Sinopse: O mais recente sucesso da série iniciada com No limite da atração Para todas as pessoas, Rachel Young é a menina que só tira dez, usa roupas de grife e tem uma vida perfeita. Mas ela guarda segredos de seus pais ricos e de seus irmãos dominadores, e acaba de acrescentar mais dois à lista. Um deles envolve apostar corrida contra estranhos com seu Mustang GT em estradas escuras. O outro? Isaiah Walker, um cara com quem ela não deveria nem conversar.

Mas, quando o órfão tatuado e com intensos olhos acinzentados vem em seu resgate, ela não consegue tirá-lo da cabeça. Isaiah também tem segredos. A última coisa de que ele precisa é se envolver com uma riquinha que quer passear pela periferia para se divertir — por mais angelical que ela possa parecer. Mas, quando o gosto dos dois pelas corridas de rua coloca ambos em perigo, Isaiah e Rachel têm seis semanas para encontrar uma saída. Seis semanas para descobrir até onde estão dispostos a ir para salvar um ao outro. No novo volume da série iniciada com No limite da atração, você vai conhecer melhor o sombrio Isaiah, além de matar as saudades de Noah, Echo, Beth e Ryan.

Ficha Técnica

No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: No Limite do Perigo – Skoob

Titulo Original: Crash into you – Goodreads

Autora: Katie McGarry

Tradução: Cláudia Mello Belhassof

Editora: Verus (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978-85-7686-364-9

Série: Pushing the Limits

Volume: 03

Número de páginas: 420

Sobre a Autora

No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Katie McGarry foi adolescente na época do grunge e das boy bands e se recorda desses anos como os melhores e os piores de sua vida. Ela gosta de música, finais felizes e reality shows, e torce secretamente pelo time de basquete da Universidade de Kentucky. Katie adora interagir com seus leitores.

Opinião da Nathy

Desde o primeiro livro eu nutri um amor muito grande pelo Isaiah e estava com altas expectativas com seu livro. E não fiquei nenhum um pouco decepcionada. Toda a raiva que senti no livro anterior foi compensada nesse. Eu amei o drama que envolvia os dois principais. Não foi algo fácil se passar. Mas, eu achei que o livro teve uma leveza que não teve nos anteriores. Eu consegui me sentir próxima dos personagens mesmo não tendo passado pelas as mesmas situações. Tudo fez de alguma forma sentido e o final não foi abrupto. Teve uma sequência. No entanto, eu acho que no próximo volume da série ainda deve mostrar mais sobre como está o relacionamento desses dois.

No terceiro volume da série o leitor conhece a história de Isaiah e Rachel. Duas pessoas que vivem em mundos opostos, mas que amam a liberdade que sentem ao dirigir seus carros. Ela é rica e vive em uma ótima família. Ou é isso que a imagem de todos eles transmite para as demais pessoas. Rachel não é feliz, pois vive a sombra de sua irmã já falecida. Já Isaiah está tentando lidar com a perda da Beth e do fato de Noah estar cada vez mais envolvido com a faculdade. Em uma noite em os dois vão disputar uma corrida não podiam imaginar como o mundo deles iriam se completar. Um agora depende do outro para sobreviver. Conforme, vão passando por cima dos obstáculos. Mais eles sentem que um foi feito para o outro.

A narrativa segue o padrão dos livros anteriores. Sendo em primeira pessoa, mas mudando o foco entre os dois principais. Eu amo que essa autora escreve dessa forma. Foi onde eu aprendi a gostar da narrativa em primeira pessoa. O modo como a Katie escreve me envolve completamente. No livro anterior não consegui gostar por causa da protagonista. Nesse eu não queria que a história chegasse ao seu final.

Não vou sem você.

Como disse antes o Isaiah tinha me conquistado desde o primeiro. E nesse eu fiquei ainda mais apaixonada. Ele faz o estilo bad boy apenas na aparência. Com suas tatuagens e piercings coloca uma postura de malvado para assustar algumas pessoas. Mas, na verdade é um homem todo amoroso e carinhoso. Sim, eu não consigo enxergá-lo como sendo um menino. Mas, um homem que passou por grandes dificuldades e está tentando seguir em frente. Ele amava a Beth e viu seu coração ser despedaçado pela a moça. Seu melhor amigo parece estar com a vida ajeitada. E ele se vê no mesmo lugar tendo que lidar com os mesmos problemas. Inclusive com a sua mãe. Porém, passa por cima de tudo para proteger e amar a Rachel. Ele me deixou ainda mais encantada. Virou meu favorito.

E a Rachel não fica atrás. Ela parece ser aquela personagem frágil que precisa dos cuidados de todos. Ainda mais porque sofre de síndrome do pânico. E vive nas sombras de sua irmã já falecida. No entanto, ela vai mostrando que é muito forte. Que consegue lidar com os problemas que aparecem na sua frente. No entanto, como não pode dizer tudo o que pensa para a sua família acaba reprimindo seus sentimentos. E com isso tendo que lidar com sua ansiedade. Eu gostei demais dela. Em alguns momentos eu consegui me identificar e entender porque estava sofrendo tanto. Não tinha como Beth ser a menina ideal para o Isaiah. Porque ele provavelmente a deixaria pela a Rachel. Que é perfeita para ele.

