Quilômetros de Saudade – Angélica Pina – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/Quilômetros de Saudade – Angélica Pina – #Resenha

Sinopse: Daniela é uma jovem mineira que, durante uma viagem de férias a Natal, conhece Fernando. Os dois se entendem muito bem e iniciam uma amizade virtual, que não evolui porque, além da distância a separá-los, existe Jorge, o belo e atraente namorado da moça, por quem é apaixonada e que detém sua total lealdade. Fernando passa por um momento delicado após o fim de um relacionamento, por isso mesmo não representou durante a viagem nenhuma ameaça ao namoro de Daniela. Aproximando-se cada vez mais de Fernando, e após sofrer uma decepção com Jorge, Daniela um dia se vê apaixonada pelo amigo, mas sem coragem de se declarar e pensando sempre na questão da distância entre Minas Gerais e o Rio Grande do Norte, que os atrapalharia no caso de desejarem viver algo juntos e foi o estopim para o fim do namoro anterior dele. Até que ponto a distância geográfica realmente impede a plenitude de um sentimento? Uma história sobre amor, decepção, redescoberta da felicidade e sobre como o conceito de distância tem diversos significados.

Ficha Técnica

Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Quilômetros de Saudade – Skoob

Titulo Original: Quilômetros de Saudade

Autora: Angélica Pina

Tradução: Livro Nacional

Editora: Giostri

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8108-425-7

Número de páginas: 166

Sobre a Autora

Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Angélica Pina é apaixonada pela língua portuguesa e pelas palavras desde criança, leitora voraz, é publicitária por formação, graduada pela PUC-MG. Natural de Belo Horizonte – MG, em 2011 a autora optou por dedicar-se exclusivamente à maternidade. Em 2013, ainda em casa com o filho, passou a fazer resenhas para um site literário, o que lhe rendeu vários incentivos para que escrevesse seu próprio livro. Quilômetros de saudade é o seu primeiro romance, publicado pela Giostri Editora.

Opinião da Nathy

Eu conheci a Angélica e seu livro através de uma amiga muito querida na bienal. Finalmente chegou o dia que consegui ler o livro. Fiquei bem curiosa com a história após assistir ao book trailer. Estava muito empolgada ainda que livro com um teor mais dramático não fosse meu gênero literário favorito. Mas, apesar da sensação da capa o livro é bem leve e chega a ser divertido. Passei boa parte do tempo com aquela sensação de que alguma coisa não daria certa e amando alguns personagens. Gosto quando o livro te prende do começo até o final. Foi assim que me senti. É impossível iniciar a leitura e não finalizar. Eu acho que levei no máximo duas horas lendo de tão bem trabalhada que é a história.

O livro conta a história de Daniela, uma mulher que está passando suas férias em Natal com algumas amigas e morrendo de saudades de seu namorado. Parece que todas as pessoas que mais ama vive longe dela. Quando chega a Belo Horizonte sente saudades das pessoas que conheceu em Natal, especialmente de Fernando. Um homem com a qual conseguiu fazer rapidamente amizade. A partir de alguns eventos seus sentimentos passam a mudar, mas a distância continua sendo o maior problema em sua vida. Então tem que aprender como lidar com a saudade por ficar tanto tempo longe das pessoas que mais ama. A narrativa é feita em primeira pessoa pela a própria Daniela, então o leitor apenas sabe daquilo que está passando ela. Prefiro quando tem a visão do mocinho porque me faz acreditar nesse amor e ficar ainda mais próxima deles.

Que droga, hein? Deve ser péssimo namorar â distância.

