Sinopse: A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa.

Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar. Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada? Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Era uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Era uma vez no Outono Skoob

Titulo Original: It Happened One Autumn – Goodreads

Autora: Lisa Kleypas

Tradução: Maria Clara de Biase

Editora: Arqueiro

Ano: 2016

ISBN: 978-85-8041-495-0

Série: As Quatro Estações do Amor | Volume: 02

Número de páginas: 283

Sobre a Autora

Era uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Lisa Kleypas, vencedora do prêmio RITA, já escreveu 34 romances. Seus livros foram publicados em 28 idiomas, em diversos países. Ela mora em Washington com o marido e os dois filhos. Dos livros da série Os Hathaways, a Editora Arqueiro já publicou Desejo à meia-noite, Sedução ao amanhecer, Tentação ao pôr do sol e Manhã de Núpcias.

Opinião da Mari

Ler este livro foi como voltar para casa depois de uma longa viagem. Havia acabado de ler um romance histórico, O Último dos Canalhas, quando iniciei a leitura de Era uma vez no Outono e a sensação de “agora sim to em casa” foi maravilhosa. A familiaridade com a narrativa e com os personagens permitiram com que eu relaxasse e curtisse muito a história de Lillian Bowman e Marcus Marsden.

Era uma vez no Outono é o segundo livro da série as quatro estações do amor. Então se não leu o primeiro livro corre para ler, porque como vocês podem ver na resenha de Segredos de uma Noite de Verão, recomendo muito a história. Motivo por qual, estava tão empolgada para ver o que aconteceria entre Lillian e o Lorde Westcliff. Eles já haviam tido pequenos embates no primeiro livro e a expectativa de ver os dois lutando contra seus próprios sentimentos estava grande. Então confesso que me surpreendi ao ver um lorde Westcliff tão empenhado em conquistar Lillian apesar de todas as suas reservas em relação a ela.

Acho que minha irmã ficou com medo ontem ao perceber que poderia achar lorde Westcliff atraente. E ela não reage bem ao medo, que costuma levá-la a ser impulsiva e fazer algo imprudente. Daí sua determinação de ir se matar nas costas de um cavalo hoje.

Lillian, assim como as demais meninas do grupo – protagonistas de cada um dos livros – tem suas peculiaridades. Em Londres, ela e sua irmã Daisy, sofrem para encontrar um marido devido seus costumes americanos. Aos olhos de muitos, elas não sabem como se portar, aos meus olhos elas eram pessoas adoravelmente divertidas. Gosto muito da forma que Lillian consegue se impor e bater de frente com Lorde Westcliff. Algumas vezes sua teimosia chegou a beirar a burrice, rs. Mas, ainda assim prefiro ver personagens assim à personagens apáticas e sem opinião.

Lorde Westcliff em alguns momentos me lembrou Darcy de Jane Austen. A princípio ele tenta manter a distância, mas não demora muito para ficar enfeitiçado por Lillian. Diferente do primeiro livro, neste ele consegue relaxar e deixar de lado as pressões de ser um Lorde, mesmo com sua insuportável mãe indo contra qualquer relacionamento entre o casal principal. Mas, à similaridade com a obra de Jane Austen não para por aí, pois um terceiro elemento, aka Sebastian St. Vicent, surge para causar a discórdia, enquanto tenta descaradamente conquistar Lillian.

– Não, não vou tentar intimidá-la – garantiu Marcus, sério, embora Lilian visse um brilho de divertimento nos olhos dele. – É óbvio que essas táticas não funcionariam. Ao que parece, encontrei meu par perfeito.

O romance da história me agradou muito, a química dos personagens é ótima e como disse anteriormente me senti muito bem durante a leitura. St. Vicent desde o início me cheirou a encrenca, mas confesso que o desfecho da trama me surpreendeu muito e me deixou bem curiosa para ler o próximo livro da série. Por enquanto, estou preferindo As Quatro Estações do Amor a Os Hathaways, mas amando os crossovers entre as duas. Lisa Kleypas sem dúvidas já é uma das minhas autoras de históricos favoritas. Recomendo muito ambas as séries

Quote Favorito

Era uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Gosto da capa do livro, mas não é a minha favorita da série. Todas seguem o mesmo padrão o que acho ótimo. Elas também seguem o estilo clássico de livros de romance históricos. Apesar disso não é uma capa que chama tanta a minha atenção assim.

Era uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Quanto a diagramação, as páginas são amarelas e os capítulos começam na mesma página em que o anterior terminar. A fonte é pequena, mas possui um bom espaçamento. A tabulação do livro também é agradável.

Datas de Lançamento

  • Segredos de uma noite de Verão – As Quatro Estações do Amor #1 – Lançado em 2015 – Resenha
  • Era uma vez no Outono – As Quatro Estações do Amor #2 – Lançado em 2016
  • Pecados no Inverno – As Quatro Estações do Amor #3 – Não há previsão de lançamento no Brasil
  • Escândalos na Primavera – As Quatro Estações do Amor #4 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Nota da Mari

Era uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEra uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEra uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEra uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMEra uma vez no Outono - Lisa Kleypas - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da Editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos e\ou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.