Em Busca de Abrigo – Jojo Moyes – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/Em Busca de Abrigo – Jojo Moyes – #Resenha

Sinopse: A nova edição do romance de estreia da autora vencedora do prêmio RNA com A casa das marés Na noite da Coroação da Rainha Elizabeth II, em 1953, a comunidade de expatriados de Hong Kong se reúne para celebrar o evento com uma festa. Enquanto os convidados tentam ouvir a cerimônia em um rádio antigo, Joy, uma jovem de 21 anos, se apaixona. Menos de vinte e quatro horas depois da festa, ela já está prometida em noivado ao rapaz, mas só tornará a se encontrar com o noivo um ano depois. Em 1980, um ato de rebeldia faz Kate, aos 18 anos, fugir do Condado de Wexford, na Irlanda, com sua filha ilegítima. Quinze anos mais tarde, Sabine deixa Hackney, o elegante bairro onde mora, em Londres, para visitar os avós que jamais conheceu e descobre que Wexford parece ter parado no tempo.

Quando Sabine, sua mãe e sua avó voltam a se encontrar, um segredo de família cuidadosamente guardado é descoberto, bem como algumas verdades importantíssimas: o conflito entre o amor e o dever, as escolhas que as mulheres são obrigadas a fazer e o relacionamento entre mães e filhas. ” Livro elogiado por autoras veteranas como Rosamunde Pilcher e Anne Rivers Siddons. ” “A verdadeira sucessora de Rosamunde Pilcher e Maeve Binchy”, segundo a Publishers Weekly. ” Primeiro dos três relançamentos da autora com nova arte de capa – os próximos serão A Casa das Marés e Baía da Esperança. ” Livro de estreia da autora vencedora do prêmio RNA (Romantic Novelists´ Association, 2003) com A Casa das Marés.

Ficha Técnica

Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Em Busca de Abrigo – Skoob

Titulo Original: Sheltering Rain – Goodreads

Autor(es): Jojo Moyes

Tradução: Renato Motta

Editora: Bertrand Brasil (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978- 85-286-084-0

Número de páginas: 434

Sobre a Autora

Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMJojo Moyes nasceu em 1969 na zona rural da Inglaterra, cercada por cavalos e outros animais. Mudou-se cedo para Londres e se formou em jornalismo, tornando-se correspondente de artes e mídia do Independent até 2001. Vive hoje em East Anglia com o marido e os três filhos. Da autora, a Bertrand Brasil já publicou o romance Em busca de abrigo, sua estreia na literatura, A casa das marés e Baía da esperança.

Opinião da Nathy

Esse é o primeiro contato com a autora e fiquei feliz que tenha tido um resultado positivo. O modo de ela escrever me lembrou muito a Emily Giffin e como gosto da autora isso acabou sendo algo bom. Quando comecei a ler não queria mais parar de ler. E entendi muito bem porque tantas pessoas elogiam a autora. Minha maior surpresa foi saber que esse livro foi o primeiro publicado pela autora. Geralmente os primeiros livros não são os melhores. Agora fico imaginando se gostei tanto desse livro vou amar os próximos dela.

O livro conta a história de três mulheres – avô, mãe e filha. E como a relação dessas três mulheres pode ser extremamente complicada. Elas não se dão bem de nenhuma forma. Quando Sabine é mandada por sua mãe Kate para passar um tempo na casa de sua avó Joy as coisas parecem mudar um pouco. Tudo o que elas imaginavam saber uma sobre a outra muda completamente. Segredos importantes guardados dentro da família são descobertos. Mas, o que poderia ser um problema acaba se tornando a solução.

A narrativa é em terceira mudando o foco entre as três personagens principais. Mesmo tendo uma temática um pouco sombria/dramática demais. A autora conseguiu escrever de um modo que cativasse o leitor. Não sente vontade de parar de ler até saber como a história dessas três mulheres irá terminar. Geralmente fico cansada com livros muito dramáticos, mas dessa vez queria continuar lendo.

Não, elas ficaram complicadas porque eu arrumei um padrasto atrás do outro.

