Sinopse: Para Scarlet, cuidar de suas duas filhas sozinha significa que lutar pelo amanhã é uma batalha diária. Nathan tem uma mulher, mas não se lembra o que é estar apaixonado; a única coisa que faz a volta para casa valer a pena é sua filha Zoe. A maior preocupação de Miranda é saber se seu carro tem espaço suficiente para sua irmã e seus amigos irem viajar no fim de semana, escapando das provas finais da faculdade.

Quando a notícia de uma epidemia mortal se espalha, essas pessoas comuns se deparam com situações extraordinárias e, de repente, seus destinos se misturam. Percebendo que não conseguiriam fugir do perigo, Scarlet, Nathan, e Miranda procuram desesperadamente por abrigo no mesmo rancho isolado, o Red Hill. Emoções estão a flor da pele quando novos e velhos relacionamentos são testados diante do terrível inimigo – um inimigo que já não se lembra mais o que é ser humano.

O que acontece quando aquele por quem você morreria, se transforma naquele que pode lhe destruir? Red Hill prende desde a primeira página e é impossível deixa-lo até o final surpreendente. Este é o melhor da autora Jamie McGuire!

Ficha Técnica

Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Red Hill – Skoob

Titulo Original: Red Hill  – Goodreads

Autora: Jamie McGuire

Tradução: Ana Death

Editora: Verus (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978-85-7686-338-0

Coleção: Red Hill

Volume: 1

Número de páginas: 348

Sobre a Autora

Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Além de Belo Desastre e Desastre Iminente, ambos sucessos absolutos no mundo inteiro, Jamie McGuire escreveu a série Providence. Ela vive em Enid, Oklahoma, nos Estados Unidos, com três filhos e o marido, um verdadeiro caubói. Eles dividem suas terras com quatro cavalos, quatro cachorros e um gato.

Opinião da Nathy

Eu li a trilogia Belo Desastre e tinha amado a forma de escrever da autora. Então quando ela resolveu escrever envolvendo zumbis eu fiquei muito empolgada. Ao mesmo tempo com muito receio de que ela acabasse se perdendo na história. E estava certa em ter esse receio. Infelizmente eu não consegui me envolver com a história e seus personagens. Tudo se tornou cansativo demais e não via a hora de finalizar a leitura. Foi um tanto decepcionante ver uma autora que escreve muito bem se perder dessa forma nessa temática. Sim, pela sinopse tinha tudo para ser um ótimo livro. Mas, no final acabou que as três histórias ficaram jogadas no meio do livro.

O livro conta a história de Scarlet, Nathan e Miranda. Scarlet é uma mãe agora solteira que vive pelas as suas vidas. Quando o mundo enlouquece a única coisa na qual consegue pensar é em reencontrar as suas filhas. E depois desse ponto mantê-las segura de tudo e todos. Assim como Nathan que está em busca de um local seguro para sua filha pequena. Sua esposa escolheu justo o dia em o mundo estava “acabando” para abandonar ele e a sua filha Zoe. Tendo em mente que somente sua filha importa na vida ultrapassa todos os limites para que ela esteja segura. Já Miranda quer chegar à casa de seu pai junto com sua irmã e seus respectivos namorados. Porém, no meio do caminho ela conhece Joey um rapaz da qual ela não sabe nada. Mas, se sente inclinada em ajudá-lo. Quando as vidas dessas pessoas se cruzam eles unem forças para manter cada um seguro e sobreviver aos zumbis.

A narrativa é feita em primeira pessoa mudando o foco entre os três principais. Apesar de gostar da escrita da Jamie nesse livro não conseguiu me agradar. Diversos momentos foram bem cansativos. Já tinha passado da metade do livro e nada de emocionante tinha de fato ocorrido. Quando o livro é em primeira pessoa faz com que o leitor se aproxime mais dos personagens. No meu caso isso não funcionou. Não via o momento em que algo de importante iria ocorrer. Que eu fosse me emocionar e até mesmo sentir pena dos personagens.

O aviso foi breve – quase dito sem querer.

