O Sétimo Filho – The Seventh Son – #Crítica

Home/Filmes/Críticas/O Sétimo Filho – The Seventh Son – #Crítica

Sinopse: John Gregory (Jeff Bridges) é o sétimo filho do sétimo filho e mantém uma cidade do século XVIII relativamente bem e longe dos maus espíritos. No entanto, ele não é mais jovem e suas tentativas de treinar um sucessor foram todas mal sucedidas. Sua última esperança é um menino chamado Thomas Ward (Ben Barnes), filho de um jovem fazendeiro. Seu primeiro desafio será grande: Ele terá que enfrentar a Mãe Malkin (Julianne Moore), uma terrível e poderosa bruxa, que escapou do seu confinamento quando o grande mestre Gregory estava afastado da cidade.

Ficha Técnica

O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: O Sétimo Filho

Titulo Original: The Seventh Son

Elenco: Jeff Bridges, Ben Barnes, Julianne Moore, Alicia Vikander, Kit Harington, Djimon Hounsou, Antje Traue, Olivia Williams.

Direção: Sergey Bodrov

Gênero: Aventura, Ação, Fantasia.

Duração: 120 min.

Distribuidora: Universal Pictures

Estreia:  Março de 2015.

Trailer

Opinião da Nathy

Fazia um bom tempo que queria assistir esse filme. Mas, quando estava nos cinemas não consegui ir assistir. Finalmente ele está disponível no Now então não perdi tempo e fui assistir. Tudo porque tinha o Ben Barnes no elenco. Eu gosto muito do ator e estava curiosa para ver como iria se sair nesse filme. Também já tinha lido os dois primeiros livros e gostado bastante. Então estava com esperanças de que fosse amar. Que seja uma história bem construída e desenvolvida. Não estava esperando que fosse ser igual ao livro.
Mas, fiquei decepcionada. Se no livro a leitura fluiu muito bem. No filme foi o oposto. Em diversos momentos tudo era arrastado demais. Acabei sentindo mais sono do que ansiedade para ver o que iria ocorrer. Parecia que a história não andava de forma nenhuma. Sei que o mais importante tinha que ser deixado para o final. Porém, nada acontece no filme. Absolutamente nada de empolgante. Teve uma cena ou outra de lutas que acabavam em menos de cinco minutos. Fiquei frustrada porque estava esperando que fosse ser ação do começo até o final.
O final foi bem satisfatório. Deve ter sido uma junção de todos os livros. Porque não reconheci alguns momentos dos livros. Então chegou ao ponto que deixei de lado o livro e foquei completamente no filme. Era como se estivesse vendo a história pela primeira vez. O que não chamou muita minha atenção. Poderia ter sido mais rápido e dinâmico. Não tenho esperanças de um segundo filme porque não faria sentido. Teve um bom fechamento e talvez se tivesse um segundo filme estragaria tudo o que foi construído nesse. Apesar de não ter sido excelente.
Algo que estava muito bom foi a atuação dos atores. Eu conseguia sentir muita raiva do Thomas Ward (Ben Barnes – Sons of Liberty) devido a sua ingenuidade. O menino aceita tudo o que as pessoas falam ao seu redor. Não questiona nada. Simplesmente confia cegamente em pessoas que estava na cara que poderiam traí-lo. O Mestre Gregory (Jeff Bridges – TRON: Legacy ) tinha seu lado sombrio, mas era mais engraçado do que tudo. Nos momentos em que enfrentava as bruxas era melhor. Podia estar perdendo a luta naquele momento, mas adicionava seu bom humor.
E o que falar da maravilhosa Mother Malkin (Julianne Moore – The Hunger Games: Mockingjay – Part 2). A cada filme dela eu fico mais impressionada e encantada com a atriz. Por um momento eu torci para que ela conseguisse tudo o que desejava. Mesmo sendo a vilã. Porque estava cativante demais no papel. Uma vilã que não perde a calma e usa de todas as armas para conseguir o que queria. Não perdeu a compostura. O modo tranquilo de falar e caminhar estava perfeito demais. Não gostava muito quando se transformava naquele dragão.
Aliás, os efeitos especiais me agradaram bastante. Principalmente quando os personagens estavam se transformando. O Tusk também estava muito bem construído. Nas cenas das mortes que não foram muito bem trabalhadas. Deixou um pouco a desejar. Mas, confesso que não estava me prendendo nesses pequenos detalhes. Ainda mais quando a Julianne Moore aparecia toda diva nas suas cenas.
Teve um pouco de romance porque obviamente não poderia faltar. Porém, nem isso me prendeu no filme. O Ben estava ótimo todo fofo e romântico. Mas, a sua ingenuidade me incomodou bastante. Queria que acordasse e percebesse o que deveria estar fazendo com sua vida. Não torci pelos dois. Não combinavam de nenhum jeito. A química entre os dois foi fraca. O Ben até parecia estar mais envolvido, no entanto, ela não me parecia interessada. Enfim, não foi bem desenvolvido.
Eu acho que todo mundo deve dar uma chance ao filme e tirar suas próprias conclusões. Eu fiquei decepcionada. Mas, você pode acabar gostando. Porém, se estiver indo assistir ao filme esperando apenas o romance ficará mais decepcionado. Não é esse tipo de filme.

Quote Favorito

Master Gregory: Do you remember all I taught you? Ignore it. The rules, Tom, do not be bound by them. Use them in your own way. Live your own life. Your destiny.

Fotos

O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM O Sétimo Filho - The Seventh Son - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

2 Comments

  1. Isa 28 de janeiro de 2016 at 01:07 - Reply

    Eu também fiquei decepcionada com o filme Nath, e confesso que fiquei o ano todo ansiosa para estreia e quando finalmente assisti fiquei foi triste, hahaha nem o deuso do Ben Barnes conseguiu me alegrar, uma pena! Quanto ao enredo do filme eu o achei bem corrido e um pouco maçante. E olha que eu já desisti de comparar os livros com suas adaptações, MAS eu apenas acho que ” O Sétimo Filho” merecia uma adaptação melhor.

    Adoro a Julianne Moore, e durante todo o filme ela conseguia ofuscar a todos <3

    Descobri seu site sem querer e estou adorando!
    beijos,beijos.

    • Nathalia Garcia 10 de fevereiro de 2016 at 15:12 - Reply

      Oiee Isa =)

      O filme foi uma decepção completa. Eu ficava olhando o Ben e pensando onde ele tinha se colocado. Porque o roteiro não estava valorizando nada. Tudo foi muito cansativo. Tinha um ótimo elenco e não soube aproveitar. Merecia uma adaptação muito melhor =(
      Ela estava muito diva no seu papel, fiquei surtando com ela. Mas, de resto fiquei bem frustrada rs.
      Seja bem-vinda eu espero que goste cada vez mais =)
      Beijosss

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)