Garota Online – Zoe Sugg – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/Garota Online – Zoe Sugg – #Resenha

Sinopse: Com o nickname Garota Online, ela escreve um blog no qual desabafa seus sentimentos mais íntimos sobre amizade, meninos, os dramas do colégio, sua família maluca e os ataques de pânico que começaram a dominar sua vida. Quando as coisas vão de mal a pior, sua família a leva para Nova York, onde ela conhece Noah, um garoto lindo que toca guitarra, e com quem ela parece ter muito em comum.

De repente, Penny percebe que está se apaixonando — e escreve sobre cada momento dessa história em seu blog, de maneira anônima. Só que Noah também tem um segredo, que ameaça arruinar o disfarce de Penny para sempre.Garota Online é um livro encantador, que traduz exatamente o que significa crescer e se apaixonar na era digital.

Ficha Técnica

Garota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Garota Online – Skoob

Titulo Original: Girl Online – Goodreads

Autor(es): Zoe Sugg

Tradução: Débora Isidoro

Editora: Verus Editora (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978-85-7686-415-8

Série: Garota Online

Volume: 01

Número de páginas: 308

Sobre a Autora

Garota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Zoe Sugg, ou Zoella, tem vinte e quatro anos e é uma vlogueira de Brighton, Reino Unido. Ela escreve histórias desde pequena. Seus videos de beleza, moda e estilo conquistaram mais de 5 milhões de seguidores no Youtube, com as visualizações passando de 12 milhões a cada mês.

Opinião da Nathy

Esse livro não tinha me empolgado muito com sua sinopse. Mas, quando iniciei a leitura comecei a ficar curiosa sobre como a autora iria abordar a questão da Síndrome do Pânico. E como muitos sabem não gosto quando pegam algo sério e tratam com descaso. A situação de Penny era séria, mas acabou ficando esquecida de lado. E nos momentos em que era abordada era como se a força do amor poderia superar qualquer coisa. Quando na verdade a pessoa precisa mesmo de um tratamento. Eu tentei ao máximo deixar algumas questões de lado, no entanto, logo me via querendo bater na autora por ter causado toda essa situação.

O livro conta a história de Penny que após um terrível acidente de carro tem Síndrome do Pânico. Mas, que encontrou em seu blog uma forma de compartilhar essa dor com outras pessoas. Assim como se sentir mais próxima de outras pessoas que passam pela a mesma situação. Porém, para não ser julgada por seus amigos e familiares escreve de forma anônima. Apenas seu melhor amigo Elliot sabe e a incentiva em continuar escrevendo. Quando em uma viagem com seus pais para Nova York ela conhece Noah seu segredo pode ser exposto para todo o mundo. Mas, como abrir mão desses novos sentimentos?

A narrativa é feita em primeira pessoa na visão de Penny. Não vou reclamar desse tipo de narrativa porque de alguma forma conseguiu encaixar com o livro. Meu problema foi que tudo ocorreu de uma forma muito rápida e forçada. A leitura no começo estava fluindo muito bem. A autora parecia que queria chegar logo em um ponto. Logo depois deu uma diminuída e a leitura começou a se tornar mais cansativa. Ainda mais porque já era de se imaginar o que iria acontecer ao longo do livro.

Tem muitas coisas fervilhando dentro de mim, mas fico insegura de falar delas em voz alta.

Tudo de ruim que se pode acontecer com uma pessoa acontece com a Penny. Uma adolescente muito desastrada que não se sente bem em nenhum grupo. Gosta de fotografar e se divertir com seu melhor amigo Elliot. Sem contar seus problemas com a Síndrome do Pânico. Mas, ao chegar a Nova York parece querer ser uma nova pessoa. Ou melhor, parece que se torna alguém mais fofo. Continua a agir da mesma forma, mas por algum motivo naquele lugar se torna fofo. Quanto mais eu lia mais parecia que ela era forçada demais. Não é possível alguém ser realmente desse jeito. Claro que então chega o príncipe encantado e sua vida passa a melhorar. Não me senti próxima dela em nenhum instante.

