Sinopse: Laia é uma escrava. Elias é um soldado. Nenhum dos dois é livre. No Império Marcial, a resposta para o desacato é a morte. Aqueles que não dão o próprio sangue pelo imperador arriscam perder as pessoas que amam e tudo que lhes é mais caro. É neste mundo brutal que Laia vive com os avós e o irmão mais velho. Eles não desafiam o Império, pois já viram o que acontece com quem se atreve a isso. Mas, quando o irmão de Laia é preso acusado de traição, ela é forçada a tomar uma atitude. Em troca da ajuda de rebeldes que prometem resgatar seu irmão, ela vai arriscar a própria vida para agir como espiã dentro da academia militar do Império. Ali, Laia conhece Elias, o melhor soldado da academia — e, secretamente, o mais relutante. O que Elias mais quer é se libertar da tirania que vem sendo treinado para aplicar. Logo ele e Laia percebem que a vida de ambos está interligada — e que suas escolhas podem mudar para sempre o destino do próprio Império.

Ficha Técnica

Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Uma Chama Entre as Cinzas – Skoob

Titulo Original: An Ember in the Ashes – Goodreads

Autora: Sabaa Tahir

Tradução: Jorge Ritter

Editora: Verus Editora (Grupo Editorial Record)

Ano: 2015

ISBN: 978-85-7686-350-2

Série: Uma Chama Entre as Cinzas | Volume: 01

Número de páginas: 432

Sobre a Autora

Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Sabaa Tahir foi criada no deserto de Mojave, na Califórnia, no motel que sua família mantinha na região. Ali, ela passava o tempo devorando livros de fantasia, assaltando a pilha de histórias em quadrinhos de seu irmão e tocando guitarra – mal.
Ela começou a escrever Uma chama entre as cinzas quando virava a noite trabalhando como editora de jornal. Ela gosta de indie rock ruidoso, meias extravagantes e tudo o que é nerd. Sabaa vive atualmente na Bay Area de San Francisco com a família.

Opinião da Nathy

Quando tinha visto a sinopse do livro fiquei bem empolgada com a história. Que estava me lembrando bastante Trono de vidro. Porém, uma vez que comecei a leitura percebi que os elementos poderiam ser os mesmos. Mas, estavam seguindo rumos diferentes. No modo geral eu gostei bastante do livro. Apesar de ter ficado em volta de uma única situação o tempo inteiro. Estava esperando o momento em que ia ter alguma reviravolta e fosse me fazer ficar surpresa. Infelizmente isso não ocorreu. Depois de um tempo passou a ficar cansativo. Porque a história não parecia andar.

O livro conta a história de Laia e Elias. Ela é uma escrava. Em uma noite vê seus avôs sendo mortos e seu irmão preso. Não tem ninguém ao seu lado. Mas, precisa lutar e encontrar uma forma de salvar seu irmão. Afinal ele é a única família que lhe resta. Já Elias faz parte dos Mascaras. Um grupo de guerreiros que serve ao Império. Todos seguem cegamente as ordens que lhe são dadas. Mas, Elias não concorda com esses métodos. Ele não acha que essas são as decisões mais certas. Por isso tudo o que mais quer é desertar. Mas, sabe as consequências para esse seu ato. Quando o caminho dos dois se cruzam tudo está prestes a mudar.

A narrativa é em primeira pessoa. Mas, fica alternando entre os dois principais. Apesar de alguns momentos parecia que a história não seguiria mais para nenhum lado. A escrita da autora foi muito boa. Porque não queria largar o livro. Tem livros que por mais que esteja bem escrito tenho vontade de largar na metade. Mas, esse queria chegar até o final. Saber de tudo o que iria acontecer com os principais. Facilitou o fato da escrita dela ser mais leve. Não ter colocado um drama além do necessário. Não deixou nada pesado e cansativo.

Ele cheira a aço, carvão e a forja. Ele cheira ao inimigo.

