Um Novo Amanhã – Nora Roberts – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/Um Novo Amanhã – Nora Roberts – #Resenha

Sinopse: A tradicional pousada da cidade de Boonsboro já viveu tempos de guerra e paz, teve diversos donos e até sofreu com rumores de assombrações. Agora ela está sendo totalmente reformada, sob direção dos Montgomerys, que correm para realizar a grande reinauguração dentro do prazo. Beckett, o arquiteto da família, é um charmoso conquistador que passa a maior parte do tempo falando sobre obras, comendo pizza e bebendo cerveja com seus irmãos Ryder e Owen. Atarefado com a pousada, ultimamente nem tem desfrutado de uma vida social decente, mas pretende mudar logo isso para atrair a mulher por quem é apaixonado desde a adolescência.

Depois de perder o marido na guerra e retornar para Boonsboro, Clare Brewster leva uma vida tranquila cuidando de sua livraria e dos três filhos. Velha amiga de Beckett, ela volta a se reaproximar dele ao ajudar nos preparativos da pousada. Em meio a essa apaixonante reconstrução, rodeados de amigos, Beckett e Clare passam a se conhecer melhor e começam a vislumbrar um futuro novo e promissor juntos. Primeiro Capítulo.

Ficha Técnica

Um Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: Um Novo Amanhã – Skoob

Titulo Original: The Next Always – Goodreads

Autora: Nora Roberts

Tradução: Janaína Senna

Editora: Arqueiro

Ano: 2016

ISBN: 978-85-8041-512-4

Série: A Pousada | Volume: 01

Número de páginas: 306

Sobre a Autora

Um Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Nora Roberts (nascida Eleanor Marie Robertson a 10 de Outubro de 1950) é uma escritora norte-americana, autora de best-sellers românticos. Foi a primeira mulher a figurar no Romance Writers of America Hall of Fame.
Autora de maior destaque da lista de best sellers no New York Times e a primeira a ser escolhida para a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, Nora Roberts é considerada uma pintora de palavras que a cada pincelada, dá vida a personagens cheios de energia e vigor. Escritora metódica e insaciável, Nora já publicou mais de 160 romances, a maior parte no gênero suspense romântico, traduzidos para 25 idiomas e editados em todo o mundo. Sua alta popularidade como romancista advém do grande talento que possui para sensibilizar o leitor ao escrever narrativas de suspense que também falam sobre turbilhão de emoções que acontecem quando entramos em contato com nossos sentimentos mais profundos, principalmente amor e paixão. Suas histórias prendem o leitor com temas explícitos e intensos, descritos de forma clara e objetiva, passando uma mensagem curta e rica em detalhes. Os capítulos de seus livros são longos, e poucos, em média apenas 12. As paisagens descritas nos levam a viajar do México aos subúrbios de Washington, com certa suavidade e exatidão que sonhamos acordados, ou temos pesadelos! Histórias publicadas no início de sua carreira: Negócio de Risco (1986); Alerta da Natureza (1984); A suspeita (1989); No ano de 1995 a autora editou o primeiro volume da Série Mortal no original Naked in death (Nudez Mortal) sobre o pseudonimo de J.D. Robb, o qual hoje é prestigiado pelo mundo inteiro com mais de 25 volumes (em alguns países o número é menor). Autora Consagrada já vendeu mais de 2 milhoes de livros em todos os países publicados.

Opinião da Nathy

Já estou apaixonada por essa nova trilogia. Fiquei com tanta vontade de conhecer essa pousada. O livro passa aquela tranquilidade de cidade do interior. Um local que todo mundo se conhece e se protege. Tem um delicioso romance. Não fica enrolando para que eles assumam seus sentimentos. E nem fica com aquele sentimento de culpa. Teve um elemento que gostaria que tivesse sido melhor explorado. Mas, como não era o foco do livro deixei passar. Ainda tem momentos muito divertidos. A Nora sempre consegue misturar os elementos e tornar o livro sensacional. Mal posso esperar pelos próximos volumes.

