Sinopse: Adaptado do livro American Sniper: The Autobiography of the Most Lethal Sniper in U.S. Militar History, este filme conta a história real de Chris Kyle (Bradley Cooper), um atirador de elite das forças especiais da marinha americana. Durante cerca de dez anos, ele matou mais de 150 pessoas, tendo recebido diversas condecorações por sua atuação.

Ficha Técnica

Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Sniper Americano

Titulo Original: American Sniper

Elenco: Bradley Cooper, Sienna Miller, Kyle Gallner, Jake McDorman, Luke Grimes, Brian Hallisay, Sam Jaeger, Owain Yeoman

Direção: Clint Eastwood

Gênero: Drama / Guerra

Duração: 133 min

Distribuidora: Warner Bros

Estreia:  Fevereiro de 2015

Trailer

Opinião da Mari

Antes da cerimônia de premiação do Oscar, há cerca de dois meses, assisti ao filme American Sniper e admito que fiquei decepcionada. Os americanos são muito patriotas e por isso acredito que há tanta indicação para filmes envolvendo o atentado do 9/11 e guerras. Então não me leve a mal, o filme é bem produzido. Na verdade muito bem feito, mas para mim, apenas uma versão americana de Tropa de Elite. #desculpasociedade

Bradley Cooper leva o filme nas costas assim como acontece no filme brasileiro. Ele precisa ser frio, calculista, tomar decisões rápidas e extremista para proteger os seus. Possui conflitos no seu casamento devido sua constante ausência. Além de acompanhar a gravidez da mulher praticamente de forma remota. E claro ele também quer deixar a guerra, apenas não vê uma saída para isso.

O roteiro obviamente não é original, mas ganha pontos por contar com maestria a história real de Chris Kyle (Bradley Cooper), um atirador de elite das forças especiais da marinha americana. O filme é lento, do meu ponto de vista, de forma proposital. O silencio e a escuridão de algumas cenas, criam expectativas e momentos de tensão, seguidos de bombas, tiros e até furadeiras (por sinal que cena!).

Apesar do foco ser em Kyle, o que mais prendeu a minha atenção no filme foi a busca pelo atirador de elite iraquiano. Ambos os atiradores são muito bons e cruéis, não há dúvidas quanto a isso. Contudo, da forma que o filme é contado, fica impossível não torcer pelo sucesso do americano. Então sim, torci muito para que ele conseguisse acabar com a vida do rapaz.

Desculpem, falando escrevendo assim, me parece tão cruel, mas o que posso dizer? Estamos falando de guerra! E nesse caso a morte de um atirador é sem dúvidas a menor crueldade. O desfecho do filme abordou um tema comum, transtorno do estresse pós-traumático, mas conseguiu surpreender.

Enfim, Clint Eastwood, como sempre, fez a lição de casal direitinho. Inclusive achei que o filme, por conta de todo o seu patriotismo, levaria o Oscar de melhor filme, o que não aconteceu. Recomendo o filme, é uma produção muito boa, mas particularmente não me conquistou.

Quote Favorito

Taya Renae Kyle: I need you… to be human again. I need you here.

Fotos

Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM Sniper Americano - American Sniper - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM