A Evolução de Mara Dyer – Michelle Hodkin – #Resenha

Home/A Evolução de Mara Dyer, Livros, Michelle Hodkin, O Blog da Mari, Resenhas/A Evolução de Mara Dyer – Michelle Hodkin – #Resenha

Sinopse: As misteriosas e perigosas habilidades de Mara continuam a evoluir. Ela sabe que não está louca e agora precisa se prender desesperadamente à sanidade. Mara sabe que é tudo real: pode matar com um simples pensamento, assim como Noah pode curar com apenas um toque e que Jude, o ex-namorado morto por ela, está realmente de volta. Mas para descobrir suas intenções, deve evitar uma internação em um hospital psiquiátrico. Confusa com as paredes se fechando e ruindo ao seu redor, ela deve aprender a usar seu poder. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: A Evolução de Mara Dyer – Skoob

Titulo Original: The Evolution of Mara Dyer – Goodreads

Autora: Michelle Hodkin

Tradução: Mariana Kohnert

Editora: Galera Record

Ano: 2014

ISBN: 978-85-01-09859-7

Trilogia: Mara Dyer

Volume: 02

Número de páginas: 405

Sobre a Autora

A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Michelle Hodkin cresceu na Flórida, fez faculdade em Nova York e estudou direito em Michigan. Quando não está escrevendo, pode ser encontrada retirando objetos estranhos de dentro da boca de um de seus três animais de estimação. Este é o primeiro romance de Michelle.

Opinião da Nathy

Na continuação de sua história Mara Dyer está com um grande problema em suas mãos. Jude Lowe, seu ex-namorado, está mais vivo do nunca e brincando com a vida da moça. Ninguém acredita que o rapaz está realmente vivo e sim que a menina está tendo outro surto, uma vez que sua avó também tinha uma doença parecida. Mas, ela pode sempre contar com a ajuda de Noah. O rapaz faz de tudo para ajudá-la em superar esses novos problemas, mesmo que para isso tenha que ele mesmo matar Jude. Com a narrativa ainda sendo na visão de Mara o leitor é levado a se questionar nas veracidades dos problemas da moça ou se tudo é somente mais uma alucinação.

Se no primeiro livro já sentimentos conflituosos, nesse então a cada capítulo que passava não sabia o que pensar. A historia é realmente muito boa e deixa o leitor na expectativa se é tudo real ou não. Porém, como tinha sofrido com isso no primeiro livro pensava que as coisas poderiam ser um pouco mais tranquilas, mas me enganei. A Mara tem alucinações ainda piores e um novo fato surge que nos deixa ainda mais confusos. A sorte é que ao contrário do primeiro livro que somente teve perguntas, nesse algumas são respondidas, mas ainda deixa um espaço enorme para o terceiro livro.

Tive um conflito muito sério com esse livro, devido a minha profissão. Como leitora conseguia ficar do lado da Mara Dyer e ficar com raiva por seus pais não acreditarem nela. No entanto, como psicóloga via que seus pensamentos e as alucinações poderiam ser devido a algum problema mental. Foi um pouco difícil separar as duas coisas, mas no final me rendi a Mara e fiquei torcendo por ela. Mesmo porque ocorrem alguns fatos que me deixaram muito irritada ao pensar que como pessoas podem agir assim com as outras.

Acordei na manhã de algum dia em algum hospital e encontrei uma estranha em meu quarto.

Eu realmente fiquei com muita pena da Mara. Em alguns momentos ela mesma chega a se questionar se tudo é real ou não. Continua sendo muito forte e tentando seguir com sua vida, mas os fatos do passado começam a mexer demais com a mente da menina. Fiquei pensando se em alguma parte do livro ela entraria em colapso e acabaria por colocar sua própria vida em risco. Mas, nem tudo foram flores ela realmente tomou uma péssima decisão em um momento do livro que quis bater nela, justamente por saber o quanto Noah a ama. Sabe aquele momento que sente a imensa vontade de acabar com uma personagem? Foi assim que senti com a Mara, porque acho que tem como ela continuar sendo forte e corajosa, sem tomar atitudes precipitadas.

Enquanto todo o mundo está desabando ao redor da menina ela tem Noah para mantê-la segura. E nossa ele faz isso da melhor maneira que conhece e não tive nem que questionar o que estava fazendo. Somente gostaria que ele explicasse mais o que estava fazendo antes de resolver os problemas. Além de cuidar da Mara, tem seus próprios problemas a serem resolvidos e gostaria que tivesse sido melhor abordado. Fico com muita curiosidade para saber de seu passado e porque o relacionamento com seu pai são tão complicados, não pode ser somente porque eles têm tanto dinheiro. Acho que merecia um espaço maior e ainda que Mara seja a principal, o Noahn conquistou meu coração de uma maneira que ás vezes pensava nele como o principal.