O primeiro livro da trilogia conta a história de Clare e Beckett. A vida de Beckett é transformar a pousada da cidade. Junto com seus irmãos e sua mãe fazem todas as reformas. Mas, sente que falta algo em sua vida. Desde que conhece Clare ele se apaixonou completamente. Quando tinha quinze anos não teve coragem de lutar por seu amor. No entanto, agora que Clare estava viúva e com três filhos viu a sua oportunidade. Não poderia deixá-la escapar de novo. Então começa a armar um plano de como se aproximar dela. Afinal, para Clare existem apenas três homens. Ao qual dedica toda a sua vida e amor. Mas, quando Beckett começa aos poucos se introduzir em sua família. Seu coração dispara com cada olhar, com cada sorriso e cada frase. Como poderia resistir a esse homem.

A narrativa é em terceira pessoa focando nos principais. Em alguns pequenos momentos foca nos personagens secundários. Eu continuo gostando muito do modo que a autora desenvolve a história. Descrevendo as cenas com calma e precisão. Sem deixar cansativo. Pelo contrário, faz com que o leitor queira ler mais da história. Chegar até o final para saber no que irá resultar.

Nós a estamos trazendo de volta. Ela merece isso.

Como não se apaixonar pelo Beckett? Ele é um homem simples. Com atitude simples. Mas, que com seus gestos consegue ir aos poucos conquistando o coração do leitor. E também da Clare. Ele quer deixar a pousada linda. Não aceita um não como resposta. Acaba indo atrás do que deseja. Inclusive de Clare. Mesmo que ela tenha três e possa tornar tudo difícil. Da mesma forma que lutou para deixar a pousada do seu gosto. Ele luta para conquistar o amor da mulher que amou a vida inteira. Não mede esforços para conquistá-la. Tudo bem que nem precisou de muita coisa. Foi um amor do começo até o final. Ainda não decidi se ele conseguiu se tornar um dos meus mocinhos favoritos da autora. Mas, está no caminho certo. Vamos ver se continua sendo desse jeito nos próximos livros.

A Clare se mostrou uma mulher muito forte. Depois de perder o marido na guerra. Cria sozinha os três filhos pequenos. Não é uma tarefa fácil. Ainda bem que conta com a ajuda de seus amigos e dos pais. Mas, boa parte ela faz sozinha. Aprendeu a resolver sozinha seus problemas. Eu gostei muito de sua personalidade. Somente em um momento eu fiquei um pouco confusa com ela. Não conseguia compreender porque estava agindo de uma maneira um pouco imatura. Mas, logo passou e ela voltou a ser bem determinada. Não fica enrolando para ficar como Beckett. Nem tem sentimento de culpa. Começa a vê-lo com outros olhos e se entrega a esse amor. Algo que gostei é que não desprezou a memória do marido. Como se nunca tivesse o amado.

O romance deles foi muito bem desenvolvido. Não ficou enrolando. Porém, não foi simplesmente jogado. A Clare precisava se acostumar com essa ideia. Eu apenas achei que a autora colocou muitos empecilhos no caminho. No momento em que iam se beijar algo acontecia. Entendo que na realidade deve ser difícil. Mas, não ao extremo como estava sendo mostrado. As cenas mais quentes quase não acontecem. No entanto, quando ocorre pega muito fogo. O Beckett larga toda a sua imagem de bom moço. Gostei bastante de como tudo foi descrito. Não tornou nada vulgar.

Já queria ficar com você mesmo quando não tinha esse direito.

E os próximos casais parecem que vão ser lindos. Avery e Owen também se conhecem a vida inteira. Aparentemente são muito amigos. Nesse livro não foi mostrado nada mais do que uma amizade. Mas, é possível perceber a pequena faísca acendendo. Nas pequenas frases. E os dois seriam uma combinação muito boa. Ela é toda doidinha. Já ele é todo certinho. Tem que ter tudo devidamente planejado. Então quando descobrirem que sente algo um pelo outro será ainda mais intenso. Já estou querendo ler a história dos dois. Tem tudo para ser ótima como de Beckett e Clare.
Assim como de Hope com o Ryder. O primeiro encontro deles já foi bem intenso. Com apenas uma troca de olhares.

A Hope passou por uma situação complicada no seu antigo emprego. As coisas não saíram como imaginava. Ainda ficou com uma fama não muito boa. Assim que conhece Ryder já se sente diferente. Mas, ele resolveu implicar com ela. Tem um jeito um pouco mais estourado. Gostei bastante do personagem. Ele é bem descontraído. Eu acho que a estava tratando daquele jeito apenas para se proteger. Sabe aquela coisa de atacar para se defender. Assim estava sendo o Ryder.