Eu amei os dois. Porque foi um romance muito bem desenvolvido. Com apenas alguns beijos e toques dava para perceber que se amavam demais. Muito mais do que um dia ele pode gostar da Beth. Ele não forçava a barra e compreendia os limites da moça. Não fazia nada que pudesse assustá-la. Tudo o que queria era ver um sorriso no rosto dela. Mesmo que estivesse sofrendo ou assustado. Apenas de estar ao lado dela e vê-la se sentindo melhor era o suficiente para que ficasse bem de novo.

Com certeza não vai apagar o fato de que eu estou apavorado por gostar tanto de você.

O Noah e a Echo aparecem um pouco no livro. Mas, não tanto quanto eu gostaria. Porque quando foi a história do Noah o Isaiah estava sempre presente e o ajudando. No que fosse preciso estava disponível. Já nesse livro parecia que o Noah seguiu mesmo com sua vida. Ainda que nas vezes em que apareceu tentou arrancar as coisas do Isaiah. Quem eu odiei que apareceu no livro foi a Beth. Não tinha necessidades de ela voltar para a vida deles. Eu fiquei com raiva quando ela surgiu ainda mais porque poderia estragar todo o relacionamento dos dois. Espero não vê-la com frequência nos próximos livros.

O vilão do livro poderia ter sofrido um grava acidente de carro e sumido da vida deles. De verdade o Eric foi um personagem que me fez ficar com muita raiva e nojo. Não quero que tenha um livro dele. Porque é bem capaz da autora escrever de uma forma que acabarei gostando dele. Ou pelo menos entendendo porque age dessa forma com as pessoas. Sei que ele estava apenas cumprindo seu papel e tentando manter a ordem de respeito. Mas, tudo parecia ser calculado de um jeito muito frio. Cada um dos seus passos.

O Eric. Ele encontrou a Rachel.

Com o drama da Rachel o leitor conhece a sua família. Provavelmente alguns deles devem retornar nos próximos volumes. E a família tem problemas muito sérios. A mãe que fica apenas pensando na filha que já faleceu. Não consegue enxergar a Rachel por quem é de verdade. Seus pais e irmãos ficam implorando que faça a mãe feliz. Enquanto, eles mesmos têm sérios problemas. Mas, nenhum com coragem o suficiente para enfrentar a situação de frente. Para perceber que ninguém estava feliz de verdade. Porque não falavam nada apenas agiam de acordo com que acreditavam ser o melhor para a sua mãe. Não gostei da forma como ficavam em cima de Rachel sendo que tinham seus próprios problemas.

Por fim, porque essa resenha já está ficando bem grande. Quero comentar sobre dois novos personagens – Abby e Logan. Posso pedir o livro deles para agora? Ela também parece ter uma vida bem difícil. Toda durona e não deixa que ninguém se aproxime. Quando na verdade parece que quer ser muito amada. Eu amei seu jeito alegre e divertido. E a forma como conversa com o Logan é simplesmente hilária. Quero esses dois juntos. Mesmo sabendo que devo sofrer demais com seu livro. Sem contar que a Abby falou exatamente tudo o que eu pensava sobre a Beth.

Você pode aparecer vestida com um saco de lixo, e o Isaiah ainda vai te achar bonita.

Eu acho que deu para ter uma noção de que gostei demais desse livro. Aconselho a ler essa série na ordem por causa dos spoilers – pequenos, mas ainda assim spoilers. E também para entender como está a vida de cada um dos personagens. Se pudesse eu não recomendaria ler o segundo livro. Mas, isso é porque tenho sérios problemas com a personagem principal.

Quote Favorito

No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Dos três livros já lançados pela a editora. Essa é a capa que mais gostei. Desde quando a Katie mostrou no twitter a capa eu fiquei encantada. Eu amei a forma como o casal esta se apoiando um no outro. A forma que estão sendo fortes e ao mesmo tempo frágeis. O nome do livro também está em um ótimo tamanho. Sem ofuscar a imagem principal. Os tons de vermelho do carro combinaram muito em com a capa. Eu simplesmente amei e acho que nenhuma outra capa dessa série irá superar.

No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo começa em uma nova página sendo a marcação do capítulo o nome de quem está narrando. Tem uma imagem quando ocorrem mudanças de cenas dentro do mesmo capítulo. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização. Se teve algum não percebi porque estava envolvida demais na história.

Nota da Nathy

No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM No Limite do Perigo - Katie McGarry - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Trilha Sonora

Datas de Lançamentos

  • No Limite da Atração – Pushing the Limits #1 – Lançado em  2013 – Resenha
  • Crossing the Line – Pushing the Limits #1.1  – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Breaking the Rules – Pushing the Limits #1.5  –  Não há previsão de lançamento no Brasil
  • No Limite da Ousadia – Pushing the Limits #2 – Lançado em 2014 – Resenha
  • No Limite do Perigo – Pushing the Limits #3  – Lançado em 2015
  • Take Me On – Pushing the Limits #4 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Chasing Impossible – Pushing the Limits #5 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Verus. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”