Faz um tempo que esse k-drama foi exibido e que ficou marcado para muitas pessoas. No entanto, eu ainda não estava com coragem para assistir. Pelos comentários que tinha escutado fiquei com receio de que fosse chorar em todos os episódios. Então posterguei ao máximo que consegui. E me arrependo profundamente de não ter assistido antes. Não sei por que, mas isso sempre acontece comigo. Esse k-drama é simplesmente perfeito demais. Entrou para o meu Top 5 de k-dramas favoritos. O casal tem uma química incrível. O tema central da história é muito bem elaborado. E faz uma junção na qual nem imaginava que poderia ocorrer. Tenho tido muita sorte porque os que eu tenho assistido têm sido simplesmente perfeitos demais.

A Série

Tudo começa no ano de 2000 quando o capitão de uma equipe de bombeiro morre junto com seus companheiros em uma explosão em uma fábrica. Ele estava tentando resgatar pessoas presas dentro da fábrica. No entanto, como seu corpo não é encontrado passa a ser acusado de ter sobrevivido e abandonado seus companheiros para a morte. Como ninguém tem como comprovar essa verdade sua família é quem passa a sofrer nas mãos da mídia. Não aguentando a pressão sua mulher tenta se matar junto com seu filho mais novo Ki Ha Myung (Lee Jong Suk). Porém, o menino consegue se salvar e passa a viver uma vida tranquila ao lado da família Choi. Agora é conhecido como Choi Dal Po (Lee Jong Suk).

O menino faz de tudo para se mantiver longe da mídia. Pois, ela foi a causa da morte de sua mãe. Anos depois ele vê a sua decisão mudar ao descobrir que Choi In Ha (Park Shin Hye) – sua sobrinha de mentira – deseja ser repórter. Ela sofre da síndrome de Pinóquio. Toda vez que fala alguma mentira acaba por espirrar. No mundo jornalístico eles acreditam que ela não pode ser repórter por não conseguir uma mentira. Então Choi Dal Po (Lee Jong Suk) passa a ajudar a menina a realizar seu sonho. Contudo, quando mais eles entram nessa rede mais segredos do passado vão sendo trazida a toa. Segredos dos quais talvez nenhum dos dois estejam pronto para lidar.

A partir desse ponto o post pode conter spoilers para quem ainda não assistiu.

Vou começar falando logo de cara do maravilhoso enredo. Uma coisa que mais aprecio nesses dramas é a forma como eles conseguem desenvolver uma ótima história. Mesmo que pareça ser clichê eles conseguem trazer algo de novo que me deixa de boca aberta. Tem tempo que não ficava surpresa com os desfechos de algumas histórias. Nesse drama a forma como foi trabalhado desde o começo me deixou impressionada. Nunca imaginei que o pai do Choi Dal Po (Lee Jong Suk) foi acusado apenas para encobrir um caso ainda maior. E adorei como descreveram o peso que a mídia tem na vida das pessoas. Por causa de uma repórter o pai dele foi acusado e condenado. Apenas para depois desviar o foco para algo que as pessoas pudessem querer ver. Eles mostraram realmente a realidade que vivemos. A mídia exibe apenas aquilo que lhe interessa e desvia o foco daquilo que deveriam estar pressionando mais e mais por uma solução.

No, I don't think Tv is a joke. TV can kill a person with just one statement. So, how would I even dare to think TV is a joke.
Burying the truth doesn’t make it go away. It is bound to come out into the world in some way, shape or form. Whether it be pretty or heinous, you have to keep your eyes open and observe.

Junta um excelente enredo com um principal de fazer você vibrar. Não tinha visto ainda um drama na qual o Lee Jong Suk fosse o principal. E tenho que dizer que ele me impressionou demais em diversos momentos. Ele começa de um jeito tranquilo sempre com um sorriso no rosto. Fazendo de tudo para que seu pai adotivo fosse o mais feliz possível. Mesmo que no fundo guardasse uma grande tristeza. Com o passar do drama fui ficando cada vez mais fã do ator e do personagem. Ainda mais quando fazia de tudo para lutar contra o grande amor que sentia pela a In Ha. Queria ficar com a menina, mas sabia que tinha que passar por cima de muitas coisas. Inclusive porque não sabia como ela realmente se sentia. Ao menos no começo.

