Minha pequena, Grande Mulher – Simone Fraga – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/Minha pequena, Grande Mulher – Simone Fraga – #Resenha

Sinopse: Minha pequena, grande mulher – Nem mesmo uma infância sofrida, cheia de abusos impediu que Júlia se tornasse uma mulher forte e independente, a frente dos negócios da família. Mas, o passado retorna e traz com ele a melhor e a pior parte de sua história. Lucas sempre protegeu a amiga de infância e por ela se apaixonou em segredo, um sentimento que só fez crescer durante todos esses anos, e nem mesmo a distância a fez diminuir. Quando o maior pesadelo de Júlia retorna, ele fará de tudo para mantê-la a salvo, de preferência ao seu lado e na sua cama.

Mas será que Júlia estará preparada para se entregar a um novo Lucas, que tem desejos e preferências que podem assustá-la? O amor, a confiança, o respeito e proteção, sentimentos que envolvem essa relação, serão fortes o suficiente para resistir e vencer o passado, e a violência que ela ainda terá que enfrentar?

Ficha Técnica

Minha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Minha pequena, Grande Mulher – Skoob

Titulo Original: Minha pequena, Grande Mulher – Goodreads

Autor(es): Simone Fraga

Tradução: Livro Nacional

Editora: Qualis

Ano: 2015

ISBN: 978-85-916594-0-1

Série: Para Amar e Proteger

Volume: 01

Número de páginas: 335

Sobre a Autora

Minha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Simone Fraga é uma apaixonada por livros, daquelas que sofre quando precisa interromper a leitura antes de finalizá-la. Não hesita em passar a noite inteira acordada lendo, e depois sente saudades dos personagens. Tem um fascínio inexplicável por dramas que envolvem amores impossíveis. Catarinense de 38 anos, leonina, escritora, formada em administração com especialização em Gestão estratégica das organizações, vive com a família, duas tartarugas e sua pequena Vick, uma beagle linda e muito amada.

Simone já publicou mais de 40 livros técnicos na área de informática. Em seu romance de estréia “Minha pequena, Grande Mulher”, nos presenteou com uma linda história de amor, luta e perseverança. Agora Simone apresenta seu primeiro conto, “Para sempre, minha pequena”, fechando com “alianças de ouro” a envolvente trama desse primeiro livro. Uma obra que envolve sentimentos e personagens fortes que vão te surpreender.

Opinião da Nathy

Ainda estou tentando decidir qual é o sentimento final que tive por esse livro. Porque quando vi a capa e a sinopse fiquei muito empolgada. Ainda mais depois de ver que a A.C. Meyer escreveu seu prefácio. Mas, logo tive alguns problemas com a história. A ideia que a autora teve foi muito boa. No entanto, em minha opinião não foi muito bem desenvolvida. Houveram muitas abordagens onde em dois ou três capítulos a trama já era resolvida e novos dramas eram introduzidos. Particularmente teria preferido que a autora tivesse explorado apenas um drama e o desenvolvido com mais calma. O romance também foi de uma forma muito rápida e não me deixou conectada com os personagens.

O livro conta a história de Júlia. Uma mulher que sofreu diversos abusos em sua infância. Hoje esse passado volta para lhe atormentar, então seu tio-pai – como é chamado durante o livro – contrata Lucas o amigo de infância dela para protegê-la desse perigo. No meio de toda a loucura que a vida de Júlia se transforma, os dois passam a ter sentimentos até então adormecidos. No entanto, Lucas tem um gosto peculiar que pode acabar assustando Júlia e ele não está disposto a perder a mulher que amou durante toda a sua vida. Uma mistura de Um Caso Perdido com Cinquenta Tons de Cinza.

Meu outro problema com o livro foi a sua narrativa. Tudo começa sendo descrito em terceira pessoa. De repente muda para primeira pessoa com a Júlia descrevendo os fatos. Depois muda para Lucas descrevendo seus sentimentos. E logo volta a ser em terceira pessoa. Tornou tudo um pouco confuso a meu ver. Poderia ter sido determinado em primeira pessoa mesclando os capítulos entre os dois. Ou apenas em terceira pessoa. Porque desse jeito mesmo com uma marcação nos personagens ficou pouco confuso.

Júlia abriu os olhos e num pulo rápido, saiu da cama.

Mesmo que tentasse de todas as formas não conseguia me conectar com a Júlia. Ela me pareceu uma personagem muito imatura em suas diversas atitudes. Queria mostrar que já era uma mulher poderosa. Mas, a forma que agia era um tanto infantilizada. Em diversos momentos me irritou, no entanto, um deles foi ao extremo. Eu fiquei pensando se uma pessoa era mesmo desse jeito. Por exemplo, chegar no local de trabalho do homem que está tendo um envolvimento e não se apresentar propriamente. E nisso fazer com a pessoa fosse mandada embora por um erro dela. Não cheguei a torcer para que sofresse. Porém, com tudo o que passou em sua vida e estava passando, o mínimo esperado era que ela tivesse atitudes mais maduras.

