O Descompasso Infinito do Coração – Bianca Briones – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/O Descompasso Infinito do Coração – Bianca Briones – #Resenha

Sinopse: Clara acaba de descobrir a traição do marido. Com dois filhos pequenos e a baixa autoestima que a consome, ela vê sua vida mudar drasticamente, apesar do desejo de permanecer na zona de conforto. Bernardo é apaixonado por Clara desde a adolescência. Agora ele tem a chance de conquistá-la e mostrar que os dois devem finalmente ficar juntos. Mas o que parece tão simples, para ele, é complexo demais para ela.

Enquanto Bernardo é preenchido por certezas, o coração de Clara é inundado de receios, traumas e dúvidas. Como viver o presente quando o passado não deixa você olhar para frente? Será que um coração despedaçado pode recuperar a capacidade de amar? E o mais importante: como se entregar de corpo e alma quando não se consegue amar nem a si mesma?

Em O descompasso infinito do coração, Bianca Briones mostra que o verdadeiro amor pode resistir ao tempo e a cada obstáculo que a vida lhe impõe. Esta é uma história intensa e comovente de segredos, paixão e amizade. É a última chance de dois corações que cansaram de viver separados.

Ficha Técnica

O Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: O Descompasso Infinito do Coração – Skoob

Titulo Original: O Descompasso Infinito do Coração – Goodreads

Autor(es): Bianca Briones

Tradução: Livro Nacional

Editora: Verus (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978-85-7686-404-2

Série: Batidas Perdidas

Volume: 02

Número de páginas: 402

Sobre a Autora

O Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Bianca Briones cria histórias desde antes de saber escrever. Foi uma menina sonhadora e manteve essa qualidade, o que a faz se perder em pensamentos com frequência. O romantismo explodiu em sua vida na adolescência, quando decidiu que seus filhos teriam nome de heróis. E tiveram — Athos e Arthur são dois garotos encantadores que a salvam todos os dias. Desde 2010, Bianca tem como prioridade a escrita e está sempre trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (ou nem tanto) que ela também escreva suas histórias. Publicou o new adult “As Batidas Perdidas do Coração”, em agosto de 2014 pela Editora Verus. Atualmente está trabalhando em um novo projeto, enquanto outros personagens esperam pacientemente (nem tanto) que ela também escreva suas histórias. Nas horas vagas, está sempre acompanhada de um bom livro, seus filhos Athos e Arthur; Max, o Husky Siberiano, e seus dois coelhinhos, Morgana e Lancelot.

Opinião da Nathy

O primeiro livro dessa série não tinha me cativado. No entanto, o personagem Bernardo tinha me deixado curiosa sobre sua história. E por isso estava com muita vontade de ler o seu livro. Não estava com as expectativas altas porque imaginava que poderia passar um pouco de raiva com a personagem principal. E foi exatamente isso o que ocorreu. Fiquei apaixonada pelo Bernardo e querendo matar a Clara. No geral gostei muito mais do que o primeiro livro. Apenas gostaria que tivesse tido um pouco mais de romance. Parece que tudo na verdade ficou focado na Clara superar seus problemas. Algo que goste bastante é que além do romance estar sendo desenvolvida a autora tentou abordar uma temática um pouco mais difícil. Poderia ter explorado um pouco mais, porém fiquei satisfeita com o desfecho.

Nesse segundo livro o leitor acompanha a história de Clara e Bernardo. Ela sempre lutou para fazer todos ao seu redor muito feliz. E acreditava ter o casamento perfeito. Pelo menos dentro daquilo em que ela acredita. Até o momento em que descobre uma traição por parte de Mauricio. É quando vê seu mundo perfeito desmoronar. Aos poucos passa a tentar reconstruir a sua vida. Procurando um emprego e fazendo Mahamudra. Mas, o que se refere ao amor ela não quer abrir as portas de seu coração. Porque imagina que isso poderá a destruí-la para sempre. Porém, Bernardo não está disposto a desistir mais uma vez do amor de sua vida. Utilizando de todas as armas que conhece passa a se infiltrar cada vez mais no coração de Clara. E se depender dele os dois terá finalmente o feliz para sempre.

A narrativa é feita em primeira pessoa variando entre Bernardo e Clara. Tenho comentado em diversas resenhas que tenho preferido esse tipo de narrativa. Porque não deixa espaço para nada. Até quando surge algum conflito o leitor não tem que esperar até a mocinha descobrir a verdade. No capítulo do mocinho já tem tudo muito bem explicado. A escrita da autora melhorou do primeiro para o segundo livro. Se eu tinha ficado cansada durante boa parte da leitura, nesse eu apreciei muito mais. Apenas quando estava quase chegando ao final que eu achei que ficou um pouco cansativo. E também me pareceu que se estendeu porque tinha que preencher certo número de páginas até o tão espero desfecho.

Quantas vezes o coração aguenta ser partido?

No começo do livro estava até que gostando da Clara. Ela tentava ao máximo ser forte e aguentar as pontas por causa de seus filhos. Mas, gente chegou ao ponto que eu queria pegar essa mulher e lhe dar uma boa sacudida. Não consegui me identificar com ela por causa de seu comportamento. Tudo bem, eu não tenho filhos então não imagino o seu sofrimento. Mas, queria que tivesse alguma reação. Ela deixa todas as pessoas ao seu redor lhe humilhar. Pelo menos aquelas que são bem malvadas e fazem todo tipo de bullying. Por ser uma mulher de vinte e seis anos estava esperando que ao menos tivesse alguma reação e não ficasse como uma sonâmbula. Outra coisa que me irritou ao extremo nela foi não se entregar ao Bernardo. Fazia questão de dizer que não sentia nada por ele e que nunca iria sentir. Porque não quer amor nem nada. Mas, na primeira oportunidade cai nos braços do Lucas. Sério, ela me incomodou demais com a sua teimosia. Se ela não quer ele aposto que tem muitas mulheres querendo.