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

A forma como ele enfrentou a Song Cha Ok (Jin Kyung) foi algo que me fazia surtar até os últimos momentos. Quando ele decidiu que precisa fazer algo para que seu irmão encontre paz foi o melhor de todos. Ele não se importa com os obstáculos na sua frente e vai até o fundo da história para saber o que houve de verdade com seu pai. E quando eles tentaram mexer com seu amigo ele simplesmente mostrou que não ia deixar que fizessem a mesma coisa do passado. Gosto quando os personagens são determinados e não se rendem facilmente. Ele nem parecia ter a idade representada no drama e sim um homem lutando por justiça.

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Ainda tem uma mocinha bem corajosa. Já tinha visto outros dramas com a Park Shin Hye sendo a principal. E confesso que em alguns momentos ela chegava a me irritar. Porque estava sempre chorando e encontrando desculpas para não ficar com o mocinho. Nesse ela me surpreendeu bastante. Sim, continua chorando como sempre. Mas, tem um lado que as suas outras personagens não tinham. Para ficar ao lado do Choi Dal Po a In Ha faz tudo ao que está ao seu alcance para que consiga a justiça que tanto deseja. Mesmo que tivesse que tentar mentir. Também mostrou um lado muito engraçado. Toda vez que ela tentava mentir e soluçava eu dava muita risada. Porque acabava se tornando fofo. Ela não conseguia esconder como se sentia mesmo se quisesse. Dava para ver que ela se sentia frustrada muitas vezes. Ainda mais quando não queria que o Choi Dal Po se preocupasse com ela por causa de sua mãe. Afinal ele não poderia atingir a mulher sem acabar fazendo a In Ha sofrer ainda que fosse um pouco. Mas, assim como ele quer encontrar as respostas do passado ela não mede esforços para conseguir chegar nessa verdade. E até exibir ao mundo. Mesmo que isso possa causar a sua própria destruição no mundo jornalístico. Os dois personagens crescem demais ao longo do drama.

  Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Claro que não pode faltar àquela boa dose de romance. Para a minha completa felicidade sem um triângulo amoroso muito forte. Porque ela não consegue esconder seus sentimentos nem do público e nem do Choi Dal Po. Isso fez com que tudo se tornasse melhor. Ela ainda continua arregalando os olhos em alguns beijos mesmo sabendo que isso está prestes a acontecer. No primeiro beijo é até fofo, mas nos demais eu acho um pouco demais. O foco do drama não é completamente no romance, mas sim no que se passou com os pais dele. No entanto, as cenas dos beijos, dos abraços e das conversas são as mais lindas de todas. Os dois sofrem por não poderem ficar juntos. São muitas coisas impedindo. Ainda mais o fato de que foram criados como sobrinha e tio. Algo que eu não conseguia enxergar nem que eu tentasse muito. Os dois tiveram uma quimica muito perfeita. Inclusive a Park finalmente conseguiu ter beijos decentes. Porque nos dramas que assisti com ela ficava fazendo cara de nojo durante os beijos. Ou então nem movia os lábios.

Na outra ponta do triângulo tem  Seo Bum Jo (Kim Young Kwang). Eu achei esse personagem muito estranho. Estava claro desde o começo que ele tinha fortes sentimentos pela a In Ha. Porém, o jeito que estava agindo não me fazia acreditar que pudesse lutar pelo seu amor. Depois quando passou a se aproximar mais do Choi Dal Po eu gostei mais dele. Prefiro um bom bromance a um triângulo amoroso. Ele estava o tempo inteiro ao lado dos dois. Contudo, quando estava perto do final ele passou a ter uma atitude um tanto quanto apagada. Ele queria que sua mãe se entregasse e agiu assim até que alcançasse seu objetivo. Ainda que suas intenções fossem boas não conseguia gostar dele. Ele tinha um excelente destaque, mas acabou apagado. Eu dava boas risadas com ele trabalhando na delegacia e sua raiva pelo Choi Dal Po estar sempre bem.

