Fragmenta-Me – Tahereh Mafi – #Resenha

Home/Estilhaça-me, Fragmenta-Me, Livros, O Blog da Mari, Resenhas, Tahereh Mafi/Fragmenta-Me – Tahereh Mafi – #Resenha

Sinopse: Neste eletrizante conto da trilogia Estilhaça-me, descubra o que aconteceu com os rebeldes do Ponto Ômega após lutarem contra o Reestabelecimento. Fragmenta-me é contado do ponto de vista de Adam, respondendo as principais dúvidas dos leitores após grande final de Liberta-me.

Enquanto o Ponto Ômega prepara para lançar um ataque-surpresa contra os soldados do Reestabelecimento a postos no Setor 45, o foco de Adam está bem longe do campo de batalha. Ele está se recuperando do rompimento com Juliette, apavorado pela vida do seu melhor amigo e preocupado como sempre com a segurança do seu irmão James. E justo quando Adam começa a pensar se aquela vida é mesmo para ele, o alarme soa. É hora de começar a guerra.

No campo de batalha, é como se tudo estivesse a seu favor – mas derrubar Warner, que Adam descobriu recentemente ser seu meio-irmão, não é fácil. O Reestabelecimento não tolera rebeliões, e por isso fará qualquer coisa para massacrar a resistência… inclusive matar a todos que são importantes para Adam.

Ficha Técnica

Fragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Fragmenta-me – Skoob

Titulo Original: Fracture me – Goodreads

Autor(es): Tahereh Mafi

Tradução: Bárbara Menezes

Editora: Novo Conceito

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8163-500-2

Coleção: Estilhaça-Me

Volume: 2.5

Número de páginas: 70

Sobre a Autora

Fragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Tahereh Mafi é de Connecticut (EUA) e tem 25 anos. É formada em Artes e fala oito idiomas. Atualmente vive em Orange County, Califórnia. Em 2011, lançou seu primeiro livro, Estilhaça-me (Shatter Me), publicado no Brasil no ano seguinte. Após estrondoso sucesso, teve os direitos de sua obra vendidos para 22 países e os estúdios Fox compraram os direitos de adaptação para o cinema. Em 2013, lançou o segundo livro dessa trilogia, Liberta-me (Unravel Me).

Opinião da Mari

Fragmenta-Me é o livro #2.5 da série Estilhaça-Me. Então a partir deste momento o post pode conter spoilers de Estilhaça-Me Destrua-Me e/ou Liberta-Me

Dando continuidade à minha maratona de Estilhaça-Me, iniciei a leitura de Fragmenta-Me, o conto narrado pelo ponto de vista do Adam. Disponível apenas em e-book – de forma gratuita – a história pode ser lida em poucas horas, visto que não há muitas páginas e a narrativa de Tahereh continua muito fluída.

O conto inicia um pouco depois do incidente entre Juliette e Kenji em Liberta-Me. Ele nos mostra como Adam lidou com seus sentimentos naquele momento e as decisões que tomou durante o conflito entre O Restabelecimento e o Ponto Ômega, vistos em Liberta-Me pelo ponto de vista de Juliette.

Estava muito curiosa para saber como Adam havia reagido ao rapto de Juliette, mas confesso que me decepcionei muito com o rapaz. Através dos olhos de Juliette, sempre o vi como alguém que sofria por não estar com ela e fazia de tudo para que isso acontecesse. Porém, lendo seus pensamentos mudei completamente de opinião. Adam tem atitudes e falas que nos levam a acreditar no seu amor por Juliette, mas a verdade é que seus pensamentos nos dizem o contrário, me senti enganada.

– Minha Garota – eu o corrijo – Ela é minha garota.
– Certo. Exceto pelo fato de ela não ser sua garota de verdade. Não mais.

Não vou dizer quais pensamentos/atitudes dele me levaram a acreditar nisso, pois não quero dar spoilers para ninguém. Mas, confesso que senti como se Adam se visse obrigado a proteger a garota, ao invés de fazer isso por realmente a amá-la. O que do meu ponto de vista não afetou em nada meu amor por ele, digo, não torço para que ele fique com Juliette, mas continuo o admirando. Adam tem um caráter incrível e seu amor por James – seu irmão – faz com que eu goste ainda mais dele.

Além de conhecer mais de Adam, também vemos mais da personalidade de Kenji, o personagem que era um mero coadjuvante, tem ganhado cada vez mais destaque a ponto de eu desejar um conto apenas dele. Nos momentos certos se mostrou um líder nato. Além disso, Kenji ainda é muito divertido em suas falas e ações. Se tornou um dos meus personagens prediletos da série.

– Cara, de que diabos você está falando? Você não está apaixonado por essa menina? Cadê a revolta? Pensei que você estaria enlouquecendo para ir buscá-la agora mesmo… 

Enfim, o conto é legal e recomendo muito que o leia antes de prosseguir com a leitura da série. A frase final, assim como a de Destrua-Me te deixará ainda mais ansiosa por Incendeia-Me – pelo menos eu fiquei.

Quote Favorito

Fragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Fragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA capa de Fragmenta-Me já segue o modelo novo utilizado pela editora Novo Conceito, o mesmo adotado nos EUA a partir do segundo livro da série. Gosto muito de como a capa fica junto com as demais, o tom de roxo combinou bem e as penas que saem dos olhos fechados te fazem pensar na analogia feita pela autora.

Quanto a diagramação não há muito a ser dito, pois o livro somente está disponível no formato de e-book. Não há nenhum diferencial ou detalhe que acredito que deva ser destacado.

Nota da Mari

Fragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMFragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMFragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMFragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Fragmenta-Me - Tahereh Mafi - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Estilhaça-Me – #1: Lançado em Março/2012 – Resenha
  • Destrua-Me – #1.5: Lançado em Abril/2013 – Resenha
  • Liberta-Me – #2: Lançado em Abril/2013 – Resenha
  • Fragmenta-Me  #2.5: Lançado em Maio/2014
  • Incendeia-Me  #3:  Lançado em Maio/2014

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Novo Conceito. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Mariana Garcia - A Mari! Tem 28 anos e é formada em Engenharia da Computação. Seu maior vício são as séries. Sua watchlist está lotada, mas nunca demais para adicionar um novo reality show. Nos livros assim como nos filmes seu gênero predileto são os romances e as comédia românticas (chick-lits).

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)