Quando o Bernardo apareceu no primeiro livro eu já estava morrendo de amores. Nesse livro então tudo o que queria era ficar ao seu lado. Simplesmente não consigo entender como a Clara pode ter sido tão cega e sem atitude. E quando descobri que o Bernardo foi inspirado no Jonas foi nesse momento que mais quis bater na Clara. Porque como uma mulher dispensa um homem desses? Sério. O Bernardo faz de tudo por ela. De tudo mesmo. Se precisar bater no ex-marido ele faz. Se precisar cuidar dos seus filhos ele está disponível. Se precisar de alguém apenas para dormir tranquilamente ele está do lado dela. E se quer apenas chorar em seu ombro ele lhe oferece os dois ombros. Todas as atitudes de Bernardo me fizeram ficar apaixonada. Apenas tenho uma critica a ele. Deveria ter esperado a Clara tomar alguma atitude. Ficou durante boa parte do livro correndo atrás da mulher, mesmo quando dizia que não ia fazer isso.

Quanto ao romance poderia ter sido melhor trabalhado se Clara tivesse dado mais abertura ao mocinho. Mas, as cenas dos dois juntos são lindas. O ‘primeiro’ beijo e as frases de Bernardo são de deixar o leitor apaixonado. Também tem algumas cenas mais quentes entre os dois. Porém, nada exagerado ou que durem muitos capítulos. Eu gosto do fato do romance e superação terem tomado todo o espaço do livro. Porque quando tem apenas as cenas deles no quarto não fica parecendo que tem amor de verdade. E sim mais uma atração.

Agi rápido demais e posso ter perdido a chance que esperei durante anos.

Agora os demais personagens me fizeram ficar em um conflito muito grande. Rafa e Vivi aparece bastante no livro dando conselhos para Bernardo. E prefiro muito mais essa versão deles à no próprio livro. Mas, quem se destacou foi Branca junto com Rodrigo. Desde quando os dois trocaram algumas frases no livro anterior já estava doida para que ficassem juntos. Ao mesmo tempo em que quero ler a sua história fico com receio porque já imagino que irei passar mais um pouco de raiva. Ainda mais porque o triângulo amoroso parece estar bem destacado neles.

Outro personagem que me incomodou foi Mauricio. Não suporto traição. Se não está feliz ou desejando outra pessoa termina o relacionamento. Mas, não fica agindo como o bom moço. Quando ele decidiu que iria reconquistar a mulher nossa quis partir a sua cara. Todas as suas frases me soaram falsas demais. E me deixou ainda mais irritada o fato de que a Clara estava caindo direitinho no seu papo. Quando ele conta tudo para a Clara eu fiquei sem reação. Porque me mostrou que ele na verdade é muito frágil e estava precisando muito de apoio. Algumas partes um pouco exageradas.

Por fim, porque estou me estendendo bastante. A família de Clara. O pai dela merece uma boa surra por ter feito tudo aquilo com a sua filha. E a sua madrasta merecia sofrer um pequeno acidente. A mulher é muito insuportável. Fez o que podia e o que não podia para infernizar a vida da Clara desde criança. Mas, fez algo que ultrapassou todos os limites. E Clara deveria ter denunciado. Sei que não seria nada fácil, mas estava torcendo para que tivesse tido uma reação há mais. Parece que ela ficaria mesmo impune de seus maus atos.

Ás vezes não damos importância, parece banal e deixamos para lá. Pois eu deveria ter dado.

Quem gosta de romance e com pessoas mais jovens eu acho que pode gostar muito desse livro. No entanto, deve ser lido na ordem para não ter nenhum spoiler sobre a primeira história. Mesmo não sendo nada tão grave. É bom ler na ordem para se cativar com os personagens desde o primeiro instante.

Quote Favorito

O Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A capa é linda. E melhor de tudo que manteve o padrão do primeiro livro. A menina está com o rosto encoberto, enquanto o rapaz está exposto. Ele não me parece bem um advogado e sim piloto de avião. Mas, ainda assim eu adorei a capa. A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Tem marcação quando ocorrem mudanças de cenas dentro do mesmo capítulo. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a digitalização.

O Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • As Batidas Perdidas do Coração – Batidas Perdidas #1 – Lançado em 2014 – Resenha
  • O Descompasso Infinito do Coração – Batidas Perdidas #2 – Lançado em 2015

Nota da Nathy

O Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Descompasso Infinito do Coração - Bianca Briones - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Verus. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

2 Comments

  1. Cintia 5 de junho de 2015 at 23:23 - Reply

    Oi Nathy!

    Nossa eu amei o primeiro! Eu amo o Rafa, ele me fazia rir do começo ao fim. Já achei Descompasso morno, mais eu já gostava tanto dos personagens que se fosse apenas um conto eu teria gostado! Mais não conseguir gostar da Clara, desde o começo queria matar aquela mulher! Estou sofrendo horrores quero o proximo livro pra ontem… Sou TeamLex! Gosto do Rodrigo mais desde o primeiro livro me apaixonei por Lex e quero ele com Branca.

    Beijos!

    • Nathalia Garcia 4 de julho de 2015 at 16:15 - Reply

      Oiee Cintia!!!!

      Eu gostei do primeiro, mas tive sérios problemas com os principais. O Rafa tinha alguns problemas sérios que me incomodou um pouco rs. A Clara me irritou em diversos momentos. Mas, o Bernardo me conquistou completamente. Eu gosto muito do Rodrigo e ele demonstrou que tem sentimentos pela Branca. Já o Lex não me marcou. Para falar a verdade nem lembro muito do personagem =(
      Beijos

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)