Santuário – Meg Cabot – #Resenha

Home/Desaparecidos, Livros, Meg Cabot, O Blog da Mari, Resenhas, Santuário/Santuário – Meg Cabot – #Resenha

Sinopse: Jess Mastriani, conhecida como a Garota Relâmpago, é capaz de encontrar pessoas desaparecidas. Quando atos de vandalismo começam a ocorrer e seu vizinho é encontrado morto em circunstâncias muito violentas em um milharal, ela se vê no meio de um plano muito perigoso. Jess terá que engolir o orgulho e juntar forças com o FBI para entrar no santuário de arruaceiros capazes de cometer as maiores atrocidades em nome de seus preconceitos. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Santuário – Skoob

Titulo Original: Sanctuary – Goodreads

Autora: Meg Cabot

Tradução: Ana Death Duarte

Editora: Galera Record

Ano: 2014

ISBN: 978-85-01-08820-8

Número de páginas: 256

Série: Desaparecidos

Volume: 4

Sobre a Autora

Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Meg Cabot já morou em Indiana, na Califórnia e na França. Trabalhou como ilustradora e é autora das séries O Diário da Princesa, A Mediadora e de Cabeça de Vento, entre outros, todos publicados pela Galera Record. Atualmente divide seu tempo entre Key West, na Flórida, e Nova Tork, com o marido e vários gatos, inclusive a de um olho só que se chama Henrietta.

Opinião da Mari

Santuário é o quarto livro da série Desaparecidos, portanto esta resenha pode ter spoilers de Quando Cai o Raio (#1)Codinome Cassandra (#2) e Esconderijo Perfeito (#3).

O terceiro livro da série, Esconderijo Perfeito, tinha sido ótimo, mas depois de meses sem ler nada da Meg Cabot ou do gênero young-adult estava receosa. Felizmente fui surpreendida positivamente e a leitura de Santuário fluiu muito melhor do que imaginava. A narrativa da história continua sendo feita por Jess Mastriani, a protagonista da história, em primeira pessoa, nos contando tudo o que acontece em forma de relato.

Neste livro, o foco deixa de ser os seus poderes, ou, pelo menos sua tentativa de escondê-lo do FBI. Com crianças sendo assassinadas e ataques sendo feitos pelos chamados “verdadeiros americanos”, Jess muda suas prioridades a fim de salvar a vida de mais um garoto inocente. Ainda que o livro seja um young adult e Jess uma adolescente, vemos problemas muito maiores sendo abordados na história. Os verdadeiros americanos são preconceituosos em um nível inacreditável. O livro não é muito atual, mas infelizmente a nossa realidade não é muito diferente.

– Não adianta argumentar com Jim Henderson. Para ele, os únicos americanos de verdade são aqueles que desceram a bordo do Mayflower… brancos e cristãos. E não é você quem vai fazer com que a cabeça dele mude. Não se não quiser um calibre doze enfiado na sua “guela”.

– Então, os únicos americanos de verdade, segundo Jim Henderson, são pessoas exatamente como o… próprio Jim Henderson.

Apesar de um tema tão importante ser abordado, do meu ponto de vista Meg pecou em alguns momentos. Jess sempre foi muito determinada a ser independente, fazendo tudo da maneira que achava ser a correta sem envolver a polícia ou o FBI, mas nesse caso acho que ela precisava ir além. Inclusive ao ler a sinopse do livro, entendi que assim ela o faria, mas a verdade é que o FBI, pelo menos nesse caso, é uma decepção total. O agente principal estava sempre sozinho, não tinha recursos e precisou muito mais de Jess, do que o contrário. Sem dúvida, ele foi a maior decepção do livro, já que seu jeito parrudo em Esconderijo Perfeito me fizeram acreditar que ele seria um problema para Jess.

– Jessica.

– Dr. Krantz. Não se preocupe em me agradecer. Mesmo, está tudo certo. Eu teria feito a mesma coisa por qualquer pessoa que fosse. Fico feliz por ter feito o que fiz.

– Jessica.

– Sim, Dr. Krantz?

– Você é a pior motorista que eu já vi na minha vida.

Além da trama principal, Jess também passa grande parte do livro nos atualizando sobre seu relacionamento com o maravilhoso Rob. O garoto continua apaixonante e neste livro, ainda mais presente, tem atitudes dignas de muitos suspiros. O relacionamento entre ele e a garota tem crescido e amadurecido cada vez mais, o que faz com que a história deles fique cada vez mais fofa. E os dois não são o único casal da história, Douglas e Mike também estão muito felizes, o que me leva a crer, que o desfecho da série, no próximo livro tem tudo para ser maravilhoso.

Enfim, Santuário foi uma ótima leitura, rápida, leve e superior aos primeiros livros da série, apenas não superou Esconderijo Perfeito, que continua sendo o meu livro favorito da série. Recomendado!

Quote Favorito

Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A diagramação do livro é simples, não há detalhes internos destacando nenhum ponto especifico. Os capítulos iniciam sempre em uma nova página e suas páginas são amarelas. O formato do livro segue o padrão da série e da editora 14X21cm.

Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Quanto a capa, confesso que fiquei muito dividida em relação a ela. A imagem do milharal representa bem o livro assim como aconteceu nos anteriores, porém não me deixa satisfeita. A essa altura do campeonato mudar o padrão das capas seria horrível, mas ainda que não goste da ideia de uma capa tão infantilizada quanto a americana, não acho que essa representa a personalidade de Jess ou a forma “descolada” que ela conta a história. Do meu modo de ver, essa não é uma capa que chama atenção ou atinge o seu público alvo, ainda que não seja de fato feia.

Nota da Mari

Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Santuário - Meg Cabot - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Livro 1 – Quando Cai o Raio – Lançado em 2011
  • Livro 2 – Codinome Cassandra – Lançado em 2012
  • Livro 3  – Esconderijo Perfeito – Lançado em 2013
  • Livro 4 – Santuário – Lançado em 2014
  • Livro 5 – Missing You – Lançado em 2006 nos EUA – Sem previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

[testimonial=” “]”O livro é uma cortesia da Galera Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”[/fusion_testimonial]

About the Author:

Mariana Garcia - A Mari! Tem 28 anos e é formada em Engenharia da Computação. Seu maior vício são as séries. Sua watchlist está lotada, mas nunca demais para adicionar um novo reality show. Nos livros assim como nos filmes seu gênero predileto são os romances e as comédia românticas (chick-lits).

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)