Um Amor de Cinema – Victoria Van Tiem – #Resenha

Home/Livros, Love Like the Movies, O Blog da Mari, Resenhas, Um Amor de Cinema, Victoria Van Tiem/Um Amor de Cinema – Victoria Van Tiem – #Resenha

Sinopse: Neste irresistível romance, Kenzi Shaw, uma designer fanática por filmes, é lançada nas águas turbulentas do amor — ao estilo de Hollywood — quando seu lindo ex-namorado lhe propõe uma série de desafios relacionados a comédias românticas para reconquistar seu coração. Que garota não gostaria de vivenciar a cena das compras de Uma linda mulher? É o desafio número dois da lista. Ou tentar fazer os passos de dança de Dirty dancing? É o número cinco. Uma lista, dez momentos românticos de filmes e várias aventuras depois, Kenzi se pergunta: ela deve se casar com o homem que sua família adora ou arriscar tudo por um amor de cinema? Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Um Amor de Cinema – Skoob

Titulo Original: Love Like the Movies – Goodreads

Autora: Victoria Van Tiem

Tradução: Débora Isidoro

Editora: Verus (Grupo Editorial Record)

Ano: 2014

ISBN: 978-85-7686-334-2

Número de páginas: 293

Sobre a Autora

Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Victoria Van Tiem é escritora, artista, faixa preta, mãe, esposa e cuidadora relutante de um porco barrigudo, Pobby. Quando não está escrevendo, bancado a motorista de seus filhos adolescentes ou mantendo o porco longe do jardim dos vizinhos, Victoria se entrega a seus dois passatempos favoritos: um bom livro e filmes românticos.

Opinião da Nathy

Esse livro me conquistou primeiro pela a sua capa, depois pela a sinopse e por fim, a sua história maravilhosa. Sim, parece uma comédia romântica daquelas que passa direto na televisão. Porém, gosto desse tipo de filme e também de leitura. Então aproveitei ao máximo. Tem seus clichês, mas qual mulher não gostaria de reviver alguns dos momentos mais marcantes dos filmes? A maioria dos filmes citados no livro eu sou apaixonada e sim gostaria de ser a Kenzi nesses momentos. No final das contas fiquei querendo assistir todos os filmes citados novamente.

O livro conta a história de Kenzi, uma menina que tem o trabalho dos sonhos e um noivo maravilhoso. Mesmo que se sinta a pessoa mais deslocada do mundo em sua família faz de tudo para agradá-los. No momento em que um ex-namorado retorna para sua vida, parece que seu mundo está desmoronando aos poucos. Nada parece ser o que imaginava e não sabe como lidar com tudo. De repente se vê diante de uma decisão que irá mudar ainda mais seu destino, somente tem que tomar a certa, porque senão tudo estará perdido. Enquanto está vivendo um enorme dilema se coloca em situações embaraçosas e engraçadas. E outras para desvendar um mistério que acaba envolvendo a sua vida.

Não poderia ter gostado mais do livro e também de sua narrativa. Alguns livros eu acho que o melhor era ser em terceira pessoa. Mas, a autora descreve tão bem as cenas que não poderia desejar outro tipo de narrativa que não fosse a primeira pessoa. Fiquei ainda mais próxima da personagem. A leitura flui muito rápida e chega a ser viciante. Não conseguia largar o livro até chegar ao seu final. Meu problema é que peguei o livro já tarde da noite e terminei ainda mais tarde. Conselho para que se leia durante o dia. Algo que gostei demais no livro foi à forma que brincaram com o nome dos filmes e transformaram na passagem do capítulo. Combinou perfeitamente.

Quando eu tinha nove anos, demiti a minha mãe.

Muitos podem acabar achando a Kenzi chata e sem nenhuma confiança. Mas, eu somente conseguia entender tudo o que estava sentindo. Não é fácil crescer em uma casa onde sua família te vê com outros olhos. Que se não for igual ao que eles desejam vão te desprezar. Mesmo que não diretamente. Pior de tudo é não conseguir se libertar da teia de sempre estar buscando a sua aprovação. Pelo desejo de ser assumida como parte da mesma. Então acaba tomando decisões que não vão te fazer feliz, mas vai agradar as pessoas ao seu redor. Queria isso que pudesse gritar com algumas pessoas ao seu redor para colocar toda a mágoa que tinha dentro si. Precisou de alguns eventos para poder perceber que era uma mulher adulta e precisava cuidar de sua vida. Como na maioria das comédias românticas. Gostei demais da personagem e tomou os caminhos certos.

Fiquei apaixonada pelo Shane. Ele é o ex-namorado que volta feito um furacão na vida da pobre Kenzi. Mereci sofrer um pouco, porque não é o tipo de mocinho que se encontra nos filmes ou livros. Mas, se esforça ao máximo para mostrar que mudou. Algo que não gostei muito foi de um ponto do livro em que a autora colocou como se um simples beijo não fosse uma traição por parte da outra pessoa. E não se preocupem que não foi nenhum spoiler. Então fiquei irritada com ele ao mesmo tempo em que ficava morrendo de amores. Já o Bradley, noivo. Não conseguiu me conquistar com nenhuma de suas palavras. Boa parte agia como se somente quisesse ficar com ela para que nenhum outro homem a tivesse. Um homem que poderia ter tido uma postura melhor. Queria que tivesse melhorado seu jogo e assim talvez tivesse conquistado também meu coração.