Agora o Lucas tentou ser o homem dos sonhos de todas as mulheres. Faz de tudo para proteger a mulher que ama e deixa muito claro seus sentimentos. Tem seus gestos muito românticos. Mas, novamente não consegui ficar apaixonada por ele. Ou desejando ter um desses na minha. Justamente porque seus sentimentos não foram bem trabalhados. Gosto quando ele tem seus motivos e fica trabalhando as escondidas. Ou então fazendo gestos sedutores. Geralmente nos livros quando um homem ama a mulher desde a infância esconde bem até o momento que mostra que pode ser muito mais que um amigo. E não logo nos primeiros capítulos.

Nas cenas de romance os dois têm atitudes imaturas. Ela acabou de reencontrá-lo e já fica pensando em uma forma de conseguir dormir com ele. Como se na verdade fosse apenas um desejo de antes, que estava tendo a chance de realizar. As cenas mais quentes não me fizeram sentir um frio na barriga. Não sei se foi à forma descrita ou se foi muito rápido. Mas, também não me convenceu. Eles podem mesmo se amar, mas a forma como tudo foi mostrado não me fez acreditar nesses sentimentos.

Obrigada, Lucas, não vou esquecer o que está fazendo por mim.

Quem me conquistou nesse livro foi a Juju – filha do Lucas. A menina é muito fofa. Passa por umas situações muito difíceis, que com certeza deixaram marcas bem fortes em seu futuro. Algo que gostaria que tivesse sido explorado. Quem passa por alguns dos momentos que essas duas passaram não tem exatamente um sorriso no rosto e disposição para fazer tudo. Também não vi a necessidade de causar tanto mal na vida de Juju, ainda mais por se tratar de uma criança que era muito feliz. Eu entendi que a autora quis mostrar um pouco mais do drama e que isso pode acontecer com qualquer pessoa. No entanto, penso que Juju poderia ter sido poupada.

O padrasto de Júlia e toda a sua gangue foram bem nojentos. Esses sim conseguiram me convencer de seus atos e de que existem pessoas nesses níveis. Queria que tivessem tido um destino muito pior. Todos eles mereciam muitas coisas ruins. Teve uma cena em que fiquei desacreditada, logo nos primeiros capítulos. Porque há um reencontro do padrasto com a Júlia. E ninguém em sã consciência iria deixar que as coisas fossem tão longe. Mesmo se fosse para colocar um bandido atrás das grades.

Sabia que meu pai me deu esse nome porque ele ama uma moça muito linda que se chama Júlia?

O livro foi uma ótima leitura. Mas, como aconteceram tantas coisas, em diversos momentos fiquei um pouco perdida. E acabei focando mais no caso principal e na parte do romance. Estou curiosa para saber sobre o próximo volume, se será sobre o mesmo casal – e o que mais será abordado na história dos dois – ou se será sobre algum personagem secundário.

Quote Favorito

Minha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Como disse em outras resenhas ás vezes o simples fica mais bonito do que quando se coloca milhões de coisas na capa. E esse é um ótimo exemplo. A mulher abraçando o homem com uma rosa nas mãos e a aliança ficou linda. O nome do livro poderia ter tido um destaque maior e o nome da série em uma fonte menor. Porque fica parecendo que o nome do livro é Para Amar e Proteger, quando na verdade é o nome da série. O nome da autora também poderia ter sido em uma fonte maior, pois ficou parecendo que era o nome da editora.

Minha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação ficou muito bonita. Cada capítulo inicia em uma nova página e tem um desenho no começo de cada um deles. Quando tem mudança de cena dentro do mesmo capítulo tem o desenho de algemas separando. O espaçamento entre os parágrafos é grande o que pode ser confundido com mudança de cena. As páginas são amarelas e finas, sendo possível ver as letras da página anterior/posterior.

Nota da Nathy

Minha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMMinha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMMinha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMMinha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMMinha pequena, Grande Mulher - Simone Fraga  - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • Minha pequena, Grande Mulher – Para Amar e Proteger #1 – Lançado em 2015
  • Para Sempre Minha Pequena – Para Amar e Proteger #2 – Lançado em 2015

Onde Comprar

  • Minha Pequena, Grande Mulher – Amazon | Submarino | Saraiva | Americanas | Martins Paulista | Cultura | Extra | Ponto Frio | Fnac
  • Para Sempre Minha Pequena – Amazon | Submarino | Saraiva | Americanas | Martins Paulista | Cultura | Extra | Ponto Frio | Fnac

“O livro é uma cortesia da Editora Qualis. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)