Drácula: A História Nunca Contada – Dracula Untold – #Crítica

Home/Filmes/Críticas/Drácula: A História Nunca Contada – Dracula Untold – #Crítica

Sinopse: Os habitantes da Transilvânia sempre foram inimigos dos turcos, com quem tiveram batalhas épicas. Para evitar que sua população fosse massacrada, o rei local aceitou entregar aos turcos centenas de crianças. Entre elas estava seu próprio filho, Vlad Tepes (Luke Evans – The Hobbit: The Battle of the Five Armies), que aprendeu com os turcos a arte de guerrear. Logo Vlad ganhou fama pela ferocidade nas batalhas e também por empalar os derrotados. De volta à Transilvânia, onde é nomeado príncipe, ele governa em paz por 10 anos. Só que o rei Mehmed (Dominic Cooper – Agent Carter) mais uma vez exige que 100 crianças sejam entregues aos turcos. Vlad se recusa e, com isso, inicia uma nova guerra. Para vencê-la, ele recorre a um ser das trevas (Charles Dance – Pride and Prejudice and Zombies) que vive pela região. Após beber o sangue dele, Vlad se torna um vampiro e ganha poderes sobrehumanos.

Ficha Técnica

Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: Drácula: A História Nunca Contada

Titulo Original: Dracula Untold

Elenco: Luke Evans, Dominic Cooper, Samantha Barks, Sarah Gadon, Zach McGowan, Art Parkinson, Paul Kaye, William Houston, Ronan Vibert.

Direção: Gary Shore

Gênero: Ação, Drama

Duração: 92 min.

Distribuidora: Universal Pictures

Estreia:  Outubro de 2014.

Trailer

Opinião da Nathy

Tem filmes que logo quando saem os trailers eu fico louca querendo assistir. Fico na expectativa e morrendo de vontade de assistir tudo. Mas, passa o tempo e acabo deixando de lado. E esse foi um desses filmes. Adoro filmes com vampiros, lobisomens, ets e tudo mais. Então pode imaginar como estava empolgada com essa nova adaptação. Ainda mais porque ia mostrar um novo lado do Drácula. Sendo malvado como sempre, mas tendo motivos nobres para tudo. Como estava disponível no Now não perdi tempo e fui assistir. Estou conseguindo ver todos graças ao Now.

Foi uma ótima adaptação. Não fiquei decepcionada com a história e nem com o elenco. Tudo parecia estar perfeitamente encaixado. Talvez uma parte ficou mal explicada. No entanto, estava tão envolvida com tudo que no momento nem me importei. O que me fez imaginar que poderia ter um segundo filme. Tudo por causa da forma maravilhosa com a qual foi finalizada. Imagina Drácula nos nossos tempos e colocando o terror na cidade. Eu já quero esse filme para ontem. Pena que está somente na minha imaginação.

Enfim, o filme foi tudo aquilo que estava esperando e mais um pouco. Os efeitos especiais estavam muito bons. Não sou de me importar com esses detalhes. Em diversos filmes e séries deixo isso passar. Porém, nesse filme ficou impossível não reparar. Tudo foi muito bem trabalhado. As cenas quando a luz do sol queima a sua pele foram muito boas. Assim quando ele e os morcegos se tornavam uma única coisa. Me agradou demais a forma como fizeram tudo. Não deixou como se fosse forçado. Estava bem aceitável.

O elenco também estava em uma atuação muito boa. O Luke Evans foi outro motivo para querer assistir ao filme. Gosto do trabalho dele. Então minha empolgação era muito grande para saber como ele seria no papel de Drácula. Não me decepcionou. Sabia ser sedutor quando necessário. Nervoso em outros momentos. E totalmente frio quando a tragédia se abate sobre a sua vida. Conseguiu mostrar toda a força do seu personagem lutando contra as trevas. Como queria ter aquele poder, mas não cederia facilmente. Como travava uma luta interna e contra seus inimigos carnais. Mesmo quando parecia prestes a perder uma luta erguia a sua cabeça. Fiquei bem impressionada com a atuação dele.

Assim como dos demais no elenco. Queria ter visto mais do Dominic Cooper. Um excelente ator que ficou bem apagado no filme. Era o vilão tentando acabar com o Vlad. Mas, simplesmente não fazia nada. Apareceu em poucas cenas. Mas, quando aparecia era para ser muito arrogante e prepotente. Como se pudesse mandar no mundo. Como se todo mundo fosse lhe obedecer. Nas poucas cenas que apareceu conseguiu me fazer desejar que Vlad sugasse todo o seu sangue. Isso me fez gostar mais ainda do ator.

Como não ficar toda boba com o amor dele pelo seu filho. Tudo o que já passou não deseja ao seu filho. Então luta por amor a criança. Ainda deu várias provas desse amor. Conseguiu abrir do que era importante por esse amor. A relação dos dois era muito perfeita. O menino mesmo sabendo de tudo o que seu pai estava passando continuou ao seu lado. Continuou seguindo seus mandamentos. Continuou o amando por tudo o que representou. Mesmo que a história nunca conhecesse Vlad estava firme no coração do seu filho. O relacionamento dos dois foi um dos melhores pontos do filme. Algo que me deixava bem impressionada. Por mais que tenha isso em diversos filmes os dois atores conseguiram transmitir muito dos seus sentimentos.

Também tem um pouco de romance. O amor de Vlad por sua mulher também foi um ponto crucial no filme. Eu achei muito bonito esses sentimentos dele. No entanto, era perceptível que foram usados contra ele. Não somente por seu inimigo. Como pelas pessoas que estavam ao seu redor. Inclusive pela a própria esposa. Todos tentavam lhe manipular para servir aos seus objetivos. Ainda assim gostei muito da química do Luke com a Sarah Gadon. Os dois estavam muito bem em seus papeis.

Por fim, as cenas de Vlad com o aquele vampiro na caverna. A relação dos dois merecia ter sido mais explorada. Por isso fiquei imaginando se teria um segundo filme. O jogo está apenas começando. Vlad consegue o que deseja, mas qual é o preço? Será que não foi alto demais. Os dois pareciam que ia travar uma batalha muito grande. Ainda mais porque o vampiro da caverna estava louco para que Vlad bebesse sangue. Não sei, mas foi algo que me deixou bem curiosa. Como seria a relação dos dois depois daquele momento.

Bom, foi um ótimo filme. Quando gosto do filme costumo assistir mais de uma vez. O pessoal aqui em casa briga comigo por causa disso. Mas, gosto de rever as cenas e ficar analisando por outro ângulo a história. Ou apenas morrendo de amores de novo. E esse será um desses filmes. Vou assistir mais de uma vez. Eu recomendo demais para o pessoal que gosta de filmes com vampiros. Que não são tão melosos. E que tem uma boa história por trás.

Quote Favorito

Ingeras: My father was a great man, a hero, so they say. But sometimes the world doesn’t need another hero, sometimes what it needs is a monster.

Fotos

Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM Drácula: A História Nunca Contada - Dracula Untold - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

One Comment

  1. Luan 19 de fevereiro de 2016 at 12:52 - Reply

    Ótimo artigo, informação de real qualidade, parabéns mesmo, gostei muito do que eu li!

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)