O Garoto da Casa ao Lado – The Boy Next Door – #Crítica

Home/Filmes/Críticas/O Garoto da Casa ao Lado – The Boy Next Door – #Crítica

Sinopse: Após ser traída pelo marido, a professora Claire Peterson (Jennifer Lopez – Shades of Blue) está em vias de se divorciar. Ela vive sozinha com o filho adolescente, até perceber que um jovem acaba de se mudar para a casa ao lado. O sedutor Noah Sandborn (Ryan Guzman – Heroes Reborn) rapidamente oferece ajuda nas tarefas da casa e se torna o melhor amigo do filho de Claire. Aos poucos, o vizinho passa a seduzi-la, levando a uma noite de amor entre os dois. No dia seguinte, a professora está decidida que tudo foi apenas um erro, mas Noah não pretende abandoná-la tão cedo. O caso de amor torna-se uma perigosa obsessão.

Ficha Técnica

O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

Titulo Nacional: O Garoto da Casa ao Lado

Titulo Original: The Boy Next Door

Elenco: Ryan Guzman, Jennifer Lopez, Ian Nelson, John Corbett,  Kristin Chenoweth, Lexi Atkins, Hill Harper, Adam Hicks.

Direção: Rob Cohen

Gênero: Suspense

Duração: 91 min.

Distribuidora: Universal Pictures

Estreia:  Março de 2015.

Trailer

Opinião da Nathy

Gosto muito dos filmes da J-Lo. Apesar de não ser muito fã dela como cantora. Sempre acabo vendo seus filmes e morrendo de amores. Então pode imaginar como estava curiosa para ver esse filme. Não é o primeiro que vejo ela em um papel mais tenso. Um dos meus favoritos dela é o Enough (Nunca Mais). Na qual tem um papel bem forte e intenso. Então tinha certeza que não iria me decepcionar nesse. Mesmo tendo um estilo diferente. Foi um filme que estava na minha lista e que tive a oportunidade de ver. Porém, não era uma prioridade.

Não estava com vontade de ver nenhum romance ou animação. E as minhas outras opções não estavam me empolgando. Então resolvi que ia dar uma chance para esse filme. E ainda bem que fiz isso. Não é o melhor filme de todos os tempos. Segue alguns clichês. No entanto, conseguiu me prender do começo até o final. Não conseguia parar de assistir. E ficava muito tensa em diversas cenas. Sim, cheguei ao ponto de ter que controlar a minha respiração. Quando vejo um filme de suspense ou terror costumo ficar desse jeito. Ainda mais quando tem aquela cena que você sabe que irá levar um susto.

A temática do filme foi o que me chamou muita atenção. Falar sobre stalker nem sempre é fácil. Em alguns casos tudo é abordado de uma forma muito rápida. Como se em um segundo essa obsessão fosse sumir. Quando na verdade não é assim que ocorre. Algo que gostei no filme foi mostrar justamente esse ponto. Não importava o que a personagem da J-Lo fizesse. O rapaz não deixava a sua obsessão. Chegando a ir além dos limites. Por isso gostei tanto. Não ficou naquele negócio romanceado. Tudo foi tratado de uma maneira bem séria. Apesar do filme ter sido bem esperado e clichê.

O elenco estava muito bom. E J-Lo não me decepcionou em nada. Em todas as suas cenas conseguia sentir a sua angustia. Quando quase foi pega pelo seu chefe foi um momento muito tenso. Depois mostrava uma sensibilidade muito grande. Uma mulher que estava passando por um momento difícil em seu casamento. Um filho adolescente que estava sendo facilmente influenciado. E um vizinho lindo que não a deixava em paz. Era muita pressão. E a J-Lo conseguiu transmitir cada um dos sentimentos da personagem. Estava esperando algo muito bom. Mas, ela superou as minhas expectativas.

Ela teve uma ótima química com o Ryan Guzman. Desde o primeiro instante parecia que faísca estava saindo dos dois. Quando rola o romance nossa foi muito intenso. Não esperava por uma cena dessas. Mesmo tendo essa ótima química não conseguia torcer pelos dois. Ainda mais porque o Ryan estava elevando muito o seu personagem. Conseguia facilmente vê-lo no papel de um stalker. Completamente obcecado pela a mulher. Sem conseguir a sua atenção e criando as fantasias em sua mente. Não chegou a me dar medo nem nada. Mas, me fez questionar qual seria seu próximo passo. O que faria diante de tal situação. Gostei bastante. Ele poderia fazer outros papeis nesse estilo.

O elenco estava muito bom. Mas, os secundários não conseguiram ter nenhum destaque. Apenas seu filho poderia ter se sobressaído. No entanto, ele acabou se tornando um pouco mais apagado. Toda vez que ele aparecia eu sentia raiva. Pode estava se deixando levar por alguém que nem conseguia. Que nem era seu amigo de verdade. O marido dela era um homem que estava fazendo de tudo para reconquistar sua família. Eu acho que apenas senti simpatia por ele porque gosto do ator. Senão estava desejando que sumisse da vida dos dois. E a melhor amiga dela era um amor. Ajudando a J-Lo no que precisasse. Fiquei um pouco triste por ela.

Como disse antes o final deixou a desejar. Foi bem clichê e esperado. Eu já queria algo no estilo de sexta-feira treze. Quando a família menos espera lá está o rapaz perseguindo eles de novo. Seria bem mais legal. Teria um impacto muito maior. Porém, foi satisfatório. Talvez porque estava elevando as minhas expectativas ao longo filme fiquei um pouco decepcionada. Mas, nada que me fizesse gostar menos do filme.

Para quem gosta desse estilo eu acho que é uma boa pedida. Porém, não espere muita coisa. Como se tornando o melhor filme de todos. É aquele filme que você consegue aproveitar durante uma tarde. No entanto, depois de um tempo já nem se lembra. Somente quando falam sobre ele ou aparece algo no estilo.

Quote Favorito

Claire Peterson: Go fuck yourself.

Noah Sandborn: I’d rather fuck you.

Fotos

O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM O Garoto da Casa ao Lado - The Boy Next Door - #Crítica | OBLOGDAMARI.COM

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)