O Resgate – Nicholas Sparks – #Resenha

Home/Livros, Nicholas Sparks, O Blog da Mari, O Resgate, Resenhas/O Resgate – Nicholas Sparks – #Resenha

Sinopse: Confrontado com situações de extremo perigo, Taylor McAden, bombeiro voluntário, expõe-se até ao limiar do perigo. Denise é uma jovem mãe solteira, cujo filho de cinco anos sofre de um inexplicável atraso de desenvolvimento e a quem ela devota a sua vida numa tentativa de o ajudar. Mas o caso vai aproximar estes seres. Numa noite de tremendo temporal, Denise sofre um acidente de automóvel e é Taylor quem vem socorrê-la. Embora muito ferida, a jovem depressa toma consciência de que o filho já não se encontra na sua cadeirinha do banco traseiro. Taylor irá até ao fim de uma angustiante noite de buscas para o encontrar. Foram tecidas as primeiras malhas que os irão unir – o pequeno Kyle desabrocha ao calor da ternura daquele homem. Denise abandona-se à alegria de um amor nascente. Mas Taylor tem em si cicatrizes antigas, que o não deixam manter compromissos de longa duração. Nicholas Sparks, esse talentoso contador de histórias, intervém com a sua magia redentora e a sua inigualável capacidade de aprofundar a complexidade das relações e dos afetos. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

O Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: O Resgate – Skoob

Titulo Original: The Rescue – Goodreads

Autor(es): Nicholas Sparks

Tradução: Maria Clara de Biase

Editora: Arqueiro

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8041-293-2

Número de páginas: 316

Sobre o Autor

O Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMNicholas Sparks sempre desejou tornar-se atleta, mas um acidente o impediu de realizar esse sonho. Formado em economia, publicou seu primeiro livro aos 31 anos, ao qual se seguiram outros 16. Suas obras foram traduzidas para 45 idiomas e já venderam quase 80 milhões de exemplares no mundo todo. No Brasil, foram publicados O melhor de mim, O casamento, À primeira vista, Uma curva na estrada e O guardião (Editora Arqueiro), O milagre (Editora Agir), A última música, Um homem de sorte, Querido John, Noites de tormenta, Um amor para recordar, Diário de uma paixão, A escolha e Um porto seguro (Editora Novo Conceito), além de Uma carta de amor (Editora Objetiva) e O resgate (Seleções Reader’s), que serão relançados em breve pela Editora Arqueiro. Sete livros de Nicholas Sparks ganharam adaptações para o cinema e O melhor de mim chegará às telas numa produção da Warner Bros. Ele mora na Carolina do Norte com a esposa e os cinco filhos.

Opinião da Nathy

Estava precisando ler algo realmente bom para me animar nas leituras, então resolvi pegar esse livro. Geralmente não tem erro com as histórias do tio Nicholas. Sempre me emociono e fico suspirando no final. Em outros livros cheguei a me acabar em lágrimas e estava esperando algo nesse estilo no livro. Mas, não gente apesar de todos os elementos de seus livros estarem presentes neste não derramei nenhuma lágrima. Ainda que tivesse duas cenas bem fortes que me fizeram ficar em choque. Mesmo que esteja esperando uma morte por se tratar de um livro desse autor a sensação é bem forte. Quando está lendo acaba sendo pego nessas cenas totalmente desprevenida. Já estou com medo de ler O Melhor de Mim.

Dessa vez conhecemos a história de Taylor e Denise. Duas almas perdidas, que tem um passado bastante conturbado, mas está tentando de alguma forma sobreviver nesse mundo. Denise tem uma luta diária com a aprendizagem de seu filho. Mãe solteira que está disposta a enfrentar todas as adversidades pensando em seu filho. Enquanto, Taylor quer viver um dia de cada vez por ter medo do futuro. Quando esses dois acabam se encontrando em um terrível acidente suas vidas mudam completamente. Os maiores medos de Taylor começam a aparecer e o homem sente que pode perder o controle a qualquer momento. Já Denise passa a ser forte pelos três. Mostrando que o amor pode sim ser capaz de derrubar toda e qualquer barreira.

Sei que muitas pessoas não gostam muito dos livros do autor por não acreditar nesse tipo de amor. Mas, acho que algumas pessoas têm sim isso em suas vidas. E o Nicholas por em todos os seus livros escrever com grande sabedoria sobre o amor, eu penso que é exatamente isso que tem com sua esposa. Mostrando que não precisa ser perfeito como mostram os filmes, mas tem que ser verdadeiro. Porque as adversidades vão vir e não pode desistir no primeiro obstáculo. Gosto demais dos seus livros, mesmo que fique querendo matar o Nicholas por ter feito algo com algum dos personagens queridos, entendo que na vida também temos nossas perdas. E temos que aprender a lidar com elas, porque infelizmente ninguém é para sempre.

Tempos depois aquela seria considerada uma das tempestades mais violentas da história da Carolina do Norte.

Algo que me incomodou um pouco foi a escrita. Em alguns momentos parecia que a leitura não estava fluindo muito bem para logo, em seguida, ganhar um maior ritmo. A narrativa fica mudando de foco entre a Denise e o Taylor. Mas, boa parte fica com a Denise até próximo do final que passa a ficar mais nele. Mas, essa narrativa era a melhor escolha mesmo para o livro. Porque se fosse a primeira pessoa iria ficar faltando um pedaço da história, algo que não conseguiríamos entender. Como ao decorrer da história vamos identificando os problemas e entendendo muito melhor os personagens.