Não consegui gostar da Laia. Ela no começo parecia que ia enfrentar tudo e todos por seu irmão. Mas, no fundo era somente uma menina com medo. Ela mesma assume que não tem forças para lutar. Por outro lado, conseguiu aguentar muito bem todas as torturas que sofreu. De cabeça erguida e ainda pensando em novos planos para derrotar todo mundo. Por isso fiquei muito dividida com ela. Em alguns momentos mostrava uma força incrível. Em outros era ingênua demais. E não de um jeito que faz gostar da personagem. Ou até mesmo torcendo para no final conseguisse o que tanto estava procurando. A sua força estava vindo da missão de encontrar o irmão. Mas, a sua ingenuidade foi o que mais me incomodou.

Já o Elias tem suas metas traçadas e está em busca disso. Não importa quem irá machucar ou a consequência desse ato. Não aguenta mais viver de acordo com essas regras. Tudo o que mais deseja é a sua liberdade. Não se conforma como as pessoas ficam cegas diante do Império. O único problema dela foi o conflito com seus sentimentos. Porque não acho que estava errado nas decisões que estava tomando. Não podia sorrir e fingir acreditar naquilo tudo. Não quando tinha um propósito maior em mente. Também passou por situações complicadas desde criança. Tem que viver de acordo com o que sua família acredita ser o melhor. Tem seus problemas, mas busca uma solução para todos. Gostei bastante dele.

Se isso faz você se sentir um pouco melhor, eu também achei que fosse morrer em uma semana.

Também gostei bastante da coragem de Helene. Ela é uma menina que faz de tudo para proteger o Elias. Mesmo que coloque sua própria vida em risco. Tenta ajudá-lo em todos os momentos. Mesmo não entendendo porque ele tem esses “novos” ideais. Por seguir as regras tão certinha eu fiquei um pouco irritada com ela. Mas, conseguia compreender suas atitudes. Do mesmo jeito que tentava compreender o Keenan. Era um pouco complicado porque ele quase não aparecia. E quando o fazia eu não achava que estava sendo completamente sincero. Como se tivesse algum objetivo oculto para se aproximar da Laia. Pior que ela parecia confiar bastante no rapaz.

Se eu já não gosto quando tem três pessoas envolvidas imagina quatro. Simplesmente não confiava no romance deles. Porque um momento estavam se beijando e no outro estavam pensando na outra pessoa. Isso ocorreu com os quatro personagens. Foi muito complicado torcer para algum deles. Ainda mais quando o Elias parecia ser fofo com as duas meninas. Já o Keenan não me fazia confiar nele. Parecia que estava apenas jogando com o sentimento da Laia. Então não faço a menor ideia do que irá acontecer nos próximos livros.

Os personagens secundários e a trama foram bem trabalhados. Passei a ter raiva de todos eles. Da mãe do Elias, do Marcus que estava lutando para ser o novo imperador. Do Mazen e seus planos com os rebeldes. Até mesmo daqueles adivinhadores. Na minha visão todos estavam apenas enganando uns ao outros. Todos tinham seus planos e fariam de tudo para alcançá-los. Mas, ao contrário dos outros personagens estavam dispostos a pisar em quem fosse. Ou até mesmo matar. Sem nem importar se era alguém que amava ou não. Foi difícil aguentar as passagens com eles.

Olhe para eles. Encare os homens que você traiu.

Foi um livro bem legal, apesar de que estava esperando algo muito maior. Talvez nos próximos livros a história fique mais interessante. Seja mais trabalhada. Não fique apenas focando no que eles desejam. Mas, na guerra principal. Quem gosta de distopia irá gostar do livro.

Quote Favorito

Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A primeira vez que vi a capa não tinha entendido nada. Parecia ser uma parede cinza e pronto. Depois que fui reparar nos pequenos detalhes e entender melhor. Mas, em um primeiro momento não compreendi. O que eu gostei foi do nome do livro em destaque. A forma como o nome foi crescendo ficou bem interessante. As cores também combinaram muito bem. Mas, no geral não é uma capa que chama a minha atenção.

Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Tem uma pequena marcação quando ocorre mudanças de cenas dentro do mesmo capítulo. As páginas são amarelas, mas em um tom bem mais claro. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

 

Nota da Nathy

Uma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUma Chama Entre as Cinzas - Sabaa Tahir - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • Uma Chama Entre as Cinzas – Uma Chama Entre as Cinzas #1 – Lançado em 2015
  • A Torch Against the Night – Uma Chama Entre as Cinzas #2 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da Verus Editora. A resenha realizada aponta os pontos positivos eou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.