Simplesmente Acontece – Cecelia Ahern – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/Simplesmente Acontece – Cecelia Ahern – #Resenha

Sinopse: Todo mundo acha que Rosie e Alex nasceram para ser um casal. Todo mundo menos eles mesmos. Grandes amigos desde criança, eles se separaram na adolescência, quando Alex se mudou com sua família para os Estados Unidos.

Os dois não conseguiram mais se encontrar, mas, através dos anos, a amizade foi mantida através de emails, mensagens de texto, cartas, cartões-postais… Mesmo sofrendo com a distância, os dois aprenderam a viver um sem o outro. Só que o destino gosta de se divertir, e já mostrou que a história deles não termina assim, de maneira tão simples. Primeiro Capítulo

Ficha Técnica

Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Simplesmente Acontece – Skoob

Titulo Original: Love, Rosie  – Goodreads

Autora: Cecelia Ahern

Tradução: Amanda Moura & Ivar Panazzolo Junior

Editora: Novo Conceito (Grupo Editorial Novo Conceito)

Ano: 2014

ISBN: 978-85-8163-545-3

Número de páginas: 448

Sobre a Autora

Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMAntes de engrenar na carreira de escritora, Cecelia Ahern se formou em Jornalismo e Comunicação. Aos 21 anos, escreveu seu primeiro romance P.S.: Eu Te Amo, que se tornou um best-seller internacional e foi adaptado para filme com Hilary Swank. Seus outros romances: Onde Terminam os Arco-Íris, Se me pudesse ver agora, Um Lugar Chamado Aqui, Thanks for the Memories, The Gift e The Book of Tomorrow foram todos # 1 best-sellers. Cecelia foi uma das criadoras da série de TV Samantha Who? que ganhou o Emmy, Three Wise Women do canal Hallmark, e adaptou Mrs Whippy para o teatro. Os livro de Cecelia são publicados em 46 países e foram vendidas 13 milhões de cópias no mundo todo. Eles também podem ser encontrados em e-book. Ela mora em Dublin com sua família.

Booktrailer

Opinião da Mari

Depois me decepcionar com a leitura de P.S. Eu Te Amo, pensei duas vezes antes de iniciar a leitura de qualquer livro da Cecelia Ahern. Ela é uma excelente autora não me levem a mal, a Nathy mesmo já resenhou A Vez da Minha Vida e O Presente aqui no blog e gostou bastante de ambos. Mas depois de uma primeira “má impressão”, precisava ler algo que me fizesse mudar de opinião em relação a autora, o que Simplesmente Acontece conseguiu fazer, pelo menos um pouquinho.

A narrativa da autora era um dos principais problemas para mim, pois apesar de ser muito fluída, era detalhista demais. Então a forma utilizada em Simplesmente Acontece para mim foi perfeita. Amo ler e-mails (de verdade, vira e mexe paro para ler conversas antigas que tenho arquivadas) e a minha experiência com esse tipo de leitura – @mor é escrito da mesma maneira – é muito positiva. E dessa vez não foi diferente, a história é bem longa – comento sobre isso a seguir -, mas por ser escrita em forma de e-mails, mensagens, cartões postais, etc, não me incomodou nenhum um pouco, pelo contrário me fez gostar de ler o livro.

E apesar da narrativa ser muito boa, a história em si não me agradou tanto assim. Rosie e Alex são amigos desde que se conhecem por gente, porém devido as coisas da vida, eles se separam e vivem uma vida cheia de encontros e desencontros. Fato este que não seria um problema – em De Repente é Amor algo parecido acontece e ele é um dos mesmo filmes favoritos de todos os tempos – se não tivesse se estendido por tanto tempo. Sim, a história se prolonga tanto, que ao chegar e seu desfecho já não estava tão animada com o casal, como nas primeiras páginas do livros, além de me sentir um tanto frustrada com o que o destino reservou a eles.

Sabe, vocês dois têm a pior sincronia do mundo! Quando é que vão aprender a caminhar no mesmo passo?

Alex simplesmente nasceu com o perdão da palavra, com a bunda virada para a lua. É incrível a facilidade com que as coisas dão certo para ele, ou, parecem dar certo. Apesar de se tornar uma pessoa bem sucedida e ter uma vida com poucas complicações, ele não é de fato uma pessoa feliz por conta da pessoa ao seu lado. Ai, como fiquei frustrada com a falta de comunicação entre esses dois. Torci tanto para que eles apenas falassem um com o outro sobre os seus verdadeiros sentimentos.