Denise é uma personagem bem quebrada, mas muito forte. Já passou pelas piores situações na vida e apesar de seu filho não ter sido planejado é a melhor coisa em sua vida. Consegui contornar algum problema, mas mesmo sendo uma mulher acima de tudo deixa claro que é uma mãe. E sempre irá colocar as necessidades dele em primeiro lugar. Luta com tudo o que tem para dar o melhor ao filho e vê-lo bem. Diria que ganharia o prêmio de melhor mãe literária facilmente. Gostei muito dela e de sua coragem. Não é fácil passar por esses problemas com seu filho, mas os enfrentou como uma verdadeira guerreira. Merecia ser muito feliz, por isso fiquei na torcida por ela.

Enquanto, o Taylor me fez ficar boa parte do livro com raiva dele. Ainda mais quando parecia estar atitudes de um homem covarde que não consegue enfrentar a realidade de sua vida. Por isso gostei tanto da Denise. Poderia ter o problema que fosse não fugia e tentava conserta o que estava quebrado. Ele também fez isso, mas de uma forma completamente diferente. Querendo salvar todo ao seu redor quando estava claro que era ele quem precisava ser salvo. Ficou preso durante muito tempo ao seu passado e quase prejudicou seu futuro. Depois de entender seus motivos até que simpatizei mais com ele, mas não me fez cair de amores.

Oi, rapazinho. Acho que você deve ser o Kyle.

Agora o Kyle me deixou bem confusa sobre qual seria o seu problema. Mas, chegou ao ponto que já não importava mais. Estava tão apegada ao menino que estava me sentindo a própria Denise. Quando ela chorava eu sentia uma vontade de chorar. Teve um momento o envolvendo que foi tão especial que me senti junto dos personagens. Foi tão bem descrita e emocionante. Kyle em diversos momentos roubou a cena, isso geralmente acontece nos livros quando se tem crianças ou animais. Diversas vezes queria pegá-lo no colo e não deixar que nada de mal o acontecesse.

Os personagens secundários também são bem construídos e parecia que era amiga deles. Mitch e Melissa é aquele casal que você vê e pensa que é o relacionamento ideal. Aquele que todas gostariam de ter. Mas, somente porque está olhando na superfície, o que estão mostrando. A Melissa também é muito forte para aguentar criar quatro filhos. Depois cuidar do marido. Pela primeira vez gostei das personagens femininas nesse livro, geralmente elas me irritam durante um tempo. Mas, nesse gostei demais delas.

Eu não preciso de ninguém.

Então já devem saber que recomendo demais esse livro, assim como os outros livros do Nicholas Sparks. Sim, tem muito romance, tem muito drama, tem livros que levam as lágrimas. Mas, também são ótimos.

Quote Favorito

O Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A capa está seguindo o novo padrão dos livros do Nicholas na Arqueiro. O nome do livro e do autor em um quadrado no meio. O nome do autor em um maior destaque. Embaixo a imagem de um casal apreciando uma vista. Acho que teria ficado mais próximo da história se também tivesse alguma criança por perto. Já que Kyle tem um papel muito importante na história. Gosto da sensação de tranquilidade que a capa transmite. Quando a diagramação é simples. E muda um pouco do padrão, pois cada capítulo inicia em uma nova página. Tem uma marcação quando as cenas mudam e no começo de cada capítulo tem essa mesma marcação. As páginas são amarelas e grossas, não deixando transparecer o que está nas próximas páginas.

O Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Nathy

O Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Resgate - Nicholas Sparks - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

6 Comments

  1. Elisangela 2 de março de 2016 at 13:52 - Reply

    O primeiro contato que tive com Nicolas Sparks, foi através do livro O Resgate agora que vou ler A Escolha,porém ainda não tenho um parâmetro sobre o autor.Mas esse livro na minha concepção ficou muito perto do real no aspecto relação homem e mulher, existem muitas mulheres na mesma situação da Denise e muitos Taylor pelo mundo, nem tudo nesse relacionamento foi um “mar de rosas” , foi exatamente nesse ponto que chamou minha atenção.
    Se você aprecia um romance mas que fique próximo das relações cotidianas:família, trabalho,amizade,amor , então, mergulhe nesse livro.

    • Nathalia Garcia 5 de março de 2016 at 15:15 - Reply

      Oieee Elisangela!!

      Concordo com você esse livro dele chega bem próximo da realidade. Eu sinto que muito dos livros dele são assim. Por isso gosto tanto do autor. Apesar de em alguns momentos querer bater nele rs.
      Beijos

  2. sara kalinne 27 de janeiro de 2015 at 00:48 - Reply

    Eu tava louca pra ler esse livro, gostei muito da historia (tb amo demais o autor u.u) enfim. Adorei a resenha Nathy

    • Nathalia Garcia 2 de fevereiro de 2015 at 11:47 - Reply

      Oiee Sara!!

      Também amo esse autor, apesar de não ter lido tantos livros assim dele rs. Esse foi um dos melhores =)
      Beijos

  3. Amanda Pampaloni Pizzi 16 de janeiro de 2015 at 14:24 - Reply

    Nunca li nada do Nicholas, só vi alguns filmes. Parece que ele tem algum dom, ou muita sorte, de que muitos de seus livros cheguem à tela. Mas sempre acaba ocorrendo algum desgraça em suas histórias, voltas e voltas para que as coisas enfim terminem, nem sempre de uma maneira feliz.
    Talvez algum dia lhe dê uma chance.

    • Nathalia Garcia 19 de janeiro de 2015 at 14:51 - Reply

      Eu gosto demais dos filmes dele mesmo que seja bem triste rs. Como o pessoal gosta demais dos seus livros fica mais fácil de conseguir uma adaptação, ainda mais que todos os seus livros fazem sucesso. Acho que irá gostar desse livro é um bom começo com esse autor =)
      Beijos

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)