Switched at Birth – 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear – #Review

Home/Séries/Reviews/Switched at Birth – 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear – #Review

E a série está cada dia melhor abordando temas mais polêmicos. Que costumam dividir a opinião do público. E estou amando tudo. Porque não fica naqueles dramas sem sentido das outras temporadas. Agora está uma coisa mais séria. Algo que deve se prestar mais atenção. Algumas coisas quero mesmo que sejam deixadas de lado. Que os personagens passem por cima de qualquer adversidade. Que amadureçam com suas atitudes. Então continue lendo e saiba mais a minha opinião dos episódios To Repel Ghosts, How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You e Between Hope and Fear. Lembrando apenas que contém spoilers para quem ainda não assistiu.

Os primeiros episódios mostraram Bay tentando superar o duro fim de seu namoro com o Emmett. Tendo que aceitar que as coisas não seriam mais as mesmas depois de sua atitude. Depois que decidiu assumir a culpa pela a Daphne. Mas, não gostei de vê-la se culpando dessa forma. Nem sofrendo tanto. O Emmett está vivendo sua própria vida e já está namorando a Skye. Nem faz mais parte da vida de nenhum dos personagens. Não digo que já deve ter um novo amor. Mas, poderia focar no que irá fazer do seu futuro. Agora que está livre tanto da condicional quanto do Emmett pode decidir o que irá fazer. Qual é o melhor lugar para ficar.

Switched at Birth - 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Quem me incomodou um pouco foi a Regina. Seu relacionamento estava indo muito bem até que descobriu a verdade sobre o Eric. Ele salvou a vida do filho. A mulher não se importava nenhum um pouco com a criança. Pelo jeito que estava falando na reunião parecia mesmo arrependida. Até que foi mostrado que eles estavam vendendo drogas para os que estavam tentando se recuperar. Por isso não conseguia acreditar em nada do que estava dizendo na reunião. Nem Regina deveria acreditar na mulher. Ela conhece o Eric melhor. Ele é um ótimo pai que fez tudo para salvar a vida do filho. Não cabe a ela julgar ou tomar decisões importantes. O melhor é continuar vivendo esse amor.

Switched at Birth - 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Assim como John com seus problemas financeiros me incomodou. Não porque esá com problemas, mas a forma como estava lidando. Nunca quer falar com a Kathy sobre essa situação. E acaba por descontar nas pessoas erradas. E o pessoal continua gastando seu dinheiro como se fosse água. Como se sempre fosse ter mais e mais. Tudo bem que gastam porque não sabem da situação. Por isso deveria ser honesto com toda a família. Algo que gosto demais é que Kathy sempre consegue perceber a situação é ajudá-lo. Não precisava passar por essa situação sozinho. Gosto do companheirismo dos dois. Podem não ser o casal mais perfeito de todos. Mas, é um que se ama e se apoiam.

Switched at Birth - 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear - #Review | OBLOGDAMARI.COM

A Daphne depois de tantas coisas erradas que andou fazendo está tentando ser mais responsável. Foi ela quem ajudou a Lily em contar a verdade ao Toby e tudo mais. Ajudou a mãe a perceber a verdade sobre a mãe do Will. Mas, estava com problemas em seu relacionamento. Nem começou e já estava tendo um monte de problemas. Ele não é aquilo que os amigos esperam, mas gosta de verdade dela. Muito fofo querendo aprender a linguagem para poder conversar tranquilamente com ela. Coisas desse tipo ela deveria valorizar mais do que qualquer outra coisa. Gosto dos dois juntos, mas também sou da opinião que não deve demorar muito tempo para terminarem.

Switched at Birth - 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Por fim, o mais importante no momento na série. Toby e Lily tendo um filho com síndrome de Down. Eu amei eles discutirem esse tema. Alguns estavam sendo contra ela ter essa criança, enquanto outros achavam que deveriam criar. Depois de visitar a escola Toby fez sua mente e ambos decidiram ter essa criança. Eu amei essa postura deles. Eles tinham que pensar se iam ter ou não seu filho. Independentemente se tem síndrome de Down ou não. Na minha visão o Toby agora precisa crescer bastante. Seu sonho é ser dj, mas não consegue criar um filho com esse salário. Deve procurar algo que o torne capaz de criar o seu filho. Isso ainda deve ser abordado em diversos episódios. Bay deveria ter ficado no seu lado desde o começo, afinal ele a protegeu quando poderia tê-la culpado. No final foi lindo com os três com as meias.

Switched at Birth - 4X11: To Repel Ghosts, 4X12: How Does a Girl Like You Get to Be a Girl Like You, 4X13: Between Hope and Fear - #Review | OBLOGDAMARI.COM

Comentários Rápidos

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)