Sinopse: Fruto de uma inseminação artificial e criada por uma mãe fria e controladora, Elizabeth Fitch se deixa levar por uma noite. Depois de beber além da conta, ela se encanta por um homem galante e dono de um sedutor sotaque russo. Acompanhando a amiga Julie, segue rumo a uma linda mansão em Lake Shore Drive, ainda sem saber que o lugar alteraria para sempre sua vida. Doze anos mais tarde, no interior do Arkansas, uma nova moradora anda despertando a curiosidade da vizinhança. Abigail Lowery não é propriamente uma recém-chegada, mas continua sendo uma desconhecida: em um ano, sabe-se pouco, ou quase nada, sobre a moça. O mistério de Abigail Lowery e sua mente afiada, natureza secreta e filosofia de vida nada romântica intriga o chefe de polícia local, Brooks Gleason, tanto a nível pessoal quanto profissional. Mas enquanto suspeita que Abigail precisa de proteção contra algo, Gleason, acostumado a criminosos de segunda categoria, não faz ideia de que homens poderosos e perigosos o observam e mantêm sob sua mira. E Abigail Lowery, que construiu uma vida baseada em segurança e autocontrole, corre o risco de perder ambos.

Ficha Técnica

A Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: A Testemunha – Skoob

Titulo Original: The Witness – Goodreads

Autora: Nora Roberts

Tradução: Carolina Selvatici

Editora: Bertrand Brasil (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978-85-286-2034-4

Número de páginas: 475

Sobre a Autora

A Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nora Roberts (nascida Eleanor Marie Robertson a 10 de Outubro de 1950) é uma escritora norte-americana, autora de best-sellers românticos. Foi a primeira mulher a figurar no Romance Writers of America Hall of Fame.
Autora de maior destaque da lista de best sellers no New York Times e a primeira a ser escolhida para a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, Nora Roberts é considerada uma pintora de palavras que a cada pincelada, dá vida a personagens cheios de energia e vigor. Escritora metódica e insaciável, Nora já publicou mais de 160 romances, a maior parte no gênero suspense romântico, traduzidos para 25 idiomas e editados em todo o mundo. Sua alta popularidade como romancista advém do grande talento que possui para sensibilizar o leitor ao escrever narrativas de suspense que também falam sobre turbilhão de emoções que acontecem quando entramos em contato com nossos sentimentos mais profundos, principalmente amor e paixão. Suas histórias prendem o leitor com temas explícitos e intensos, descritos de forma clara e objetiva, passando uma mensagem curta e rica em detalhes. Os capítulos de seus livros são longos, e poucos, em média apenas 12. As paisagens descritas nos levam a viajar do México aos subúrbios de Washington, com certa suavidade e exatidão que sonhamos acordados, ou temos pesadelos! Histórias publicadas no início de sua carreira: Negócio de Risco (1986); Alerta da Natureza (1984); A suspeita (1989); No ano de 1995 a autora editou o primeiro volume da Série Mortal no original Naked in death (Nudez Mortal) sobre o pseudonimo de J.D. Robb, o qual hoje é prestigiado pelo mundo inteiro com mais de 25 volumes (em alguns países o número é menor). Autora Consagrada já vendeu mais de 2 milhoes de livros em todos os países publicados.

Opinião da Nathy

Já podem imaginar o quão bem eu estarei falando desse livro não? Afinal é a minha autora favorita. Claro que teve um ponto que poderia ter sido melhor explorado. Mas, é mais um livro que entra como favorito. Gosto do modo como ela consegue juntar romance com mistério. E mais uma vez não fiquei decepcionada. Logo no começo eu fiquei muito tensa sobre o que iria acontecer. Tem algumas temáticas que simplesmente não consigo lidar. Então estava com medo de ela introduzir isso no livro. Mas, o que fez tornou tudo ainda melhor e mais especial. Já quero ler de novo.

Enfim, o livro conta a história de Abigail. Uma mulher com um passado misterioso. Ela chega na cidade de Bickford e não quer contato com ninguém. Parece estar se escondendo de algo ou alguém. Uma mulher que analisa tudo de uma forma lógica. Não consegue compreender alguns comportamentos humanos. Tem um objetivo em mente e não se importa com os riscos. Tudo o que deseja é colocar o passado para trás. Mesmo que para isso tenha que arriscar sua vida. Já Brooks é o chefe de polícia local. Um homem que analisa de forma lógica algumas coisas. Mas, deixa o seu coração comandar a maioria de suas ações. Assim que conhece Abigail sente seu mundo sendo virado. E fará de tudo para conquistar o coração dessa mulher.

A narrativa é em terceira pessoa focando nos personagens principais. Sim, o livro não fica apenas na Abigail e no Brooks. Outros personagens têm seus momentos bem decisivos e um tanto irritantes. Apesar do grande número de páginas a leitura flui muito bem. Tudo é bem explicado sem deixando aberturas. Ainda mais por se tratar de um livro único. Conseguiu ter aquele fechamento necessário. Como eu gosto dos livros da autora eu ia amar se tivesse ainda mais páginas nesse livro. Ou que tivesse um segundo mesmo que não tivesse mais para onde caminhar.

Você é a mulher mais interessante que eu conheço.

