Sinopse: “O primeiro último beijo” conta a história de amor de Ryan e Molly, de como eles se encontraram e se perderam diversas vezes ao longo do caminho. Na primeira vez em que eles se beijaram, Molly soube que ficariam juntos para sempre. Seis anos e muitos beijos depois, ela está casada com o homem que ama. Mas hoje Molly percebe quantos beijos desperdiçou, porque o futuro lhes reserva algo que nenhum dos dois poderiam prever. Esta história comovente, bem-humorada e profundamente tocante mostra que o amor pode ser enlouquecedor e frustrante, mas também sublime. Na mesma tradição de P.S. Eu Te amo e Um Dia, O Primeiro Último Beijo vai fazer você suspirar e derramar lágrimas com a mesma intensidade.

Ficha Técnica

O primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: O primeiro ultimo beijo – Skoob

Titulo Original: The Last First Kiss – Goodreads

Autora: Ali Harris

Tradução: Sandra Martha

Editora: Verus Editora (Grupo Editorial Record)

Ano: 2016

ISBN: 978-85-7686-447-9

Número de páginas: 447

Sobre a Autora

O primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Ali Harris é jornalista e já escreveu para revistas como Red, Elle, Stylist, Cosmopolitan e Company. Foi editora da Glamour antes de sair para escrever livros e ter filhos.

Opinião da Nathy

Depois de ver alguns comentários sobre o livro. Comecei a sua leitura imaginando que seria algo no estilo Jojo Moyes, Cecelia Ahern ou Nicholas Sparks. Então já estava preparada para gostar muito do livro. No entanto, assim que passei dos primeiros capítulos senti que algo não estava certo. O livro infelizmente não conseguiu ter nenhum efeito comigo. Bom em alguns momentos me deixou extremamente irritada. Queria dar um jeito na principal. Porque suas atitudes estavam sendo muito infantis. Estava esperando por algo maravilhoso. Que acabou sendo bem decepcionante.

O livro conta a história de Molly e Ryan. Duas pessoas que se conheceram na adolescência. Tinham tudo para ser o casal mais perfeito e feliz. Porém, alguns empecilhos nessa jornada impedem que fiquem juntos. Por pelo menos um tempo. Depois que o primeiro beijo de verdade ocorre. Molly tem certeza de que agora eles vão ficar juntos para sempre. No entanto, parece que mais alguma coisa pode estragar esse relacionamento. E nesse momento que ela percebe que deveria ter aproveitado muito mais. Que deveria ter feito tudo aquilo que desejava. Mas, também percebe que os momentos ao lado de Ryan eram os mais felizes de sua vida. As melhores lembranças foram ao seu lado. Uma história de amor para ser refletida com calma. Como cada decisão tem um impacto em sua vida.

A narrativa é em primeira pessoa. O leito conhece tudo apenas pelo ponto de vista de Molly. O que não seria algo ruim. Porque a autora consegue preencher todas as lacunas da história. Porém, foi um pouco difícil fazer a leitura do livro. Porque geralmente eu começo um livro e fico muito envolvida na história. Tudo porque tem uma linha de acontecimentos. Nesse caso a Molly narra o passado e o presente. O que também não seria um problema se tivesse uma continuidade. Não tem nada marcando quando ela volta para o presente. Apenas um horário. E no passado a história não segue uma linha cronológica. Quando o leitor se envolve no primeiro momento em que os dois se conheceram. Logo é levado de volta no presente. E quando retorna no passado é sobre algo que ocorreu depois que eles já estão juntos. Não gostei disso, deixou tudo muito confuso. E com isso não conseguia me aproximar dos personagens.

Ser adulto é uma merda.

A Molly tinha tudo para ser uma excelente mocinha. Começa de um jeito bem diferente de todas. Mas, logo age como alguém completamente perdida. Não consegui entender seus motivos. Não consegui entender como se deixava seduzir tão facilmente. Tentava viver uma vida despretensiosa. Mas, logo quer algo mais de sua vida. Como se tudo o que tivesse não fosse suficiente. Como se sempre precisasse de mais e mais. Com isso no final acabava não aproveitando nada. E correndo o risco d perder a pessoa mais importante em sua vida. Ela é bem egocêntrica. Tudo é sempre sobre ela e suas necessidades. Pelo menos durante um bom tempo. O lado bom é que a Molly do futuro parece ter mais consciência das coisas ao seu redor.

