A Voz do Arqueiro – Mia Sheridan – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/A Voz do Arqueiro – Mia Sheridan – #Resenha

Sinopse: Cada livro da coleção Signos do Amor é inspirado nas características de um signo do Zodíaco. Baseado na mitologia de Sagitário, A voz do arqueiro é uma história sobre o poder transformador do amor.

Bree Prescott quer deixar para trás seu passado de sofrimentos e precisa de um lugar para recomeçar. Quando chega à pequena Pelion, no estado do Maine, ela se encanta pela cidade e decide ficar. Logo seu caminho se cruza com o de Archer Hale, um rapaz mudo, de olhos profundos e músculos bem definidos, que se esconde atrás de uma aparência selvagem e parece invisível para todos do lugar. Intrigada pelo jovem, Bree se empenha em romper seu mundo de silêncio para descobrir quem ele é e que mistérios esconde.

Alternando o ponto de vista dos dois personagens, Mia Sheridan fala de um amor que incendeia e transforma vidas. De um lado, a história de uma mulher presa à lembrança de uma noite terrível. Do outro, a trajetória de um homem que convive silenciosamente com uma ferida profunda. Archer pode ser a chave para a libertação de Bree e ela, a mulher que o ajudará a encontrar a própria voz. Juntos, os dois lutam para esquecer as marcas da violência e compreender muito mais do que as palavras poderiam expressar.

Ficha Técnica

A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: A Voz do Arqueiro – Skoob

Titulo Original: Archer’s Voice – Goodreads

Autor(es): Mia Sheridan

Tradução: Ana Rodrigues

Editora: Arqueiro

Ano: 2015

ISBN: 978-85-8041-444-8

Série: Signos do Amor

Volume: 04

Número de páginas: 325

Sobre a Autora

A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Mia Sheridan começou a escrever na tentativa de superar a dor da perda da filha. Publicou seu primeiro livro online e em cerca de uma semana, ele chegou à lista de mais vendidos. Desde então, ela não parou de escrever e se tornou uma autora apaixonada por tecer histórias de amor sobre pessoas destinadas a ficarem juntas.
Suas narrativas verdadeiras conquistaram o público e a levaram ao topo das listas dos prestigiosos USA Today, The Wall Street Journal e The New York Times. Mia mora em Cincinnati, Ohio, com o marido e os quatro filhos.

Opinião da Nathy

Eu conheci essa série de livros tem um tempo. E o livro do Archer é um dos meus favoritos. Tem tanta emoção em cada uma das páginas. É legal ver uma pessoa que passou por tanta dificuldade em sua vida conseguir superar os obstáculos. Tudo bem que tem algumas partes bem cansativas e desnecessárias. Mas, ainda assim eu me vi cativada. Queria ler até o final. E ficar sabendo que tudo deu certo – ou não – para o Archer. Ele foi o personagem que mais me importei no livro. Não por causa de sua dificuldade. Mas, pelo modo que encontrou para não deixar que isso lhe afetasse.

O livro conta a história de Archer e Bree. Ele sofre até hoje as consequências de um dia terrivel de seu passado. Quando ainda era uma criança pequena. Todos na cidade onde mora o evita. Ninguém parece se importar. Por isso Archer aprendeu a viver uma vida muito solitária. Isso até a chegada de Bree na cidade. Ela também está fugindo. Tentando encontrar um modo de lidar com uma forte perda. Quando conhece Archer percebe algo de muito especial no homem. Cada dia que passa fica mais intrigada com ele. E não para até conseguir as respostas que tanto procura. E essa pode ser a chave para que ambos se libertem de um passado tão conturbado.

A narrativa é em primeira pessoa. O foco muda entre Archer e Bree. Principalmente com a visão de Archer quando era uma criança. A escrita da autora é leve. Ainda que trate de alguns assuntos mais tensos. Não deixa o livro tão melodramático. A leitura flui de maneira rápida e simples. Porém, em alguns pontos se torna cansativo. Tanto que mal via o momento em que tudo iria ficar bem para os dois.

Eu me afastei e desci novamente as escadas, em silêncio, evitando os pontos que rangiam.

Eu gostei muito da Bree. No começo ela não parecia saber ao certo do que queria ou quem ela queria. Essa indecisão dela me incomodava um pouco ao mesmo tempo em que compreendia suas ações. Os piores momentos eram quando tinha flashback sobre o passado. Ficava morrendo de pena da mulher. Mas, ela encontrava forças e seguia em frente para mais um dia. Apesar de mostrar certa fragilidade eu a achei um personagem muito forte e determinada. Nada nem ninguém poderia lhe fazer pensar diferente. Ou se sentir diferente. Nem mesmo o Archer com sua incrível teimosia.

Ele por sua vez tem uma inocência muito grande. Como não conviveu com as outras pessoas. Praticamente não saia de sua propriedade não sabe como lidar com as pessoas. Especialmente alguém como a Bree. Ele não é aquele mocinho típico que faz tudo para conquistar a mocinha. Ele nem ao menos sabe o que está sentindo. E o que fazer com esses sentimentos. Foi justamente essa inocência dele que me conquistou no livro. Precisava amadurecer para enfrentar diversas questões. Eu queria me aproximar dele e dar um forte abraço. Porque ele era muito fofo. Até mesmo quando cometia um erro.

