Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha

Home/Ellie James, Livros, O Blog da Mari, Resenhas/Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha

Sinopse: Em uma casa abandonada, um grupo de adolescentes joga Verdade ou Desafio. Antes de a noite acabar, a garota mais popular da escola desaparece como se fosse por mágica. Recém-chegada à cidade, Trinity preferiria não ter as visões que a atormentam tanto… Agora ela precisa agir rápido, porque todas as suspeitas levam até ela. Cheio de reviravoltas e sustos, Sonhos Despedaçados é leitura obrigatória para quem gosta de tramas com desfechos imprevisíveis. Os cenários ajudam a compor o mistério, e podem ser os cemitérios antigos de Nova Orleans ou os destroços deixados pelo furacão Katrina. O único problema: você não vai ter coragem de ler este livro quando estiver sozinho em casa. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Sonhos Despedaçados – Skoob

Titulo Original: Shattered Dreams – Goodreads

Autora: Ellie James

Tradução: Tiago Novaes Lima

Editora: Novo Conceito (Grupo editorial Novo Conceito)

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8163-543-9

Série: Midnight Dragonfly

Volume: 01

Número de páginas: 319

Sobre a Autora

Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Ellie James acredita em sonhos e no destino. Formada em Jornalismo, Ellie é escritora há muito tempo: poemas e histórias com mistério, aventura e certa fascinação pelo inexplicável. Ela mora no Texas
com o marido e os dois filhos.

Opinião da Nathy

Estava bem curiosa sobre esse livro, não estava com as expectativas muito altas, mas tinha algumas em relação de como seria o desenvolvimento dela. No entanto, eu fiquei um pouco decepcionada porque saiu completamente daquilo que estava esperando. O livro é bom, mas pela a história que a autora se propôs a contar estava esperando algo que fosse abalar tudo. O lado bom é que a leitura passa de uma forma que nem percebe. A escrita da autora é boa que acaba envolvida na história e querendo saber o que acontece até seu final. Não sabia que fazia parte de uma série até que fui marcar como lido no goodreads e acabei vendo uns spoilers não tão legais. Mas, estou na curiosidade para ler os próximos volumes. Mesmo porque quando começo uma série gosto de terminá-la, somente aqueles que são ruins mesmo que não passo do primeiro livro.

A história contada é de Trinity uma menina que acaba de se mudar para New Orleans para viver a sua tia após a morte de sua avó. Depois de uma série de desafios propostos por Jessica eventos estranhos passam a ocorrer. O pior deles é que Jessica está desaparecida e Amber melhor amiga da menina está fazendo uma campanha em todos os lugares afirmando que Trinity é a culpada por esse sumiço. De alguma forma Trinity consegue ver exatamente onde Jessica se encontra e quais suas condições, mas como pode confiar nas pessoas ao seu redor? Afinal, todos pensam que está envolvida nesse desaparecimento, ainda que não tenha feito nada contra a menina. Nem menos Chase parece estar ao seu lado nessa luta, como deveria se é o namorado de Jessica?

Tudo é narrado em primeira pessoa na visão de Trinity então o leitor fica preso em seus sentimentos. O leitor acaba por se envolver em seus sonhos e seus problemas. Queria que tivesse somente um pouco mais da visão de Jessica ou de seu sequestradores. Faltou um pouco de justificativa no final do livro, mesmo tendo os outros volumes onde as outras explicações podem vir, fiquei com a sensação de que algo estava faltando em toda a história. No entanto, com a narrativa em terceira pessoa poderia também não ter tido toda a justificativa.

Mentiroso!

Pelo que tinha visto na sinopse pensava que a Trinity seria aquela personagem sem se importar com a opinião alheia e forte o suficiente para aguentar todas as pontas. No entanto, parecia mesmo com uma menina adolescente assustada demais para saber como lidar com tudo que estava acontecendo ao seu redor. Tudo sobre seus pais acaba vindo a tona e é mais uma coisa que ela tem que se preocupar no meio de tantos problemas. Não estava sendo forte da maneira que estava pensando, mas acabou mostrando que ninguém poderia pisar nela. Teve momentos que lidou de uma forma muito imatura. Quando na verdade precisava colocar toda a sua cabeça no local e pensar friamente em qual seria seu próximo passo.

Tem um pouco de romance e dois pretendentes. Bom ao menos isso me pareceu em determinados pontos do livro. Chase é um rapaz que está perdido sobre seus sentimentos e o sumiço de Jessica. Ao mesmo tempo deseja estar ao lado de Trinity e a ajudando com as novas descobertas sobre seus sonhos. Já o Dylan sabe muita coisa e não diz nada por achar que a moça não está preparada para escutar. Permanece ao seu lado sem pensar duas vezes acreditando em suas palavras. Dos dois gostei muito mais do Dylan e acho que merecia mesmo a sua chance com a menina. Tem mais atitudes de um homem do que de um menino preocupado com coisas sem importância.

Você está usando a camiseta dele?

Os pais de Trinity podem estar mortos, mas tem um valor muito grande nesse primeiro livro. Principalmente a sua mãe que parece a chave para descobrir seus “poderes”. Em alguns momentos eu fiquei vendo uma semelhança com a série da Mara Dyer. No entanto, nesse dava para saber que realmente a menina tinha algum poder e não era somente coisa da sua cabeça. A mãe dela ajuda a colocar as peças nos devidos lugares, mas também deixa algumas questões no ar que devem ser respondidas nos próximos livros.
Algo que me incomoda na maioria dos livros young adult é as maldades que as meninas costumam fazer com as principais. Parece que é sempre a mesma coisa e não muda os motivos. Os meninos continuam sendo motivo para brigas entre as mesmas. Sei que é algo normal, mas me cansa.

Queria que assim como parassem um pouco com os triângulos amorosos mudassem essas perseguições sem sentido. Jessica quase não aparece, mas quando o faz é apenas para se mostrar superior a Trinity. Enquanto, Amber se sente a melhor pessoa do mundo e se aproveita do sumiço de sua melhor amiga para se promover.

Na verdade, tudo tinha a ver com Chase.

Um bom livro de suspense com uma mistura de fantasia. Eu fiquei bem intrigada com toda a história e se gosta desse estilo Mara Dyer eu acredito que poderá gostar desse também.

Quote Favorito

Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Muito mais bonita que a original com uma menina de lado e toda roxa. Ainda que esse não parecesse com a menina do livro ou seu conteúdo. Gosto da menina andando tranquilo pelos trilhos do trem em uma sensação de paz ao mesmo tempo em que de abandono. E a libélula ao lado do nome escrito faz uma ligação com a menina. A diagramação segue o padrão da editora. Com cada capítulo iniciando em uma nova página e as mesmas são amarelas. Mas, não tem nenhuma figura entre as mudanças de cenas ou quando as mensagens de texto são enviadas.

Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Nathy

Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Sonhos Despedaçados – Ellie James – #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Novo Conceito. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)