Assim como não consegui gostar do Noah. Ele é neto da mulher que cuida do bufê em uma das festas de casamento em que Penny está ajudando realizar. Ele toca violão e as pessoas parecem gostar muito do rapaz. Porém, ele tem um segredo que pode colocar em risco seu relacionamento com a Penny. Eu não achei que o segredo foi tão forte e foi praticamente impossível ela não ter percebido desde o começo. O final dos dois ficou forçado demais. Por mais que ele fizesse surpresas românticas não consegui gostar ou tremer por causa do personagem.

Eu estava pensando em como o dia hoje está perfeito.

O melhor dela Elliot não aparece tanto, mas quando o faz é para me tirar do sério. Tem ciúme porque sua amiga está conseguindo de algum jeito superar seus medos. E também conseguindo alguém legal do seu lado. Sem contar a ótima família. Enquanto, ele tem pais que não aceitam o fato de ser homossexual. Enfrenta muitos problemas por conta disso. E eu acho que teria sido ainda mais interessante se a autora tivesse explorado esse outro lado. Em alguns momentos parecia que Penny e Elliot na verdade eram meros conhecidos. Nem preciso dizer o quanto detestei os outros “amigos” dela. O tipo de pessoa que somente quer ser seu amigo se conseguir algo em troca.

As famílias de Penny e do Noah aparecem bastante. Os pais dela não conseguem perceber os problemas que sua filha está passando e agem como se tudo fosse normal. Que existe apenas amor no mundo. Muito desligados. O Tom – irmão de Penny – apenas vem a aparecer quando a menina mais precisava. Enquanto, a família do Noah se envolve mais no amor. A Sadie é muito carinhosa e sua irmã Bella uma fofa. Mas, até as famílias pareciam não ser bem próximas da realidade.

Desculpa. Eu queria te contar a verdade, mas não queria estragar tudo.

Um livro para uma tarde chuvosa. Uma leitura leve que quando menos esperar já terá a finalizado. E pelo que eu andei terá ainda mais um livro.

Quote Favorito

Garota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Essa capa combinou muito bem com o livro. Algumas imagens de paisagens. Com um fundo azul claro. E o nome do livro em vermelho dando um destaque. Um livro que chama muita atenção. A diagramação segue o padrão da editora. Cada capítulo inicia em uma nova página. Tem uma marcação quando tem mudança de cena dentro do mesmo. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

Garota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Nathy

Garota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMGarota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMGarota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMGarota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMGarota Online - Zoe Sugg - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • Garota Online – Garota Online #1 – Lançado em 2015

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Verus Editora. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

5 Comments

  1. Priscila Ferreira 2 de abril de 2016 at 14:06 - Reply

    Adorei esse livro 🙂 Gostaria de receber indicações de livros fofos assim *-*

  2. Davi Veloso 13 de abril de 2015 at 16:29 - Reply

    Em que loja você comprou o livro? não consigo achar na internet.

    • Nathalia Garcia 30 de abril de 2015 at 09:50 - Reply

      Oiee Davi!!

      Nos recebemos de parceria com o Grupo Editorial Record, você não conseguiu encontrar nos links que disponibilizamos nessa postagem??
      Beijos

  3. Carla Profeta 7 de abril de 2015 at 13:59 - Reply

    Oi!

    Achei que o tema sindrome do panico seria melhor abordado no livro, pois a autora sofre desse problema. Gosto dela e de vez em qndo vejo alguns de seus vlogs… através dos vídeos consigo notar bastante essa questão nela, mas não curti muito a história do livro. Acho que se fosse uma biografia, teria mais relevância para mim.

    =)

    beijos!

    • Nathalia Garcia 9 de abril de 2015 at 14:58 - Reply

      Oiee Carla!!

      Eu não acompanho o canal dela, mas saber que ela sofre disso me faz querer que abordasse ainda mais essa questão no livro. Ficou muito de lado e o tratamento ficou muito romanceado. Se fosse biografia teria sido mesmo mais interessante. Eu jurava que era antes de pegar o livro rs.
      Beijos

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)