A Caminho do Altar – Julia Quinn – #Resenha

Home/Livros/Resenhas/A Caminho do Altar – Julia Quinn – #Resenha

Sinopse: Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.

Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele? A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

Ficha Técnica

A Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMTitulo Nacional: A Caminho do Altar – Skoob

Titulo Original: On the Way to the Wedding – Goodreads

Autora: Julia Quinn

Tradução: Viviane Diniz

Editora: Arqueiro

Ano: 2016

ISBN: 978-85-8041-573-5

Série: Os Bridgertons | Volume: 08

Número de páginas: 317

Sobre a Autora

A Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Julia Quinn começou a trabalhar em seu primeiro romance um mês depois de terminar a faculdade e nunca mais parou de escrever. Seus livros já atingiram a marca de 8 milhões de exemplares vendidos, sendo 3,5 milhões da série Os Bridgertons.

É formada pelas universidades Harvard e Radcliffe. Seus livros já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times e foram traduzidos para 26 idiomas. Foi a autora mais jovem a entrar para o Romance Writers of America’s Hall of Fame, a Galeria da Fama dos Escritores Românticos dos Estados Unidos, e atualmente mora com a família no Noroeste Pacífico.

Opinião da Nathy

A série Os Bridgertons chega ao seu final com o livro do Gregory. Eu me apaixonei todos esses irmãos. Alguns mais do que os outros. E acho que foi uma ótima forma de terminar a jornada deles. Apesar de que com tantos filhos poderia ter uma nova série. Eu não me importaria de acompanhar um pouco dessa família. O livro dele não foi o meu favorito. Porém proporcionou ótimos momentos. E ainda conseguiu fechar o ciclo de uma maneira divertida.

Após ver todos os seus irmãos casando com o amor de suas vidas. Gregory Bridgerton deseja a mesma coisa para si mesmo. Por isso quando vê pela primeira vez Hermione tem certeza que ela é a mulher pela a qual estava esperando. Aquela que não conseguiria sobreviver sem. Mas, tem um problema. Ela está apaixonada por outro homem. E parece que nada a faz mudar de ideia. Porém, Gregory é um Bridgerton e não desistirá tão facilmente. Para isso conta com a ajuda da melhor amiga de Hermione – Lucy Abernathy. O que começa como uma amizade acaba se tornando muito mais forte. Algo que faz Gregory repensar seus sentimentos. Talvez o amor da sua vida fosse outra pessoa. Uma que está bem ao seu lado nos momentos mais importantes. Agora o problema é mostrar para que está sendo sincero.

A narrativa é em terceira pessoa. Com o foco mudando entre os principais. Apesar de ser um romance histórico a Julia consegue trazer uma leveza seus livros. Os dialogos poderiam ser bem cansativos e densos. Mas, ela consegue seguir as regras. E ainda assim deixar tudo bem divertido. Em poucas horas já havia finalizado o livro. E sentindo aquela saudade imensa dos personagens.

Devemos voltar nem que seja pelo bem da saúde dela.

O Gregory é visto pela a família como o menino que tem tudo facilmente em suas mãos. Tem o respeito de todos. Mas, nunca teve que batalhar de verdade por algo ou alguém. tem uma confiança muito grande. Acredita mesmo que quando encontrar a pessoa certa nada o impedirá de ficar com ela. Porém, eu quis colocar um pouco de juízo em sua mente. Gostei de seu jeito simples de ser. Conseguia ver a vida nos pequenos detalhes. Mas, a sua insistência com a Hermione nossa me deixou muito irritada. Era como se ele não a pudesse perder. Afinal era a moça mais dificil de conquistar. Não se importava com mais nada. Apenas em ficar com a Hermione.

Já a Lucy não acredita no amor. Está noiva de um rapaz. Mas, não sente nada além de amizade. Ou nem isso ao passo que os dois quase não se veem. Mas, quer um amor para a sua amiga. Alguém que sabe que seus pais iriam aprovar. Eu gostei da personalidade dela. No entanto, em alguns momentos foi um tanto apagada. Ela é bem divertida e carismatica. Consegue se colocar em cada atrapalhada que me impressionou bastante. Teve uma coragem muito grande para fazer o necessário por sua família. Não pensei que fosse ser possivel.

O romance dos dois começa com uma amizade. Afinal o Gregory está empenhado em ficar com Hermione. Mas, passa a perceber que outra pessoa mexe com seu coração. No inicio não acreditava muito nele. Porque estava deixando claro seus sentimentos. E era bem parecido com o que seus irmãos tinham descrito. Então eu ficava me perguntando porque do nada estava começando a gostar da Lucy. Nesse ponto eu acho que o livro deixou a desejar. Não consegui comprar o amor dele por ela. Agora de Lucy sim. Ela aos poucos vai aceitando como se sente por ele. Porque quer tanto vê-lo feliz. Tendo a mulher que deseja ao seu lado.