Os personagens secundários conquistam rapidamente os corações. A mãe muito divertida dos meninos. Faz o que quer do jeito que quer. E coitado dos meninos se não respeitarem sua opinião. De um jeito bem sutil consegue abrir os olhos deles. Tudo o que mais quer é vê-los felizes. Me divertia demais com as suas cenas. Do mesmo jeito que amava os filhos da Clare. Essas três crianças eram mais espertas do que aparentavam. Tentavam manobrar a mãe e Beckett para conseguira o que queriam. Eu os achei muito fofo.

Você não pode pedi-la em casamento antes de falar comigo.

Nos livros da Nora ela sempre tenta ter algo sobrenatural. Geralmente é um fantasma raivoso querendo vingança. Por isso quando vi que teria um fantasma já estava com receio. Do que ela ia aprontar com esse casal. No final Lizzy se mostrou sem bem dócil. Um fantasma que fica rodando a pousada. Está feliz com as modificações. Gostaria de saber muito mais sobre ela. O que houve em sua vida. Deve ter sido algo muito bom. Porque acaba protegendo as mulheres. Gosta de crianças. E ainda é amiga dos homens. Deve ser a primeira dona da pousada. Deve ter construído com muito amor com seu marido. Não sei, mas estou curiosa sobre a sua história.

Claro que tinha que ter a pessoa insuportável do livro. Sam é um homem que não consegue perceber nada diante de si. Um verdadeiro stalker. Acredita em sua realidade. Persegue as mulheres e não sossega até mostrar quem manda. Estou um pouco cansada desses personagens. Eles sempre acham que porque tem dinheiro pode escapar de tudo. Como ocorre na realidade. Por isso faz meu sangue ferver. Como se a mulher tivesse que abaixar a cabeça e aceitar tudo. Porque veem como se fosse mais fácil. Estava louca para que o Beckett, Owen e Ryder dessem uma boa surra nele.

Eu sempre soube que você tinha um cérebro.

Se nunca leu nenhum livro dessa autora. Esse é um bom modo de começar. Tem um romance bem leve e divertido. E ainda é o primeiro livro da trilogia. Assim não corre risco de ter nenhum spoiler. Algo que gostei muito e acabei esquecendo de citar é que Eve e Roarke são mencionados. Nesse momento meu sorriso se tornou ainda maior. Para quem não conhece eles são o casal principal da série mortal da autora. Que também vale muito a pena conferir.

Quote Favorito

Um Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

Eu adoro o trabalho que a editora tem com os livros da Nora. Sim, porque ela é a minha autora favorita. Fico muito feliz em ver como estão trabalhando bem nas capas dela. Essa capa passa uma sensação de muita tranquilidade. Sabe aquelas pousadas no interior da Itália? Ficou parecida com esse estilo. A capa me remete a um local bem gostoso e tranquilo. Tenho vontade de viajar para o lugar. Gosto de como o nome do livro consegue seu destaque. E o nome da autora também sem roubar a cena para si mesma.

Um Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

A diagramação é simples. Cada capítulo inicia em uma nova página. Tem uma marcação fofa quando ocorre mudanças de cenas dentro do mesmo capítulo. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

Nota da Nathy

Um Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUm Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUm Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUm Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMUm Novo Amanhã - Nora Roberts - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamento

  • Um Novo Amanhã – A Pousada #1 – Lançado em 2016
  • O Eterno Namorado – A Pousada #2 – Lançado em 2016
  • O Par Perfeito – A Pousada #3 – Não há previsão de lançamento no Brasil

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da Editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos eou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.
By | 2017-03-13T13:36:14+00:00 01/04/2016|Categories: Livros, Resenhas|Tags: , , , , , , |2 Comments

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

2 Comments

  1. Thaise 7 de agosto de 2016 at 22:03 - Reply

    O livro 2 ja foi lançado. ?

    • Nathalia Garcia 18 de agosto de 2016 at 11:20 - Reply

      Ola Thaise,

      Vou arrumar na postagem, muito obrigada =)

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)