Tinha visto enquanto estava lendo o livro uma resenha em que falava que não havia tantas cenas de romance entre os dois. Então estava sem expectativa esperando que tudo fosse mesmo girar em torno dos problemas de ambos. Mas, grata foi minha surpresa ao ver que autora trabalha de uma forma excelente no romance dos dois. Mostrando a fragilidade do relacionamento, quando um pensa que pode machucar o outro. É complicado esquecer alguns hábitos sabendo que pode acabar matando a pessoa que mais ama. Acho que foi na medida certa as cenas de eles se curtindo porque assim nada ficou de lado. O que me deixou ainda mais feliz é a falta de triângulo amoroso, estava com muito medo que com o retorno de Jude as coisas pudessem ficar mais complicadas para Mara e Noah.

Aquele era o garoto que eu amava. Um pouco bagunçado. Um pouco quebrado. Um lindo desastre. Exatamente como eu.

Personagens antigos retornam ainda mais divertidos. Como Jamie que ninguém sabia o que havia acontecido com o mesmo depois de sua saída da escola. Também é muito bem explicado o ódio de Jamie pelo Noah e como não tem fundamentos para isso. Continuo amando o personagem e deve ter um papel fundamental no próximo livro. Mas, também tem personagens novos, como a Stella e a Phoebe. Estou falando sobre as duas porque se destacaram mais para minha pessoa. A Stella é quieta na dela e fica observando o comportamento dos outros, por um momento fiquei com receio de que pudesse ter algo mais com o Noah. Agora a Phoebe se tornou uma pessoa detestável. Não senti pena com o que lhe aconteceu porque estava obvio demais e se deixou levar. Não sei como a Mara não torceu seu pescoço.

A raiva maior eu acho que ficou por conta de Jude. Ele é realmente malvado e fez o que mais lhe importava machucar a Mara Dyer. Ainda estava atrás de algo mais e por isso precisava de alguma forma manipular a menina. Não gostei dele e nem de suas maldades e olha que geralmente fico do lado do vilão. Por não saber o que era real ou não fiquei com raiva porque mexeu demais com a minha mente. Assim como de outra personagem que não posso citar o nome porque senão é Spoiler, mas estava o tempo inteiro trabalhando com ele e por motivos nada nobres.

Meu pai poderia ter se ferido. Morrido. E dessa vez não era a minha culpa. Era de Jude.

Teve uns flashbacks do passado que me deixaram muito perdida. Não sabia se era a Mara Dyer alucinando com aquilo tudo ou se realmente tinha acontecido com algum antepassado dela. Alguns mistérios ficam no ar e me sinto frustrada por não saber a resolução.

Estou tão ansiosa para o lançamento do último livro, pena que o final agora em novembro, ainda está longe demais. Mesmo porque sem nenhuma previsão de quando será publicado no Brasil. Se gostou do primeiro livro com certeza irá amar o segundo. E se gosta de livros que abordam uma nova temática vai amar a história de Mara Dyer, mas leia na ordem porque senão terá Spoilers dos volumes anteriores e não conseguirá compreender muito bem a evolução da história e dos personagens.

Quote Favorito

A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu adoro quando as editoras mantém o padrão nos livros estabelecidos pela própria editora. Ainda mais se segue o original. As capas da Mara são lindas e dessa vez está em tons de azul. Tem a Mara e acredito que o rapaz seja o Noah tentando segurar um na mão do outro, enquanto estão debaixo da agua. O nome do livro fica em uns tons de azul quase cinza, ficando um pouco apagado, mas acho que essa é a intenção. Deixando o destaque para os personagens e colocado no meio. O nome da autora está em vermelho, mas não chama tanta atenção, pelo menos não foi à primeira coisa que reparei no livro.

A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. As páginas são amarelas e cada capítulo iniciando em uma nova página. Tem uma pequena marcação no inicio do capítulo quando é o flashback. Mas, não tem marcação quando tem mudança de cena dentro do mesmo capítulo. Em algumas cenas para frisar as falas está em itálico. Não tive problemas com a tradução.

Nota da Nathy

A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM A Evolução de Mara Dyer - Michelle Hodkin - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • A Desconstrução de Mara Dyer – Mara Dyer #1 – Lançado em  2013 – Resenha
  • A Evolução de Mara Dyer – Mara Dyer #2 – Lançado em 2014
  • The Retribution of Mara Dyer – Mara Dyer #3 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Galera Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)