Vou começar falando sobre a Scarlet. Uma personagem muito forte mesmo. A forma como toda mãe deveria ser. Fez tudo o que estava em seu poder para conseguir ficar com suas filhas. Mesmo quando estavam achando que as meninas poderiam estar mortas ela deixou claro no que acreditava. Nem por um segundo se deixou abater com uma possível morte delas. Quando finalmente se permiti desabar foi um momento muito bonito. Eu gostei dela e eu acho que no seu lugar teria feito a mesma coisa. Não me importa se as outras não acreditam eu me manteria firme na minha decisão. Por isso não consigo criticar os seus comportamentos.

Já Nathan e Miranda me pareciam personagens fortes no começo do livro. De repente eles ficaram muito mais vulneráveis e até mesmo pareciam estar esquecendo que precisavam sobreviver. Seus pensamentos eram mais românticos do que outra coisa. O Nathan tenta ser o homem com a qual as mulheres poderiam contar, mas na verdade me pareceu um pouco fraco. De verdade eu iria procurar ficar perto da Scarlet e lutando para sobreviver. Do que ficar ao lado dele que não está focando nas coisas importantes. Da mesma forma a Miranda que chamou a Scarlet de egóista. Mas, como estava com as pessoas que amava passou a viver sua vida como se o mundo não estivesse acabando. Por essas e outras não consegui gostar dela.

Zoe, vamos ter que voltar para o carro. Preciso que segure minha mão e, não importa o que veja ou ouça, não solte, entendeu?

Dos personagens secundários apenas consegui gostar do Joey. Ele perdeu alguém importante e estava de alguma forma encontrando forças para sobreviver. Ele tinha uma coragem impressionante. Também tinha um ótimo caráter. Mesmo quando começou a ter fortes sentimentos por uma das meninas tentou se mantiver de lado. Justamente para não causar nenhuma confusão no grupo. O Cooper foi um que no começo não me agradou muito. Eu achava suas atitudes um tanto egoístas. Mas, depois eu fiquei um pouco encantada com ele. Com os demais eu realmente não consegui me importar.

Agora as crianças eram encantadoras. Zoe – filha do Nathan – tinha atitudes um tanto maduras para uma criança. Mas, quando mostrava toda a sua vulnerabilidade partia meu coração. Ela não entendia muito bem o que estava ocorrendo. Apenas que tinham que sobreviver e matar os tortos. Já a Elleny me deixou morrendo de pena. Ela passa por uma situação bem complicada. Sim, além de enfrentar esses zumbis ela ainda teve outra situação a qual enfrentar. E novamente Scarlet foi quem mostrou toda a sua força.

Algo que me incomodou no livro foi o romance. Não é o foco do livro, mas tem diversas cenas de romance entre alguns personagens. E apesar de gostar do gênero não gostei da forma que foi colocada no livro. Deveria ter apenas focado nos zumbis e na sobrevivência dos personagens. Mesmo porque do jeito que ocorreu não me convenceu nenhum um pouco desse amor todo.

Eu amo você.

Não foi um livro que me agradou, mas vi algumas pessoas falando que tinham gostado. Por isso eu recomendo que leiam e tirem as suas próprias conclusões. Os fãs da autora pode ser que gostem ainda mais. Agora se não leu nada da autora não recomendo começar por esse livro.

Quote Favorito

Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu gostei muito dessa capa. Ela passa algo mais sombrio. As cores ficaram lindas. A casa no fundo marcando um período difícil. Nesse caso eu gostei do nome da autora tendo um destaque. Mas, não teve tanto ao ponto de apagar o nome do livro. Que ficou muito bem colocado no meio da estrada. A fonte também está em um tamanho que não passará despercebido.

Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Cada começo de capítulo tem o nome da pessoa que está narrando – assim como no meio do mesmo. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

Nota da Nathy

Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM Red Hill - Jamie McGuire - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • Red Hill – Red Hill #01 – Lançado em 2015
  • Among Monsters – Red Hill #1.5 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Verus. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”