Ao contrário de Ryan que é muito apaixonante. Desde quando era um adolescente. Tinha suas metas traçadas. Mesmo quando algo não dava certo. Ele erguia a sua cabeça e seguia em frente. Tem uma personalidade bem forte e cativante. Sempre foi apaixonado pela Molly. Nunca mediu esforços para ficar com a mulher. Mas, ela não parecia enxergar nada disso. Ele parecia sempre estar feliz. E tentando fazê-la feliz. Por isso quando teve um período complicado fiquei um pouco irritada com a Molly. Porque não parecia compreendê-lo. Ou nem ao menos queria compreender. Parecia que queria apenas curtir a sua vida. Até que algo realmente grave ocorre. Por causa dela não conseguia torcer para que os dois ficassem juntos.

Eu sabia que você não ia conseguir resistir a mim.

Dentre todos os personagens que mais me irritou foi a Casey. Ela se diz melhor amiga da Molly. Tudo porque as duas se conheciam desde a escola. Mas, no fundo Casey apenas queria tudo o que ela tinha. Uma personagem irritante que nunca foi uma amiga. Diante das adversidades queria fazer a Molly desistir de tudo. Porque era como se não quisesse que a amiga tivesse boas coisas em sua vida. Queria vê-la mal. Tudo porque não conseguia dar um jeito em sua própria vida. Sempre querendo sair por cima das outras pessoas. Principalmente de Molly. Depois de algo que ela tenta aprontar eu definitivamente nunca mais teria olhado em sua cara. Porque teria ficado claro que se fez uma vez tentaria de novo. Não estava tão arrependida da forma que falava. Também aprontava das suas para cima da Mia.

Aliás, a Mia sim foi uma amiga para a Molly. Uma mulher bem divertida e tranquila. Sabe o que deseja em sua vida. Corre atrás de seus objetivos. Mas, não pisa em cima de ninguém para isso. Se conhece e não tenta mostrar algo diferente para outras pessoas. Quando a Molly precisa está ao seu lado. Ajudando e apoiando a amiga em suas decisões. Inclusive abrindo os olhos da mesma para situações que não estava pensando. Principalmente com relação a Casey. Porque todo mundo conseguia enxergar que ela não era boa coisa.

Os pais de Molly e Ryan também aparecem bastante. Algo que eu gostei é que não se pode julgar um casal pela a forma que vivem. A Molly julgava muito o relacionamento dos pais. Tudo porque não os via agindo da mesma forma que os pais do Ryan. Que sempre que tinham oportunidade estavam se tocando ou se beijando. Já os pais de Molly demonstravam seu carinho de outra forma. Apenas com poucas palavras já conseguiam se entender melhor do que ninguém. Isso é algo importante para Molly aprender. Porque tinha seus medos e receios por não entender o relacionamento dos pais.

Porque não dar a vocês dois a chance de encontrar essa pessoa?

Um livro para se refletir sobre suas próprias atitudes. No entanto, não conseguiu me atingir como outros livros já fizeram. Que tem plano de fundo a mesma situação. Porém, eu recomendo que leia. Porque não funcionou comigo. Mas, pode ser que você goste bastante.

Quote Favorito

O primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A capa me lembrou muito o livro da Jojo Moyer – Em Busca de Abrigo. O nome da autora em destaque assim como o nome do livro. Em um tom claro passando uma sensação de tranquilidade. Com a forma de um casal logo abaixo. Eu gostei bastante dela. Foi um dos motivos que quis ler o livro. A capa consegue ser bem chamativa e cativante.

O primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Tem uma marcação no início deles para tentar ajudar o leitor a se localizar. Não tem nenhum símbolo quando ocorre mudanças dentro do mesmo capítulo. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

Nota da Nathy

O primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMO primeiro último beijo - Ali Harris - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

 

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da Verus Editora. A resenha realizada aponta os pontos positivos eou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.