Tive um pequeno problema com a Daniela. Ela passa boa parte do livro se lamentando ao invés de tomar uma atitude sobre a sua vida. Não aparenta a idade que tem por ficar fazendo um drama sobre tudo. Quando parece que está tomando a decisão certa e aprendendo viver com ela, começa a agir novamente como uma pessoa confusa. Quis segurá-la pelos ombros e dar uma boa sacudida. Afinal de contas seus problemas não eram tão grandes. Parecia uma menina mimada que queria tudo naquela hora. Somente foi gostar dela perto do final quando agiu como uma mulher mais forte que assume riscos. Não sei se eu seria capaz de tomar essas decisões e por isso senti um pouco de orgulho dela. Se eu fosse sua amiga provavelmente estaríamos brigando a cada cinco segundos, mas logo fazendo as pazes.

Já Fernando me conquistou da primeira até a última linha. Um homem determinado a alcançar seus objetivos. Não ficou um mocinho irreal. Ele vivencia algumas situações que dá vontade de pegar no colo e prometer ajudá-lo. O tipo de homem que quando ama se entrega completamente. Fiquei morrendo de pena de algumas coisas que a Daniela apronta. Em algumas das cenas dele fiquei até mesmo com um frio na barriga. As cenas de romance entre os dois são ótimas. O melhor de tudo é a amizade que se forma, porque é muito dificil tornar algo maior quando já atingiu a amizade. Mas, fica muito dificil para alguém resistir a um homem como ele.

Eu adoro saber que você faz planos pra gente, sabia?

Eu amei as amigas dela Aline e Leticia. Muito engraçadas que aproveitam ao máximo da vida sem muito drama. Vivem de acordo com a sua idade. Gostaria que tivesse um livro para cada um delas de tão fofas. Algumas partes eu achei um pouco forçada, mas pode ser porque não tenha esse tipo de amiga. Elas estão sempre ao lado de Daniela ajudando a passar pelas crises e por isso gostaria que a menina tivesse dado um pouco mais de valor nelas. Assim como a sua família que mesmo sentindo muita falta quase não aparece. A avó dela parecia que servia apenas para ajudá-la a resolver seus dilemas do coração, gostaria que tivesse sido um pouco mais explorada. Com certeza é o tipo de vó que faz os leitores darem muita risada.

Sempre acabo me deparando com algum personagem que quero bater demais. Além de Daniela que ficou um pouco perdida tinha Jorge seu namorado. Um homem que desde o começo estava claro qual era o seu tipo. O odiei logo na primeira cena e estava torcendo por alguma reviravolta. Ficava se achando o melhor dos homens quando na verdade não era nada. Arrogante e mentiroso. Minha raiva por ele era tão grande que chegava a ser dificil ler as cenas em que aparecia. Mesmo quando estava errado dava um jeito de virar a mesa e fizer com que Daniela se sentisse culpada. Queria algum final bem trágico porque sou dessa bem malvada com os personagens que não gosto.

Para de escândalo, Daniela! Os vizinhos vão ouvir.

Mais um livro nacional muito bem escrito e com uma história linda. Para quem gosta de um romance é uma ótima pedida, mas também para todos que sabem apreciar um ótimo livro.

Quote Favorito

Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu estou confusa com essa capa. Ao mesmo tempo em que eu gostei não gostei. Ela consegue capturar todo o conceito do livro. A menina sentada olhando sozinha uma paisagem mostra a distância que está das pessoas. No entanto, as cores estão um pouco fracas não dando tanta vida ao livro. O nome do livro parece que está um pouco jogado no livro. Mas, com um bom destaque. Enquanto, o nome da autora está um pouco acima em uma fonte menor. A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Quando tem mensagens sendo enviada a fonte muda para itálico assim o leitor não fica perdido sem saber o que está acontecendo no momento. As páginas são amarelas e grossas.

Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Nathy

Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Quilômetros de Saudade - Angélica Pina - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

  • Quilômetros de Saudade: Amazon Submarino | Saraiva | Americanas | Martins Fontes | Cultura | Fnac | Ponto Frio | Extra

“O livro é uma cortesia da Autora Angélica Pina. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”
By | 2017-01-06T14:44:56+00:00 12/01/2015|Categories: Livros, Resenhas|Tags: , , , , , |0 Comments

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)