O último homem do mundo – Tais Cortez – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/O último homem do mundo – Tais Cortez – #Resenha

Sinopse: O último homem do mundo – Amanda é uma garota rebelde e problemática. Filha de Patrícia Oliveira, uma atriz mundialmente famosa, ela se ressente do comportamento da mãe, que trabalha demais e dedica seu pouco tempo livre para namorar. Depois de ser expulsa dos três últimos colégios, Amanda é matriculada contra sua vontade no Educação de Elite, o colégio interno mais renomado do país, onde apenas os filhos da elite nacional estudam. Determinada a conseguir mais uma expulsão, ela é capaz das maiores loucuras, mas seus planos acabam sendo frustrados por suas colegas de quarto, por uma inspetora intrometida e um diretor paciente. Lá ela também conhece Ricardo, o garoto mais popular e mulherengo do colégio. A atração entre eles é imediata, mas isso não impede que se odeiem ferozmente e que façam de tudo para prejudicar um ao outro. No entanto, o destino os forçará a unirem forças por um bem maior, e Amanda perceberá que, às vezes, o último homem do mundo de sua consciência pode ser justamente aquele que seu coração decide escolher.

Ficha Técnica

O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: O último homem do mundo – Skoob

Titulo Original: O último homem do mundo – Goodreads

Autora: Tais Cortez

Tradução: Livro Nacional

Editora: Ler Editora

Ano: 2014

ISBN: 978-85-64898-65-3

Número de páginas: 223

Sobre a Autora

O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Tais Cortez Ferreira nasceu em Campinas, interior de São Paulo. Formou-se em Relações Internacionais e fez bidiplomação em Economia na FACAMP. Fascinada desde criança por histórias de romance, mistério e poderes sobrenaturais, foi natural que, propondo a si mesmas escrever o livro que gostaria de ler, esses elementos estivessem presentes em sua primeira obra, “Golfinhos e Tubarões – O Outro Mundo”, lançada em agosto de 2013 pela editora Chiado e vendida pela livraria Cultura. Em dezembro desse mesmo ano, lançou seu segundo livro em E-book pela Amazon: “O último homem do mundo”, uma deliciosa comédia romântica. Durante o período de 5 dias o livro esteve em promoção para ser baixado gratuitamente, alcançando a primeira posição no ranking dos 100 mais baixados grátis.

Opinião da Nathy

Não estava tendo muita sorte com as minhas leituras nos últimos dias, então fui sem nenhuma expectativa fazer a leitura desses. E logo nas primeiras páginas tinha a impressão de já ter visto essa história em algum outro lugar. Uma mistura de rebelde com menina mimada. Eu gosto quando os livros falam do amor entre os adolescentes e que nem sempre é amor a primeira vista. Tiveram muitas cenas engraçadas. No entanto, não consegui me envolver completamente com os personagens. Tudo parecia ocorrer de uma forma muito rápida, mesmo que se prolongasse por alguns capítulos. As cenas também não são inovadoras, tudo apresentado de algum jeito já havia visto antes.

O livro conta a história de Amanda filha de uma atriz muito famosa. Sua relação com a mãe não é boa. Tudo o que sua mãe faz não agrada a menina que queria apenas ser deixada em paz. Uma vez que sua mãe é muito ocupada a menina está sempre em algum colégio interno. Mas, acaba sendo expulsa de todos eles. Até que começa a estudar no “Educação de Elite” um colégio muito renomado que somente os filhos das pessoas mais importantes estudam. Na visão de Amanda não passam de um bando de meninos mimados. Com sua atitude rebelde faz de tudo para ser expulsa de mais esse colégio. Apenas não contava estar rodeada de pessoas das quais acabasse gostando.

A leitura flui de uma forma muito leve e rápida. O tipo de livro que em menos de duas horas consegue finalizar a leitura de tão gostosa. Mesmo tendo alguns problemas com a história gostei da dinâmica. O livro é narrado em primeira pessoa na visão de Amanda e por isso o leitor fica apenas sabendo as impressões da menina. Eu fiquei me questionando se tudo era mesmo daquela forma ou apenas ela estava sendo implicante.

Eu estava tão irritada, que mal podia me controlar.

