Sinopse: Uma aventura irreverente e itinerante com muita personalidade, e uma heroína quadrúpede que você não vai esquecer tão cedo.

Elsie Bovary é uma vaca muito feliz em sua bovinidade. Até o dia que resolve sair sorrateiramente do pasto e se vê atraída pela casa da fazenda. Através da janela, observa a família do fazendeiro reunida em volta de um Deus Caixa luminoso – e o que o Deus Caixa revela sobre algo chamado “fazenda industrial” deixa Elsie e tudo o que ela sabia sobre seu mundo de pernas para o ar. A única saída? Fugir para um mundo melhor e mais seguro. Assim, um grupo para lá de heterogêneo é formado: Elsie; Shalom, um porco rabugento que acaba de se converter ao judaísmo; e Tom, um peru tranquilão que não sabe voar, mas que com o bico consegue usar um iPhone como ninguém. Munidos de passaportes falsos e disfarçados de seres humanos, eles fogem da fazenda e é aí que a aventura deles alça voo – literalmente.

Elsie é uma narradora marrenta e espirituosa; Tom dá conselhos psiquiátricos com um sotaque alemão um tanto forçado; e Shalom, sem querer, acaba unindo israelenses e palestinos. As criaturas carismáticas de David Duchovny indicam o caminho para um entendimento e uma aceitação mútuos dos quais esse planeta tanto precisa.

Ficha Técnica

Holy Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Holy Cow – Skoob

Titulo Original: Holy Cow – Goodreads

Autor: David Duchovny

Tradução: Renata Pettengill

Editora: Record (Grupo Editorial Record)

Ano: 2016

ISBN: 978-85-01-10688-9

Número de páginas: 205

Sobre o Autor

Holy Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

David Duchovny é ator, roteirista, produtor, diretor, escritor, compositor e cantor. Ele é mais conhecido por seu papel como o agente Fox Mulder no seriado de TV Arquivo X, e como o escritor HankMoody na série Californication, ambas atuações premiadas com o Globo de Ouro. Ele é bacharel em Literatura Inglesa pela Universidade de Princeton e mestre em Literatura Inglesa pela Universidade de Yale.

Opinião da Nathy

Em um primeiro momento eu fiquei bem interessada com o livro. Imagina ler algo engraçado narrado por uma vaca. Mas, logo nas primeiras linhas ficou muito claro que não seria nada do que estava esperando. Não tinha imaginação suficiente para pensar naquelas situações. Como uma vaca poderia estar fazendo tudo aquilo. Até tentei imaginar a situação como se fosse uma animação. Porém, não deu certo. Ainda mais porque em todos os momentos parecia mais que o autor estava tentando dar uma lição de moral. Tentando mostrar os valores para as outras pessoas dos pequenos detalhes.

O livro conta a história de Elsie Q. Uma vaca que vivia uma vida confortável na fazenda. Até que um dia passeando de noite ela escuta algo muito estranho. Observando pela janela ela vê o que ocorre com as vacas, porcos e outros animais em outras fazendas. Percebendo que o mundo não era como imaginava ela parte em uma aventura. Quer ir morar na Índia. Um local onde ninguém irá tentar devorá-la. Para isso conta ajuda de Shalom – um porco judeu. Com Tom Turquia – um peru. Eles também querem ir para outros locais. Onde podem viver em paz sem ninguém querendo devorá-los. Mas, essa aventura acaba se tornando algo muito maior. Algo que eles nunca imaginaram.

A maioria das pessoas acha que as vacas não pensam.

A ideia do livro foi muito boa. Abordando temáticas bem complicadas. Principalmente porque estão bem enraizadas nos seres humanos. Tem uma visão da vida e acreditam que estão certos em tudo. Porém, não conseguiu me cativar. Talvez a forma como cada passo foi narrado que me incomodou. Também a irrealidade das situações. Geralmente consigo me adaptar e gostar muito dos livros nesse estilo. No entanto, o modo como o autor descreveu as cenas foram bem complicadas. Tudo ficou parecendo uma crítica. E não algo divertido e descontraído.

Elsie Q tem boas intenções. Não quer mais viver daquele modo. Quer algo mais do mundo. Não sabe como buscar. E nem onde pode encontrar. Apenas que sair do local que está vivendo. Ser tratada com dignidade. Em muitos momentos concordei com ela. Com seu modo de ver a vida. Como cada coisa deveria funcionar. Mas, não conseguia me colocar em seu papel. Não conseguia ter uma aproximação. Isso que talvez fez falta. Poder sentir toda a sua dor. Ou esse seu desejo por algo melhor. Ainda assim gostei muito dela. Por ser bem aventureira e não desistir mesmo com diversos obstáculos.

Peço desculpas porque quero que este livro seja divertido e não moralizador.

Outro ponto que foi complicado foi com Shalom e Tom. Os dois também tinham seus objetivos. Mas, as situações eram muito irreais. Agiam como se fosse a coisa mais normal do mundo tudo que estavam aprontando. Andando no meio dos humanos como se nada estivesse acontecendo. Como se pudessem entrar em lojas e pegar o que desejavam. Foi tudo muito forçado e não conseguiu me convencer. Suas personalidades poderiam ter sido muito boas. Porém, ficou tendo essas situações forçadas e acabei não gostando.

Foi um livro muito complicado de ler. Não conseguiu me envolver. Todas as situações eram complicadas. Mas, quem gosta de fantasia poderia dar uma chance. Não funcionou comigo o livro. Porém, pode funcionar com você.

Quote Favorito

Holy Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

O desenho da Elsie ficou muito fofo na capa. Um dos motivos pela qual tinha ficado curiosa com o livro. Não precisou de muita coisa e ficou ótima. Apenas o branco e preto. Tudo teve seu devido destaque sem ofuscar o outro. Muitas vezes eu digo é melhor arriscar no simples do que exagerar. A diagramação também está bonita. Tem umas ilustrações de Elsie com seus amigos. E alguma aventura que estejam tendo. Cada capítulo inicia em uma nova página. Algo que pode incomodar alguns leitores é o fato das páginas serem brancas.

Holy Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nota da Nathy

Holy Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMHoly Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMHoly Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMHoly Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMHoly Cow - David Duchovny - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da Editora Record. A resenha realizada aponta os pontos positivos eou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.