Eu reclamei demais no twitter que já estava mais aguentando as autoras colocarem triângulo amoroso na história para poder transformar em um excelente livro. Não acho que tenha necessidade de todo livro ser assim, em vista de que as minhas três autoras favoritas não colocam triângulo amoroso e adoro tudo o que escrevem. Então mesmo que ela seja noiva e seu ex-namorado esteja de volta, não senti que tinha um triângulo amoroso formado. Os sentimentos deles estavam muito claros. O romance foi muito bem trabalho e passei a acreditar que realmente se amavam. Somente achei que o final foi um pouco rápido demais. O epilogo ajudou a gosta do final, mas fiquei com a sensação de que faltou alguma coisa.

Você dizia que não queria só se apaixonar, queria se apaixonar em um filme. Lembra?

Não pense que tudo foi uma maravilha. Tiveram algumas partes que me irritaram demais. Como a família dela. Sério todos se achavam superiores demais e não prestavam a atenção no que Kenzi estava dizendo ou manifestando. Ren foi uma das piores sempre querendo roubar o momento para si. Depois senti que a autora quis de alguma forma consertar esse comportamento, mas não se encaixou. Em minha visão continuou sendo uma pessoa mesquinha que não podia ver a felicidade da outra pessoa porque queria algo igual. Mesmo que já tivesse durante anos.

Assim como Tonya é uma personagem detestável. Deu para perceber que sentia uma inveja muito grande da Kenzi e queria tudo o que era dela. Desde os tempos da faculdade. Na primeira frase dela já consegui fazer as ligações do que estava aprontando e me irritou demais. Ao contrário de Ellie que é um amor. Uma melhor amiga assim acho que é o desejo de todas as pessoas. Está sempre disposta a te ajudar, mesmo que seja necessário cometer um assassinato. Não que isso seja legal, mas até onde está disposta a ir a nome da amizade. Fiquei muito satisfeita com o final das duas, mais do que merecido.

Meu bem, não vai acontecer se você esperar demais.

Esse é aquele livro leve e divertido que irá te tirar de uma ressaca literária. Se gosta de um bom romance não pode deixar de conferir esse livro.

Quote Favorito

Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Como disse acima a capa foi o que primeiro me chamou a atenção. As cores bem vivas, mas nada muito forte. Seguida pela faixa de filme e o nome do livro dentro de um balão. Somente o olhar e sorriso da menina me incomodaram um pouco porque mostra uma confiança e sensualidade que não senti na Kenzi. Pelo menos não em boa parte do livro. O lado mais vulnerável e sonhador estão presentes e me agradou demais. Muito mais do que a capa original que retrata o livro, mas não chama a atenção.

Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação também está linda. No começo de cada capítulo o número do mesmo está dentro do filme. E quando tem mudança de cena dentro do mesmo capítulo tem uma claquete os dividindo. Gosto quando a editora tem o trabalho de fazer algo diferente. As folhas são amarelas e grossas.

Nota da Nathy

Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Um Amor de Cinema - Victoria Van Tiem - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

  • Um Amor de Cinema – Amazon | Submarino | Saraiva | Americanas | Martins Fontes  Cultura | Ponto Frio | Extra | Fnac
  • Um Amo de Cinema (E-book) – Amazon | Saraiva | Itunes | Cultura
“O livro é uma cortesia da Editora Verus. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

5 Comments

  1. Ana Patricia 19 de janeiro de 2015 at 19:22 - Reply

    Eu li esse livro e amei!

    A história é mto leve e divertida.

  2. Milena Soares 26 de outubro de 2014 at 16:23 - Reply

    Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, depois de ler essa resenha fiquei ainda mais animada pra conferi essa história que parece mesmo ser maravilhosa!

    • Nathalia Garcia 27 de outubro de 2014 at 11:03 - Reply

      Oiee Milena =)

      No meio de tantos livros que seguem o mesmo padrão esse tem uma quebra bem interessante, estava precisando desse tipo de leitura. Acho que vai gostar bastante se goosta de romances.
      Beijos

  3. Iris Figueiredo 23 de outubro de 2014 at 19:44 - Reply

    Eu estou paquerando esse livro nas livrarias há um tempinho. A sinopse é tão gostosa e é bem o tipo de história que eu gosto de ler. Sou super romances clichês, mas fofos e divertidos. Eu não gostei muito da capa, mas a sinopse me conquistou demais e pela sua resenha ele parece ser bem o que promete.
    Bjs

    • Nathalia Garcia 27 de outubro de 2014 at 11:03 - Reply

      Oiee Iris!!!

      Se curte romances bem clichês vai amar o livro. Eu fiquei toda boba em várias cenas. Tudo depende do gosto da pessoa, rever as cenas dos filmes somente me fez ficar com vontade de vê-los. A autora soube escrever muito bem a história. Como disse somente o final queria que tivesse sido melhor explorado rs.
      Beijos

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)