Sinopse: O devasso Vere Mallory, duque de Ainswood, está pronto para sua próxima conquista e já escolheu o alvo: a jornalista Lydia Grenville. Só que desta vez, além de seduzir uma bela mulher, ele deseja também se vingar dela. Ao se envolver numa discussão numa taverna, Vere foi nocauteado por Lydia e se tornou alvo de chacota de toda a sociedade. Agora ele quer dar o troco manchando a reputação da moça. Mas Lydia não está interessada em romance, principalmente com um homem pervertido feito Mallory. Em seus artigos, ela ataca nobres insen- satos como ele, a quem considera a principal causa dos problemas sociais.

Nesse duelo de vontades, Vere e Lydia se esforçam para provocar a der- rota mais humilhante ao mesmo tempo que lutam contra a atração que o adversário lhe desperta. E, nessa divertida batalha de sedução e malícia, resta saber quem será o primeiro a ceder à tentação. Primeiro Capítulo

Ficha Técnica

O Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: O Último dos Canalhas – Skoob

Titulo Original: Lord of Scoundrels – Goodreads

Autora: The Last Hellion

Tradução: Alves Calado

Editora: Arqueiro

Ano: 2015

ISBN: 978-85-8041-475-2

Coleção: Scoundrels | Volume: 4

Número de páginas: 304

Sobre a Autora

O Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMLoretta Lynda Chekani nasceu em 1949 numa família albanesa. Assim que aprendeu a escrever, passou a pôr no papel as histórias que inventava. Formou-se em inglês pela Clark University, onde trabalhou meio período como professora, ao mesmo tempo que escrevia roteiros. Foi quando conheceu um produtor que a inspirou a publicar suas histórias. Os dois acabaram se casando. Com o sobrenome do marido, Loretta Chase vem publicando romances históricos desde 1987, pelos quais ganhou vários prêmios, inclusive o RITA, da Associação Americana de Escritores de Romances, por O príncipe dos canalhas.

Opinião da Mari

O Último dos Canalhas foi um daqueles livros que vi a capa e imediatamente decidi que precisava o ter na estante. Já havia lido e gostado do primeiro livro da série O Príncipe dos Canalhas, então fiquei ainda mais empolgada para ler está história. Porém, confesso que acabei um pouco decepcionada. O livro em si tem diversos pontos positivos, inclusive em alguns momentos o achei melhor que o primeiro, mas descobri que a escrita da Loretta Chase não me agrada tanto assim.

O livro é narrado em terceira pessoa e este provavelmente é um dos pontos que me incomodou, junto com o fato da autora muitas vezes falar, falar e não dizer nada. A história flui de forma considerável, mas não como eu gostaria. Não sei dizer bem qual é o exato problema, mas não consigo me conectar com os personagens dela de forma imediata. E neste caso, mesmo com a grande maioria deles tendo aparecido no primeiro livro, isso não foi possível, pois já não me lembrava de mais ninguém.

Em o Último dos Canalhas conhecemos Vere Mallory, o duque de Ainswood. Depois de participar do funeral de diversos familiares, Vere se torna um devasso. Não quer saber de casamento e trata as mulheres apenas como objetos sexuais. Até conhecer a jornalista Lydia Grenville e ser nocauteado por ela. Lydia é uma mulher firme, inteligente e independente. Luta por seus ideais e contra problemas sociais. Viver um romance passa longe dos seus planos, assim como ter Mallory constantemente em seu caminho. Neste duelo de egos, resta saber quem será o vencedor.

Se houvesse alguma justiça no mundo, pensou Lydia, o sujeito teria se transformado no sapo que ele era, no instante em que sua boca maligna tocara a dela.

Os romances históricos de Loretta não são como outros, os quais estou acostumada, onde o foco principal é o desenvolvimento do romance entre o casal principal. Neste caso o romance existe e o casal realmente é protagonista da história, porém de uma forma menos intensa. Basicamente, não vemos Vere e Lydia tentando conquistar um ao outro a todo momento. Enquanto outras tramas são desenvolvidas, o sentimento existente entre eles vai crescendo aos poucos. Preciso admitir que este deveria ser um ponto positivo, pois a autora foge de clichês e ainda aborda questão importantes. Mas, no fim não acabei apaixonada pelos personagens.

Não estou dizendo que não gostei deles. Gostei. E, torci para que os dois ficassem juntos. Vere Mallory é muito mais do que o babaca que ele mostra ser nas primeiras páginas da história. Contudo, não sei se eu o colocaria ele em uma lista de amores literários do ano por exemplo. Da mesma forma que aconteceu com Lorde Dain em O Príncipe dos Canalhas. Ambos são muito bons. Mas, poderiam ser muito melhores, no meu modo de ver. Já Lydia me conquistou com sua personalidade e objetividade, porém me senti distante dela. Em Segredos de uma Noite de Verão da Lisa Kleypas, por exemplo, também temos mocinhas fortes e determinadas. Elas são cheias de atitudes e se juntam para que seus objetivos sejam alcançados. Elas formaram seu próprio T-Squad e me fizeram desejar fazer parte dele. Enquanto Lydia tem amigas, que são mais como pupilas “dominadas” por ela. Mesmo gostando dela e de suas atitudes, não sei se gostaria de ser como ela ou parte do seu grupo, entendem?

A natureza não havia formado seu caráter para recuar, e seu orgulho proibia qualquer atitude que sugerisse fraqueza ou – que Deus não permitisse – medo.

Além das tramas acima mencionadas, também somos contempladas com a presença de Lorde Dain, sua esposa e cunhado Bertie. Bertie protagoniza um romance fofinho com a srta. Price, no plano secundário. Todos os personagens agregam para a trama, que revela ainda mais sobre o passado dos Ballister. Enfim, recomendo a leitura do livro. A trama tem momentos bem legais, investigação, cenas divertidas e personagens carismáticos, mas não espere um romance arrebatador e/ou inesquecível.

Quote Favorito

O Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Como disse anteriormente, a capa me conquistou de forma imediata. Adorei os tons de azul e mesmo que muitas pessoas não gostem de rostos/pessoas nas capas dos livros. Gostei muito da escolha feita. A fonte utilizada também segue o padrão da anterior, algo que sempre me agrada.

O Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Internamente, temos uma diagramação simples. Os capítulos são longos, mas sempre iniciam em uma nova página. A numeração deles ocorre quase no topo da folha e não possui detalhes adicionais. As folhas do livro são amarelas e a fonte do texto possui um bom tamanho para leitura.

Datas de Lançamento

  • The Lion’s Daughter – Scoundrels #1 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Captives of the Night – Scoundrels #2 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • O Príncipe dos Canalhas – Scoundrels #3 – Lançado em 2015
  • O Último dos Canalhas – Scoundrels #4 – Lançado em 2015

Nota da Mari

O Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO Último dos Canalhas - Loretta Chase - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da Editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.