Ela estava apaixonada por ele. Não poderia ser mais claro… ou mais cruel.

Eu realmente não conseguia entender o que todos os homens tinham pela Hermione. Pela descrição ela parecia ser bonita. Mas, nada que fizesse com que todo mundo quisesse apenas a ela. Um completo exagero. Que na minha visão passou a ser um prêmio a ser cobiçado por todos. A personalidade dela não era algo que chamava atenção. Mesmo porque quase não aparecia no livro. Apenas para ter uma ideia que não condizia com o livro. Eu acho que porque gostei tanto da Lucy acabei não gostando da Hermione. E muito menos de Richard que nem parecia um irmão.

A família dele aparece bastante. Mesmo porque alguém tem que dar conselhos para ele. Colocar um pouco de juízo na sua cabeça. A mãe dele definitivamente é a melhor de todas. Com uma grande sabedoria. E ainda faz de tudo para vê-lo feliz. Ajuda com a mulher que tanto ama. Já a irmã dele me fez ficar muito irritada julgando as ações de Lucy. Como se tivesse algum direito de fazer isso. Mas, por ser os Bridgertons fica meio dificil não amá-los.

Agora a família da Lucy já é outra questão. Não sei porque eles têm que ser sempre detestaveis. Nunca ficando ao lado dos que precisam. Eu quis dar um final muito mais trágico para o tio dela. Porque o homem estava merecendo. Não estava agindo de uma forma muito certa. Nem o Davenport. Agindo como se fosse o melhor de todos. Mas, na verdade estava sendo o mais desprezivel.

Lorde Davenport não é um homem que alguém queira ter como inimigo.

Claramente eu recomendo essa série para todo mundo. Pelo menos todo mundo que gosta de romance histórico. A Julia Quinn consegue modificar aquilo que já está cheio no mercado. Gosto muito dessa série dela. E espero que a editora traga outras novas dela. E que sejam tão boas quanto essa.

Quote Favorito

A Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Capa e Diagramação

A capa continua no padrão dos livros anteriores. Com a menina em cima com um olhar bem doce. Abaixo o local onde se passa a história. E o nome da autora e do livro no meio. Eu acho linda as capas dessa série. Na lombada também tem a mesma imagem da menina. Eu acho que fica lindo na estante. A diagramação também segue o padrão. Os capítulos estão na mesma página. Não é algo que eu goste. Prefiro quando inicia em uma página diferente. As páginas são amarelas e grossas. Não tive problemas com a tradução/digitalização.

A Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Datas de Lançamentos

  • O Duque e Eu – Os Bridgerton #1 – Lançado em 2013
  • O Visconde que me Amava – Os Bridgerton #2 – Lançado em 2013
  • Um Perfeito Cavalheiro – Os Bridgerton #3 – Lançado em 2014
  • Os Segredos de Colin Bridgerton – Os Bridgerton #4 – Lançado em 2014 – Resenha
  • Para Sir Phillip, com Amor – Os Bridgerton #5 – Lançado em 2015 – Resenha
  • O Conde Enfeitiçado – Os Bridgerton #6 – Lançado em 2015 – Resenha
  • Um Beijo Inesquecível – Os Bridgerton #7 – Lançado em 2016 – Resenha
  • A Caminho do Altar – Os Bridgerton #8 – Lançado em 2016

Nota da Nathy

A Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COMA Caminho do Altar - Julia Quinn - #Resenha | OBLOGDAMARI.COM

Onde Comprar

O livro é uma cortesia da editora Arqueiro. A resenha realizada aponta os pontos positivos eou negativos de forma sincera, encontrados pela autora do post durante a leitura do livro. A opinião da autora é pessoal e independente da editora.

About the Author:

Nathalia Garcia - A Nathy! Tem 26 anos e é formada em Psicologia. Seu maior vício são os livros, ela sempre está se arriscando em um novo desafio literário. Romances policiais são os seus favoritos. Nos últimos anos também se tornou uma apaixonada por séries. Once Upon a Time e Criminal Minds são algumas das suas séries prediletas.

One Comment

  1. leticiasinhares 11 de julho de 2016 at 14:23 - Reply

    Muito interessante! Ainda não li essa saga, mas quando tiver um tempo vou dar uma chance.

    As capas nunca me atraíram muito a atenção, mas até que a história parece interessante.

    ecletismo.com.br

Os comentários são previamente moderados, mas eles são muito importantes para nós! Então comentem! =)