcia 29 de julho de 2014 at 16:18 - Reply

      A história é muito boa, mas com uma fila grande é melhor acabar o que estão nela e depois acrescentar novos =)

  7. Lissandro Lima 26 de julho de 2014 at 01:29 - Reply

    Hum…. Vou colocar na minha lista de livros que devo comprar no próximo mês

    • Nathalia Garcia 29 de julho de 2014 at 16:13 - Reply

      =)

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)