O começo do livro é com a Joy. Pelo pouco apresentado eu simpatizei com a personagem. Estava a achando diferente e muito determinada para a sua época. No entanto, quando passa no presente toda aquela simpatia não estava mais tão elevada. Ela parecia ser uma mulher fria e sem nenhum sentimento. Depois mostrou que estava mesmo tentando ter um bom relacionamento com sua neta e sua filha. Porém, por não conseguir mostrar seus sentimentos dava aquela impressão errada. No final do livro minha conclusão foi que ela era uma mulher que tinha sofrido demais na vida e não sabia como se livrar da situação. Teve que aguentar até o final mesmo que tivesse vontade de correr para longe de tudo e todos. Eu acho que a admirei nas últimas páginas do livro. Porque ela era mesmo uma personagem forte.

Já Kate me irritou. Ela sempre questionou a sua mãe e acreditou que não fazia nada certo. Muda de homem como troca de roupa. Ainda coloca a culpa nos outros ao seu redor. E mesmo que afirmasse pensar muito em sua filha não era o que fazia. Pelo menos não no começo. Depois começa a perceber a realidade das pessoas ao seu redor. Todo o amor que acreditava não ter e que não sabia como dar para sua própria filha. Apenas na última página do livro eu consegui gostar da personagem.

Agora Sabine nem tive muito que questionar a personagem. Ela era uma adolescente que foi criada por uma mãe que não sabia direito o que fazer na sua vida. Quando passa a ir morar com seus avôs ela melhora muito. Deixa de ter aquela atitude toda rebelde e passa a perceber a beleza da vida que eles levam. E passa até mesmo desejar algo assim para a sua vida. Eu geralmente não gosto de personagens assim porque não tenho uma identificação. Ainda mais quando elas ficam implicando por nada. Porém, eu gostei da Sabine e parecia ter atitudes melhores que dê sua mãe.

Foram necessárias apenas algumas semanas. Agora, ela me despreza tanto quanto a senhora.

Os personagens secundários também são muito bem construídos. Eu gostei bastante do Thom. Ele passou por uma tragédia em sua vida. Mas, ao invés de se esconder em um canto e lamber suas feridas. Levantou a cabeça e continuou fazendo aquilo que amava. E ainda conseguia fazer com que as mulheres em sua vida percebessem quanto tempo estava desperdiçando. Teve várias frases de efeito sem parecer pretensioso ou que soubesse tudo sobre a vida.

Mas, no que se refere ao pai de Kate eu quis arrancar meus cabelos. Um homem muito fraco. E não digo isso fisicamente, mas sim em sua personalidade. Não soube ser um bom marido. Porque queria estar presente apenas nos bons momentos. Nos maus momentos parecia que desandava e não assumia nenhuma responsabilidade. Ainda bem que ele não foi muito explorado no presente porque tenho certeza que iria ficar ainda mais irritada com ele.

Nós nos veremos novamente daqui a nove meses.

Eu gostei muito desse livro, mas não o recomendo para todo mundo. Se não gosta de livros com temas mais dramáticos pode ser que não goste desse livro. Mas, tem autoras que valem a pena ler ao menos um livro dela. E a Jojo é uma dessas autoras. Eu amei o livro, mas tem pessoas que podem não ter gostado. Por isso eu sou a favor de ler e tirar a sua própria conclusão.

Quote Favorito

Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A capa não me remete muito da história. Apesar de passar a impressão de alguém que está tentando se descobrir. Eu gosto das cores do livro e em como o nome do livro ficou em destaque. A capa tem uma leveza, mas isso fez com que eu sentisse receio. Do que poderia encontrar na história. O nome da autora não tem muito destaque. Poderia ter tido outra cor assim teria um destaque melhor.

Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação segue o padrão da editora. Cada capítulo inicia em uma nova página. Tendo uma flor no começo de cada capítulo. Quando ocorre mudança de cena dentro do capítulo não tem nenhuma marcação. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a digitalização/tradução.

Nota da Nathy

Em Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEm Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEm Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEm Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEm Busca de Abrigo - Jojo Moyes - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia da Editora Grupo Editorial Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)