E a minha frustração foi aumentando a cada capítulo, que via Alex tão próximo e tão longe de Rosie, enquanto ela tinha que lidar com inúmeros problemas. De fato ele não tinha obrigação nenhuma com ela, mas ainda assim fica difícil não colocar a culpa nele. Ou no destino (como fiz anteriormente), pois nada justificava esses dois separados. A falta de coragem de Alex também me irritou bastante, talvez por ter sido tão difícil me colocar no seu lugar. Do lado de cá, apenas consegui ver uma Rosie batalhadora e merecedora de alguém especial ao seu lado, alguém como Alex – sim, mesmo frustrada com ele foi impossível não me apaixonar pelo personagem. Principalmente por já imaginá-lo com Sam Claflin <3, seu interprete no filme. Ok, sendo sincera, Alex não era uma pessoa tão ruim assim, ele apenas pareceu ter uma vida muito melhor quando comparado a de Rosie, o que durante a leitura me parecia muito injusto.

… Você merece algo muito melhor. Merece alguém que te ame com todo o coração, alguém que pense em você a todo momento, alguém que passe cada minuto do dia se perguntando o que você deve estar fazendo, onde você está, com quem está e se está bem. Precisa de alguém que te ajude a realizar os seus sonhos e que possa protegê-la dos próprios medos. Alguém que te trate com respeito, que ame cada parte de você, especialmente os seus defeitos. Você deveria estar com uma pessoa que possa te fazer feliz, muito feliz, andando nas nuvens de tanta felicidade. Alguém que anos atrás deveria ter aproveitado a chance de ficar com você em vez de sentir medo e ficar assustado demais para tentar…

Enfim, apesar das frustrações acima, o livro é lindo e com certeza muito recomendado. É muito fácil se identificar com os personagens, torcer por eles e compartilhar de seus sentimentos. É um romance longo de fato, mas se você for uma pessoa paciente – eu não sou muito – tenho certeza que vai amar, mais essa história escrita por Cecelia Ahern. O livro como mencionei acima foi adaptado para os cinemas. Ele estreou aqui no Brasil dia cinco de março e estou bem ansiosa para assisti-lo. Quero ver como Sam Claflin (Jogos Vorazes: Em Chamas) e Lily Collins (Espelho, Espelho Meu) vão se sair no papel dos personagens e principalmente como será a dinâmica da história, que possui várias passagens de tempo.

Quote Favorito

Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMAmbas as capas do livro utilizam cartazes do filme como base, mas apesar de ter amado a posição do casal na primeira edição, acredito que as cores da segunda o deixaram mais atraente. Ainda assim gosto muito das duas, até porque é dificil não gostar de algo que tem Sam Claffin, certo? Certo!

Quanto a diagramação, preciso dizer que a editora fez um excelente trabalho. Mesmo com a grande quantidade de correspondencias é fácil identificar quem está “falando” com quem. Também foram preservados de forma proposital os erros de escritas cometidos pelos personagens, algo sutil, mas que fez muita diferença, gostei bastante. As páginas do livro são amarelas e todos os capitulos iniciam em uma nova folha. A fonte é pequena, mas não chega a impactar a leitura devido ao bom espaçamento.

Nota da Mari

Simplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMSimplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMSimplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMSimplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMSimplesmente Acontece - Cecelia Ahern - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Novo Conceito. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”
By | 2017-01-06T14:44:25+00:00 20/03/2015|Categories: Livros, Resenhas|1 Comment

About the Author:

Mariana Garcia - A Mari! Tem 28 anos e é formada em Engenharia da Computação. Seu maior vício são as séries. Sua watchlist está lotada, mas nunca demais para adicionar um novo reality show. Nos livros assim como nos filmes seu gênero predileto são os romances e as comédia românticas (chick-lits).

One Comment

  1. Cristina Krause 25 de janeiro de 2017 at 23:50 - Reply

    Esse foi uns dos primeiros livros que li da Cecelia. Li esse livro em PDF há uns 10 anos atrás, e reli quando imprimi o livro gastando o resto da tinta da impressora. Na época esse livro impresso não existia em nenhuma livraria online. Achei a edição original em português no mercado livre, já usado. Fiquei super revoltada pq eles mudaram o titulo e o filme é uma merda. Enfim, chorei horrores com a agonia desse casal fadado ao desencontro, é meu livro favorito da vida. E as cartas são maravilhosas. Acho a linguagem dela poética e adoro isso. Então comecei a colecionar os livros dela. Não li esses listados por você ainda, mas tem outros dela que acho melhores, como As suas lembranças são minhas e Se você me visse agora. :]

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)