Tive alguns problemas para me identificar com a Amanda. Estava esperando que ela fosse ser mesmo uma rebelde e causar todo o tipo de confusão para ser expulsa. Mas, as suas atitudes não foram tão ousadas. Conseguiu criar algumas inimizades, mas também várias pessoas ficando ao seu lado. No fundo era somente uma menina que estava querendo chamar a atenção de sua mãe. Não agindo através das palavras, mas mantendo uma pose de que não estava ligando para nada. Quando tudo o que queria era que sua mãe lhe desse um pouco do seu tempo. Fiquei um pouco decepcionada nesse sentido porque estava esperando mesmo que fosse alguém que não ligava para o que acontecia ao seu redor. Que era diferente das meninas de sua escola.

Assim como estava esperando um pouco mais das atitudes do Ricardo. Um menino que tem problemas com bebidas e a constante desaprovação de seu pai. Sem contar que sua mãe já não está mais ao seu lado. Tem uma linda namorada, mas não consegue ser fiel. Um menino que faz tudo o que deseja sem se importar com as consequências. No entanto, quando encontra Amanda uma adversária a altura vê tudo virar de cabeça para baixo. Ao longo do livro sua personalidade foi mudando e me agradando muito mais. Pois, deixou de ser um personagem apagado, para um que poderia acabar se tornando apaixonante.

O romance dos dois foi bem trabalhado e desenvolvido. No entanto, gostaria de tivesse tido mais cenas fofas entre os dois. Sabe quando tudo parece que vai ir bem, mas não dura nem cinco minutos? Foi exatamente assim. Em um momento estavam conseguindo ir muito bem e de repente já nem parecia que se conheciam. Gosto quando a mocinha é forte o suficiente e consegue perceber todas as coisas que estão erradas ao seu redor. E também quando luta firme pelo que acredita. Infelizmente, esse não é o caso de Amanda que precisa de boas sacudidas. Já Ricardo tendo algumas frases mais clichês foi um fofo.

A única garota que eu queria convidar não queria um par.

Claro que tinha que ter algum vilão bem chato para pegar no pé do casal. Mariana a namorada do Ricardo acaba se tornando uma personagem muito sem graça. O tipo que não aceita perder mesmo quando já não tem o menor interesse no rapaz. Apenas para sair por cima de uma situação. Enquanto, Paulo um menino muito nojento que não parecia aceitar um “não” como resposta. Estava esperando o momento em que esses dois iam ter sentimentos um pelo outro. Porque de verdade se mereciam.

As amigas dela Maíra e Paulina aparecem apenas em momentos importantes. Sempre ao lado da menina mesmo quando tinham se visto uma única vez. Não mostrou muito da personalidade delas. Algo que teria apreciado demais. Assim como a sua mãe. Por ser na visão de Amanda parece mesmo que a mesma não se importa com ela e apenas quer trabalhar. Mas, fiquei com pena da mulher em alguns momentos. Eu senti como se tudo o que fizesse era porque queria o melhor para a menina devido a tudo o que já tinham passado. Claro que é importante dar atenção e ela não soube como conciliar, o único defeito dela.

Eu quero que você tenha uma boa educação e que se torne uma mulher de respeito.

Apesar de tudo eu gostei bastante do livro e eu acho que o público mais juvenil irá aproveitar demais a leitura. Ainda mais por se tratar de um período na escola em que as diversas dúvidas aparecem. Um romance bem leve e divertido.

Quote Favorito

O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu amo capas com casais na frente. Já disse mais de uma vez que chama muita atenção. Os tons em roxo e a claridade no rosto dos personagens também ficaram muito lindos. O nome do livro em branco também ficou legal tendo um maior destaque. Não gosto muito quando fica bem em cima da imagem, mas não atrapalhou no impacto da capa. A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. A fonte muda no início do capítulo quando indicar o seu título. As páginas são amarelas e grossas.

O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Nathy

O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM O último homem do mundo - Tais Cortez - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

  • O último homem do mundo: AmazonSubmarino | Saraiva | Americanas | Martins Fontes | Cultura | Fnac | Ponto Frio | Extra

“O livro é uma cortesia da Editora Ler Editora. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”
By | 2017-01-06T14:44:38+00:00 23/02/2015|Categories: Livros, Resenhas|Tags: , , , , , |0 Comments

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)