Tudo começa com a Elizabeth Fitch. Uma menina que viveu sob a pressão de sua mãe. Uma mulher fria que não demonstra nenhum sentimento. Tem a vida inteira da Eizabeth programada. Nunca perguntou o que a menina deseja. Sempre fez o que quis e não se importava com os sentimentos dela. Então já se pode imaginar a necessidade que a Elizabeth tinha de viver um pouco. Nisso ela acaba se colocando na maior enrascada. Que acabou mudando a sua vida completamente. Tudo o que eu conseguia sentir era pena da menina. Queria abraçá-la e confortá-la. Porque ela não tinha nenhum apoio ao seu redor. Em minha visão suas atitudes são mais do que compreensíveis e nunca deveria se sentir culpada. Algo que nunca esteve em seu controle.

Já Abigail Lowery me lembrou muito o Sheldon de the big bang theory. Ela não faz as coisas por maldade apenas não tem noção de como se comportar. Ela acha que esse é o modo correto. Que não pode amar e que tem apenas encontros casuais. Eu gostei muito dela. Tem uma simplicidade muito grande. Consegue ver a vida de um modo muito interessante. Parece ter aquela calma, mas quando perde o controle é ainda mais divertido. Eu não consegui me identificar com ela porque sou mais emoção do que razão. Mas, ainda assim foi uma personagem que me cativou. Estava com medo de não acreditar em seus sentimentos e reações. No entanto, o modo como foi descrita me fez ficar mais cativada.

Não sou boa em ver o que vai acontecer.

O Brooks é mais um mocinho apaixonante da Nora. Ele tem todo aquele lado mais real. Tem consciência das lindas mulheres ao seu redor, mas luta para ter Abigail ao seu lado. Faz de tudo para conquistar seu coração. E não aceita um “não” como resposta. Também consegue controlar toda uma cidade. Eu digo controlar a cidade no sentindo de colocar ordem. Não se deixar enganar por um rostinho bonito ou por causa do dinheiro. Mesmo sendo policial nem tudo é preto e branco. Consegue entender as circunstâncias. Mas, odeia injustiça. É o tipo de mocinho que se apaixona logo no primeiro “oi” dele. Justamente por seu jeito protetor ao mesmo tempo doce.

E o romance dos dois foi muito bem trabalhado. Nada de apressar os momentos. A Abigail precisava de seu espaço. Então não podia ser tudo muito rápido. Eu amei como o Brooks foi conseguindo quebrar cada uma das paredes dela. Não ficava irritado quando ela recuava. Pelo contrário, sentia ainda mais a necessidade de mostrar o seu amor. Claro que as cenas mais quentes não poderiam ser deixadas de lado. Eu gosto muito porque a autora consegue deixar de um modo sensual sem ser vulgar. Consegue equilibrar os dois lados.

Eu disse que não ia transar com você. Acha que falei aquilo só para provocar?

Os secundários do livro também ajudam muito na dinâmica. A mãe da Elizabeth é a única que poderia ser dispensável. Aliás, acaba se tornando. Porque a mulher é insuportável não consigo imaginar alguém agindo daquela forma. Mas, tudo compensa com os pais do Brooks. A família é muito engraçada. Eu amei a mãe dela que recebe a Abigail de braços abertos. Conversa com ela e a faz entender diversas situações. Recebendo ainda mais amor. Apenas não gostei muito de uma das irmãs. Poderia ter agindo um pouco melhor com a Abigail. Com mais calma porque estava praticamente fazendo a moça correr e se esconder de novo. Menção honrosa para o lindo cachorro da Abigail. Que fala diversas línguas e é extremamente inteligente.

Nesse livro se tem dois vilões. E dois vilões que não descansam até destruir as suas vítimas. Primeiro tem Ilya um homem extremamente perigoso. Filho de um mafioso. Ele não me irritou muito com suas atitudes. Porque estava focada no outro vilão. Então ele logo em minha visão iria cair na própria armadilha. Por isso não conseguia dar muita importância. Agora o Blake estava pedindo para ir para cadeia e apanhar bastante. O homem achava que apenas porque tinha dinheiro poderia se safar de todas as situações. Ensinando ao seu filho que ele também poderia agir da mesma forma. Tentando usar o dinheiro para encobrir todas as suas maldades. Eu me irritava muito com ele e não via o momento que se daria muito mal.

Ele é muito carinhoso e paciente. Não ataca a não ser que eu mande. Ou que eu seja atacada.

Obviamente que eu acho que todo mundo deveria ler Nora Roberts. Ainda mais um romance tão bem trabalhado como foi A Testemunha. Quem gosta de romance com um pouco de mistério é um prato cheio. Claro que está mais ligado ao romance. Eu acho que quem ler não irá se arrepender. Mas, isso porque eu gosto muito da autora.

Quote Favorito

A Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu adoro capas que tem casal na frente. Ficam muito lindas. Porém, quando se trata dos livros da Nora eu prefiro que seja de paisagens. Ou do local que se passa a história. Por isso eu gostei muito do trabalho da editora. O local parece com o descrito em um momento do livro. Sem contar a sensação de tranquilidade. Como se fosse um romance mais leve e divertido.

A Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Não tem marcação em mudanças de cenas dentro do mesmo capítulo. As páginas são brancas. Aliás, os livros da autora publicado pela a editora é em páginas brancas. Não tenho problemas com isso, mas algumas pessoas não gostam. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

Nota da Nathy

A Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Testemunha - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

“O livro é uma cortesia do Grupo Editorial Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.”