O romance dos dois foi muito bem trabalhado. Conseguia acreditar que tinham fortes sentimentos um pelo o outro. Tudo bem que teve boas cenas deles na cama e a autora caprichou. Mas, as melhores partes foram com eles aprendendo a lidar um com o outro. Dessa vez não era apenas o mocinho tendo que conquistar o amor da mocinha. Ela teve que passar por diversas barreiras até chegar ao seu coração. Por isso que eu gostei tanto.

Eu Bree você.

Claro que sempre tem aquele personagem que faz questão de agir da forma mais idiota possível. E esse foi o Travis. Não conseguia gostar dele nem no final do livro. Sempre foi uma pessoa muito ruim para o Archer e sem razão. Mesmo depois de adultos e amadurecidos. Continuou agindo de forma mimada até conseguir o que desejava. Quando isso não ocorria já ia atrás de outros planos para lhe prejudicar. Não o queria perto de nenhum deles no decorrer do livro. Não era o Archer que merecia tanto sofrimento.

O passado do Archer é a coisa mais triste. Apenas mostra como as pessoas são capazes das piores coisas para conseguir o que desejam. Não se importando que se trate ou não de uma criança. Tudo o que importava era o poder. Eu gostei de saber sua história mesmo que desejasse um final feliz. Porque tudo foi muito triste. Assim como o passado de Bree. Mas, não sei por que o dela não me tocou tanto. Ela passou por uma situação muito traumática. Porém, o Archer foi quem mais me emocionou.

Você me ajudou a ver minha própria imagem, Archer. Deixe que eu o ajude a ver a sua.

Eu recomendo muito essa série para quem ama um bom romance. Que tem também um ótimo drama de fundo. Esse foi o primeiro volume lançado pela a editora. Mas, na verdade é o quarto volume da série. Ele pode ser lido de modo individual porque não tem relação com os três primeiros livros. Mas, terão alguns livros que deverão ser lidos na ordem de publicação da autora porque senão terá spoilers da história.

Quote Favorito

A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu gostei muito dessa capa. Apesar de ter visto muitas pessoas reclamando ela me agradou muito. O rapaz parece estar bem atormentado e o cenário combina com o livro. O nome em destaque do livro em vermelho ficou perfeito. Na capa original não tinha me chamado tanta atenção. Tudo parecia apagado demais. Na capa nacional tem um destaque maior. O que me agradou muito. Assim como nome da autora. Mesmo em uma fonte grande não roubou a cena para si. Da mesma forma que o nome da série logo abaixo do nome do livro ficou em um modo proporcional.

A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Eu adoro quando a editora faz desse jeito. E não com os capítulos todos na mesma página. Quando ocorre mudança de cena dentro do capítulo tem o mesmo símbolo que na capa. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

Nota da Nathy

A Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Voz do Arqueiro - Mia Sheridan - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • O coração do Leão – Signos do Amor #1 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Leo’s Chance – Signos do Amor #2 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Stinger – Signos do Amor #3 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • A Voz do Arqueiro – Signos do Amor #4 – Lançado em 2015
  • Becoming Calder – Signos do Amor #5 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Finding Eden – Signos do Amor #6 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Kyland – Signos do Amor #7 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”
By | 2017-01-06T14:43:31+00:00 21/08/2015|Categories: Livros, Resenhas|Tags: , , , , , , , |3 Comments

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

3 Comments

  1. Marlene Conceição 7 de janeiro de 2016 at 14:22 - Reply

    Eu Amoooo esse livro.
    Confesso que foi o único da série que me chamou a atenção, chorei muito lendo esse livro, por que ele mostra um tipo de superação, que sinceramente mexeu muito com migo. Archer é um fofo, tinha momentos que eu gostaria de pega-lo no colo e simplesmente abraçar ele, é incrível como ele superou sua deficiência física e no final, como ele aprendeu a lidar com ela. A Bree é simplesmente uma guerreira, é uma mocinha que sabe o que quer, esse livro com certeza estar na minha melhor leitura do ano.

  2. Francisca Elizabete 3 de janeiro de 2016 at 14:41 - Reply

    Gente eu acabei de ler este livro e gostei de tudo!! A estória dos personagens foi diferente para mim, saiu da rotina!! Archer apesar de mudo, e meio rude, me encantou!!O livro não tem nada haver em relação à signos. Só o epílogo que conta sobre A Lenda de Quiron – O Centauro!! A leitura fluiu de forma gostosa!!!

  3. Mariana Garcia 12 de novembro de 2015 at 23:40 - Reply

    Terminei de ler A Voz do Arqueiro! \o/ Que livro lindo! =)

    Archer é um personagem incrível, passou por um monte de coisas que poderiam ter deixado seu coração frio e amargurado, mas se limitou a ter um coração solitário. A chegada de Bree muda isto completamente e a gente se apaixona por ele, junto com ela, no decorrer da história, que é sensível, dramática e cheia de amor.

    Minha nota: ? ? ? ? ?

    Ps. Quase joguei o livro pela janela no penúltimo capítulo! Ainda bem que você estava por perto para ouvir meu surto e me fazer seguir em frente com a leitura, rs.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)