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Falando um pouco dos personagens secundários que sempre me faziam rir. O Choi Dal Pyeong (Shin Jeong Keun) ficava hilário toda vez que tentava separar o casal. Não acreditando que os dois pudessem ficar juntos pela forma como foram criados. Mas, tudo se torna ainda mais engraçado quando tenta fazê-los ficarem juntos. No momento em que muda de ideia faz de tudo para ver os dois felizes. Já o Choi Gong Pil (Byun Hee Bong) me fez ficar emocionada. Ele amava o Choi Dal Po como seu verdadeiro filho. E quando o menino decidiu assumir sua verdadeira identidade foi de partir o coração. No entanto, como um excelente pai entendeu o sofrimento de seu filho. Como queria que fosse feliz abriu mão de algo importante em sua vida. Amei esses dois. Quem me surpreendeu também foi o Ahn Chan Soo (Lee Joo Seung) não imaginava que o personagem fosse ser tão importante. Eu acabei me encantando com seu jeito e me emocionando em algumas partes.

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

  Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Além dos dois acima tinham os secundários dentro dos jornais. Kim Gong Joo (Kim Kwang Gyu) estava sempre ao lado da In Ha e dando as broncas mais engraçadas. Quando percebeu o que tinha que fazer como o repórter foi muito lindo. Além de hilário. Estava morrendo de medo do que iria ocorrer quando a verdade viesse à tona. Quando mandou sua mulher pegar os filhos e fugir nossa eu ria demais. Essas frases engraçadas acabam por dar uma quebra no drama deixando tudo mais leve. Eu adorei o personagem. Assim como morri de amores pelo Jang Hyun Gyu (Min Seung Wook) ele tinha as melhores frases de efeito. Nunca se dava bem. Quando dava bronca no Choi Dal Po acabava sempre enrolando e levando a pior. No final fiquei feliz ao vê-lo casado com a mulher que trabalhava ao seu lado. Os dois se completavam de uma forma perfeita. Gosto quando os personagens são mais leves e deixam tudo melhor. Até mesmo quando pegou a Yoon Yoo Rae (Lee Yu Bi) sob a sua proteção foi muito engraçado e lindo.

   Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Por falar na Yoon Yoo Rae (Lee Yu Bi) gente que personagem mais fofa. Ela faz de tudo pra agradar o Jang Hyun Gyu. E quando falava que estava bocejando quando na verdade estava chorando eu achava hilário e muito fofo. No momento em que acreditou que o Choi Dal Po gostava dela foi ainda melhor. Ela tentava jogar seu charme para cima dele. Se eu já não gostasse dele com a In Ha com certeza torceria pelos dois. Mas, na verdade eu estava doida para que algo mais acontecesse entre ela e o Hwang Gyo Dong (Lee Pil Mo) – jornalista mais experiente do jornal que trabalham. Ele cuida da menina de uma forma extremamente protetora. Estava querendo que tivesse tido ao menos um beijo entre os dois. Por isso a minha torcida para que façam outro drama juntos e dessa vez como principais.

Por fim porque minha review já está ficando muito grande vou comentar sobre as vilãs Song Cha Ok (Jin Kyung) e Park Ro Sa (Kim Hae Sook). A primeira me dava muita raiva por causa do seu jeito com a In Ha. E por não se arrepender primeiramente do que fez na vida de uma família. Queria que tivesse sido corajosa desde o começo. Talvez assim vidas não tivessem sido perdidas. O jeito superior dela com as outras pessoas também foi algo que me irritou. Mas, no final eu vi o respeito que ela e o Choi Dal Po acabaram tendo um pelo outro. Claro que não viraram melhores amigos, no entanto, mostraram o devido respeito. Agora a pior de todas é a Park Ro Sa. Ela foi quem causou todo o mal na família do Choi Dal Po e ainda agia como se fosse a melhor pessoa do mundo. Desde o começo do drama não conseguia acreditar em sua sinceridade. Ela era muito falsa. Aliás, um doce muito falso. Com aquele sorriso que estava claro que agia assim apenas para não mostrar seus verdadeiros sentimentos. No final quando já não podia esconder foi o melhor de tudo. Aquela irritação com o Choi Dal Po foi o melhor. Ele conseguiu enfrentar as duas vilãs e permanecer de cabeça erguida.

Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM Pinochhio - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Se ainda não ficou claro eu recomendo muito esse drama para quem gosta de um bom romance. E um enredo perfeito. Que não deixou nenhum espaço em aberto. Pelo menos na minha visão todas as perguntas foram respondidas.

Aproveite para conferir os posts abaixo, acho que você também vai gostar...